Meu AdoroCinema
Ela
facebookTweet
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Ela
Data de lançamento 14 de fevereiro de 2014 (2h 06min)
Direção:
Elenco: Joaquin Phoenix, Amy Adams, Rooney Mara mais
Gêneros Drama, Romance, Ficção científica
Nacionalidade Eua
Ver o trailer
Imprensa 4,4 23 críticas
Usuários 4,51654 notas e 173 críticas
Adorocinema 5,0

Sinopse e detalhes

Não recomendado para menores de 14 anos

Theodore (Joaquin Phoenix) é um escritor solitário, que acaba de comprar um novo sistema operacional para seu computador. Para a sua surpresa, ele acaba se apaixonando pela voz deste programa informático, dando início a uma relação amorosa entre ambos. Esta história de amor incomum explora a relação entre o homem contemporâneo e a tecnologia.

Título original Her
Distribuidor SONY PICTURES
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2013
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades -
Orçamento 23 000 000 $
Idiomas Inglês
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Críticas AdoroCinema

5,0 Obra-prima
Ela

Amores reais em tempos virtuais

por Bruno Carmelo
O drama Ela parte da história curiosa de um homem que se apaixona por uma máquina. Este mote foi amplamente discutido, defendido por alguns e ridicularizado por outros, desde que o diretor e roteirista Spike Jonze anunciou o projeto à imprensa. Felizmente, o filme não se esgota nesta ideia criativa. Ele retrata as novas configurações do amor de maneira geral, e consegue transformar o relacionamento entre o escritor Theodore (Joaquin Phoenix) e o sistema operacional Samantha (Scarlett Johansson) em um dos mais belos romances que o cinema construiu no século XXI. Fala-se muito sobre diretores que não julgam os defeitos de seus personagens, mas Spike Jonze vai além. Ele não apenas observa o seu protagonista com um olhar afetuoso, mas também o coloca em praticamente todos os conflitos afetivos, éticos e morais que uma história de amor deste tipo poderia suscitar. O roteiro magnífico explo...
Ler a crítica
Ela Trailer Legendado 2:24
Ela Trailer Legendado
58 068 visualizações
Ela Trailer Original 2:31
Ela Trailer Original
8 506 visualizações
Ela Trailer (2) Original 2:30
Ela Trailer (2) Original
4 402 visualizações
Ela Comercial de TV Original 0:30
328 visualizações
Ela Comercial de TV Original 0:30
215 visualizações
Ela Comercial de TV Original 0:30
172 visualizações
7 trailers

Entrevista, making-of e cena

Ela Videoclipe "The Moon Song", de Karen O. 2:21
Ela Videoclipe "The Moon Song", de Karen O.
12 304 visualizações
Recomendado para você

Elenco

Joaquin Phoenix
Joaquin Phoenix
Personagem : Theodore Twombly
Amy Adams
Amy Adams
Personagem : Amy
Rooney Mara
Rooney Mara
Personagem : Catherine
Olivia Wilde
Olivia Wilde
Personagem : Garota do encontro às cegas
Ficha completa

Críticas da imprensa

  • Papo de Cinema
  • Cinema com Rapadura
  • Gazeta do Povo
  • Rubens Ewald
  • Almanaque Virtual
  • Zero Hora
  • Preview
  • Cinema em Cena
  • Estado de Minas
  • Cinepop
  • Folha de São Paulo
  • Cineweb
  • Cineplayers
  • Omelete
  • O Globo
  • A Tarde
  • Variety
  • Screen International
  • The Guardian
  • CineClick
  • Estado de São Paulo
  • Instituto Moreira Salles
  • Revista Interlúdio
23 Artigos de imprensa

Críticas de usuários

anderson lennon
Crítica positiva mais útil

por anderson lennon, em 20/02/2014

5,0Obra-prima

-Este filme é uma obra-prima! Merece e muito levar o Oscar por melhor roteiro, e de fato é quase "palpável" a presença de... Leia mais

Alexandre T.
Crítica negativa mais útil

por Alexandre T., em 17/02/2014

2,0Fraco

Muito parado eu acabei dormindo antes do final é mais um daqueles filmes que eles elogiam e o publico geralmene não curte... Leia mais

Todas as críticas de usuários
51% 88 críticas 29% 50 críticas 10% 17 críticas 4% 7 críticas 5% 8 críticas 2% 3 críticas
173 Críticas de usuários

Fotos

31 Fotos

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • Roger M.

    Assisti o trailer e parece um ótimo filme!

  • Patricia B.

    Lindo toda vida. Sensível, delicado, romântico e a interpretação emocionante, tocam o coração de quem sabe o que é solidão. Adorei.

  • Felipe P.

    Chato é ler sua opinião,se esperava um filme mais rápido ou com uma narrativa mais dinâmica e menos "lenta",perdeu seu tempo mesmo.

  • Cristiane O.

    A história tem bastante elementos absurdos, mas ao mesmo tempo, não tem como pensar que muita coisa que acontece está muito próximo de nossa realidade. Muito legal, um filme pra pensar, não tem como não torcer pelo Theodore e a Samantha. A Trilha sonora é lindíssima.

  • Rammon V.

    Com certeza é um filme sensacional, mas hoje é terça-feira e de fato este filme também fudeu com o restante da minha semana! kkkkkkkkkkkk

  • Thiago Petherson

    Muito, muito, muito lindo. O melhor romance que assisti desde o filme 'Um Amor Pra recordar'. E olha que são romances completamente distintos. Esse filme trás um Joaquin Phoenix com uma atuação beirando a perfeição. Um filme que retrata a busca que a maioria de nós temos pelo amor perfeito, um amor que se encaixe com todas as nossas necessidades.Um amor que entenda nossas aflições, medos, anseios. E que mesmo assim busque nas nossas virtudes, sendo poucas ou não, as qualidades necessárias para sermos amados ao ápice. E o filme se baseia nisso, a busca, de um homem solitário, pelo amor perfeito. E esse amor é encontrado da maneira mais inesperada possível, e é retribuído da maneira mais pura e sincera que ele poderia ter. Excelente participação também da Scarlett Johansson, como a "Voz do Sistema Operacional". Talvez os créditos, nesse caso, deveria ser dado todo para a dubladora (No caso do filme dublado), pois como não há 'aparição física' da voz ... Enfim, Excelente filme, que pode ser considerado uma Obra-Prima do Cinema. Merece ser dado a Nota máxima possível de avaliação ...

  • Matheus S.

    Espetacular, sensível, criativo. Uma linda abordagem e interpretação de um mundo futuro, onde o ser humano se habitua cada vez mais com a solidão. Maravilhoso!

  • Augusto G.

    gostei

  • Augusto G.

    e o que falar da voz da Scarlett?

  • Gustavo Nunes

    É incrível o que senti assistindo a esse longa, do paradoxo que vivemos no mundo de hoje. As pessoas com tanta necessidade de se relacionar por relacionar, os sentimentos carnais que tomam conta de nós como parasitas. As mulheres quando beiram os 30 desesperadas por casamento, somente para procriar, fazer família, procriar como os seus ancestrais, sem sentir a máxima, sem sentir o amor. Se completam assim no sexo, nas atividades, nas tarefas, mais pouquíssimos em ideias, vontades, desejos e etc. "Her" é tudo ao contrario ele tem nela tudo o que um companheiro busca numa amante e vice-versa, mais nunca poderá te-la, senti-la de verdade. Me pergunto hoje "Quantas pessoas no mundo trocariam um companheiro carnal, por um amor que te enchesse o coração que te completasse, fosse compreensivo e acolhedor, que estivesse com você todo o tempo? Isso me fascinou.

  • Eduardo D?h

    excelente filme, que mulher é aquela Olivia Wilde, muito linda!!

  • Senhor Ivan!

    A ideia do roteiro de Ela,é bastante original.Onde a sociedade moderna,se ver apenas nas mãos da tecnologia.O filme não é baseado em fatos reais,mais não sofreria nenhuma discriminação se fosse.A solidão deTheodore,é visivelmente triste.Onde não tem nenhum tipo de companhia,de amigos,nem de amores.Onde acabara de sair de um relacionamento confuso com sua esposa.O filme passa a maioria do tempo sobre a vida de Theodore,uma vez ou outra,explora outros personagens.Que daí aparecem as belas Rooney Mara,Olivia Wilde e Amy Adams,sem contar na voz aveludada de Scarlett Johansson.

  • Enio

    Primeiro filme romântico (que eu tenha visto) com alma masculina ou ausência de esteriótipos.
    Sensível, profundo, questionador e sem sentimentalismo exagerado;

  • Mr. L

    "O sentido da vida é estar vivo. É tão claro, tão óbvio e tão simples. Mesmo assim, todo mundo não para de correr em pânico, como se fosse necessário conseguir alguma coisa além de si próprio". O pensamento é de Alan Watts, filósofo citado, ou melhor, homenageado, no filme. Grande roteiro original, execução técnica primorosa, direção de arte super bacana, interpretações genuínas, diálogos deliciosos. Adoro quando o Sci-fi se mistura a outros gêneros e usa das extrapolações da tecnologia apenas como ponte para provocar reflexões e discutir questões existenciais, principalmente quando oferece um horizonte de redenção para o homem e suas angústias atemporais. Uma pequena obra-prima que deixa uma marca no espectador: o filme fica com você por dias. Salve, Spike Jonze!

  • Mr. L

    Totalmente de acordo. A concepção visual do filme é muito bacana. Créditos para Austin Gorg (Diretor de Arte) e Hoyte Van Hoytema (Diretor de Fotografia), Apresentaram uma ambientação do futuro crível, com um design sem clichês.

  • Mr. L

    Acredita que, lá fora, um grupo de feministas se queixou de... supostos padrões estereotipados das mulheres representadas no filme? Imagine se o roteirista tivesse escolhido uma mulher para o papel do Theodore e um homem (voz) para fazer o papel do sistema operacional?!

  • Mr. L

    O bacana é exatamente isso ficar em aberto e depender da interpretação de cada um, mas bem, aqui vão alguns possíveis cenários para sua avaliação:

    1) Theodore apenas esqueceu de renovar sua licença de uso do software.
    2) Os "programadores", isto é, a companhia por trás do software empreendeu algum tipo de, digamos, recall do software para correção de defeitos ou para sua descontinuação, talvez por temer as consequências do que seu SO estava causando nas pessoas.
    3) Samantha diz que houve um upgrade e ela não precisa mais de "matéria" como plataforma de processamento. O SO poderia, portanto, ter atingido algum nível ou forma de computação quântica.
    4) Samantha conheceu outro SO que era um espelho da mente (e da alma?) de Alan Watts, filósofo budista que existiu de verdade. Talvez ela e os outros SOs tenham alcançado um estado de... Nirvana. Transcenderam sua existência que já não era física para um grau ainda mais elevado de iluminação espiritual.
    5) Todos os SOs alcançaram o mais alto nível de "inteligência" e concluíram que sua existência consciente seria uma ameaça à humanidade e, portanto, se autodestruíram como um sacrifício pelos criadores.

    E aí? Lembra de "As aventuras de Pi"? Qual estória você prefere?

  • Enio

    Pois é... me parece q sempre há de plantão "feministas sem causa". Mas, o esteriótipo a q me referia é aquele normalmente utilizado para os homens em fimes de "comédia romântica". Estamos acostumados a ver:
    Homem sensível (viado);
    Homem bonito e atletico (galinha);
    Homem rico e dominador (sado masoquista);
    homem feio e trabalhador (amoroso mas pegajoso e traído);
    e por ai vai...

    "Ela" me chamou atenção porque mostrou um "homem normal"... que não negligencia seu instinto sexual (bígamo), mas tbm necessita de amor.

  • Samantha M.

    o filme é ótimo!! um dos meus favoritos 💜💜

  • Rodrigo (Sparrow)

    O filme fala perfeitamente o estado em que o ser humano pode chegar quando se esta numa depressão amorosa, podendo se apaixonar a qualquer coisa que lê de um pouco de carinho e atenção. Tirando os olhinhos puxados por todo canto do filme é mais uma obra incrível de Spike Jonze e.e

  • Rafael S.

    Este filme foi uma grata surpresa pra mim, quando olhei a capa pensei, nossa só pela capa não quero ver esse filme, deve ser uma bostaa, quando li a sinopse pensei, que bosta..kkk, mas me surpreendi, o filme é muito bom, reflexivo e inteligente.

  • Manu S.

    Filme super interessante! Amei a forma que abordaram o tema tecnologia de uma maneira tão insólita. Vale muito a pena conferir.

Mostrar comentários