Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Um Amor de Vizinha
    Nota média
    2,3
    8 publicações
    • Almanaque Virtual
    • O Globo
    • The Hollywood Reporter
    • Chicago Sun-Times
    • Cineweb
    • New York Times
    • Instituto Moreira Salles
    • The Guardian

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    8 críticas da imprensa

    Almanaque Virtual

    por Sonia Rocha

    Diane Keaton e Michael Douglas estão impagáveis em suas atuações, numa harmonia que faz história deslizar nas quase duas horas de película.  [...] frescor e graça com humor e filosofia cotidiana, na qual se ri, se chora (se for o caso) e que insinua que o amor não tem idade. Belíssimo.

    A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

    O Globo

    por Susana Schild

    Apesar de previsível, o filme flui sem sobressaltos, graças à química aditivada pelas farpas trocadas pela dupla mais ou menos romântica, e também à luminosa presença de Sterling Jerins como a pequena Sarah.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    The Hollywood Reporter

    por Stephen Farber

    Comédia romântica para o público sênior é estereotipada, mas muitas vezes engraçada.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    Chicago Sun-Times

    por Christy Lemire

    "Um Amor de Vizinha" faz o necessário para [agradar] o seu público-alvo de um modo minuciosamente suficiente e medíocre.

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    Não é preciso ter visto muitas comédias americanas para saber onde "Um Amor de Vizinha" vai chegar. Ainda assim, o filme de Reiner quase não tem fôlego para dar conta de sua curta jornada. [...] Sobra para Diane Keaton brilhar sozinha.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    New York Times

    por Nicolas Rapold

    Um aspecto positivo do filme consiste nos comentários insensíveis de Oren, no que Mr. Douglas, pelo menos, é excelente em proferir.

    A crítica completa está disponível no site New York Times

    Instituto Moreira Salles

    por José Geraldo Couto

    O fundo do poço. Se "Melhor é impossível" (1997), do mesmo roteirista (Mark Andrus), ainda era uma diluição aceitável do gênero, o novo filme é a diluição da diluição, em que não sobrou uma única ideia original, um único momento de brilho.

    A crítica completa está disponível no site Instituto Moreira Salles

    The Guardian

    por Jordan Hoffman

    O cara que fez "Isto é Spinal Tap", Michael Douglas interpretando um homem ranzina e Annie Hall. O que poderia dar errado? Bem, basicamente tudo!

    A crítica completa está disponível no site The Guardian
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top