Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Ela
     Ela
    14 de fevereiro de 2014 / 2h 06min / Drama, Romance, Ficção científica
    Direção: Spike Jonze
    Elenco: Joaquin Phoenix, Amy Adams, Rooney Mara
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Assista agora
    Imprensa
    4,3 23 críticas
    Usuários
    4,5 2472 notas e 206 críticas
    Adorocinema
    5,0
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 14 anos
    Theodore (Joaquin Phoenix) é um escritor solitário, que acaba de comprar um novo sistema operacional para seu computador. Para a sua surpresa, ele acaba se apaixonando pela voz deste programa informático, dando início a uma relação amorosa entre ambos. Esta história de amor incomum explora a relação entre o homem contemporâneo e a tecnologia.
    Título original

    Her

    Distribuidor SONY PICTURES
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2013
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades -
    Bilheteria no Brasil 166 999 entradas
    Orçamento 23 000 000 $
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Online
    Alugar
    Veja todos os filmes online

    Críticas AdoroCinema

    5,0
    Obra-prima
    Ela

    Amores reais em tempos virtuais

    por Bruno Carmelo
    O drama Ela parte da história curiosa de um homem que se apaixona por uma máquina. Este mote foi amplamente discutido, defendido por alguns e ridicularizado por outros, desde que o diretor e roteirista Spike Jonze anunciou o projeto à imprensa. Felizmente, o filme não se esgota nesta ideia criativa. Ele retrata as novas configurações do amor de maneira geral, e consegue transformar o relacionamento entre o escritor Theodore (Joaquin Phoenix) e o sistema operacional Samantha (Scarlett Johansson) em um dos mais belos romances que o cinema construiu no século XXI. Fala-se muito sobre diretores que não julgam os defeitos de seus personagens, mas Spike Jonze vai além. Ele não apenas observa o seu protagonista com um olhar afetuoso, mas também o coloca em praticamente todos os conflitos afetivos, éticos e morais que uma história de amor deste tipo poderia suscitar. O roteiro magnífico explo...
    Ler a crítica
    Ela Trailer Legendado 2:24
    Ela Trailer Legendado
    76 386 visualizações
    Ela Trailer Original 2:31
    9 129 visualizações
    Ela Trailer (2) Original 2:30
    5 177 visualizações
    Ela Comercial de TV Original 0:30
    388 visualizações
    Ela Comercial de TV Original 0:30
    252 visualizações
    Ela Comercial de TV Original 0:30
    200 visualizações
    7 trailers

    Entrevista, making-of e cena

    Ela Videoclipe "The Moon Song", de Karen O. 2:21
    Ela Videoclipe "The Moon Song", de Karen O.
    12 451 visualizações
    8 vídeos
    Pela web

    Elenco

    Joaquin Phoenix
    Personagem : Theodore Twombly
    Amy Adams
    Personagem : Amy
    Rooney Mara
    Personagem : Catherine
    Olivia Wilde
    Personagem : Garota do encontro às cegas
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Jonas Bittencourt Jr.
    Jonas Bittencourt Jr.

    Segui-los 638 seguidores Ler as 412 críticas deles

    5,0
    Enviada em 14 de abril de 2019
    Her é o mais próximo de uma obra-prima que Spike Jonze jamais chegou e, provavelmente, chegará. Um filme lindo, simplesmente lindo. A necessidade humana de comunicação, de carinho e afeto, não importa de onde venha e de quem venha - e como isso resulta, sempre, em desilusão. Jonze continua um cineasta capaz de verter o absurdo em cotidiano. Complexo sem perder sua sensibilidade, consegue criar um reflexo exato do que vivemos hoje em termos ...
    Leia Mais
    Thalita Uba
    Thalita Uba

    Segui-los 50 seguidores Ler as 51 críticas deles

    5,0
    Enviada em 8 de janeiro de 2020
    A mistura perfeita entre ficção científica e romance. Assim é Ela. Leve, divertido, e, ao mesmo tempo, tenso, interessante e inteligente. Uma combinação que deu supercerto. Impossível falar desse filme sem mencionar a atuação brilhante (como quase sempre) de Joaquin Phoenix (que interpreta o protagonista). O cara é demais. Há de se falar também na ótima “atuação” de Scarlet Johansson, que dá voz a Samantha. Os diálogos entre ...
    Leia Mais
    Anderson  G.
    Anderson G.

    Segui-los 366 seguidores Ler as 262 críticas deles

    4,0
    Enviada em 18 de julho de 2016
    Muita gente diz que ‘’Ela’’ é um filme que fala sobre tecnologia, sobre futuro, etc. Errado, muito errado, ‘’Ela’’ é um filme que fala sobre relacionamento e sua fraqueza, o filme fala que o ser humano se apaixona por aquilo que ele julga perfeito, mesmo que seja um sistema operacional, mesmo sem o contato físico, ele é capaz de amar, e o filme não fala sobre o relacionamento no futuro, não, Spike Jonze não deixa claro a ...
    Leia Mais
    anderson lennon
    anderson lennon

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    5,0
    Enviada em 20 de fevereiro de 2014
    -Este filme é uma obra-prima! Merece e muito levar o Oscar por melhor roteiro, e de fato é quase "palpável" a presença de Scarlett Johansson, mesmo sem ela aparecer. Joaquin Phoenix atuando muito bem, mas deliberadamente sem "excessos" foi vital para o personagem, pois neste caso menos é mais. Pois interpretou um personagem simples, mais um no meio da multidão, e isso foi essêncial para mostrar o quão sós os seres humanos estão se ...
    Leia Mais
    206 Comentários do leitor

    Fotos

    31 Fotos

    Últimas notícias

    Mitos do Pop: Estes filmes estão conectados e talvez você não tenha percebido
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    segunda-feira, 1 de junho de 2020
    Os 20 Melhores Filmes dos últimos 20 Anos, escolhidos pelo AdoroCinema
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    quarta-feira, 1 de abril de 2020
    Relembre conosco as obras que nos encantaram nas últimas duas décadas, selecionados pela equipe que faz o site.
    Mitos do Pop: Qual é o segredo de Joaquin Phoenix?
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020
    Pouca gente sabe que o premiado ator esconde um passado obscuro e recheado de dramas pessoais.
    73 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Bruno Z.
      Nota: 8/10.
    • Luti Pelanda
      Pense num filme chato. Multiplique por dez. Agora assista!
    • Maur?cio
      Bom filme. Mostra as mazelas da solidão na vida de uma pessoa. A tecnologia supre muita coisa, mas será que ameniza a dor da solidão. Um filme provocativo, sensível que promove reflexões. Porém, acho que estendeu demais e desfecho poderia ter vindo antes. Nota 7,8
    • William Andrews
      Gostei muito, não tinha expectativa, ter expectativa estraga qualquer filme. Eu acho que o relacionamento entre homem, maquina e o mundo virtual é apenas o pano de fundo. O filme se trata de uma historia de amor verdadeiro, e de outros sentimentos como amizade, tristeza, solidão. E também vejo reflexões existenciais, o que é o amor? O que é a consciência humana? Será mesmo que somos diferentes da Samantha? O filme mostra que não, mas o filme também mostra que talvez podemos assim como ela transcender essa existência.
    • Rodryg A.
      uma boa olhada nas criticas positivas e negativas. só pelas criticas negativas... deixa quieto mesmo
    • Thiago Petherson
      Nossa! Assisti esse filme hoje, alguns anos após ter assistido pela primeira vez, e realmente acho esse filme fantástico. Um dos melhores romances que já vi, junto com Um Amor Pra Recordar e Um Dia ...
    • Lucas Eid
      Caramba nem lembrava disse, a classe achou engraçada kk
    • Matheus P.E
      Sério? Qual foi a reação da classe quando eles estavam trepando? haha
    • Jackson Lovato
      A essência do roteiro consegue ser traduzida facilmente pelo espectador com um elenco muito bom, sobretudo Samantha, na voz de Scarlett Johansson, um espetáculo. Joaquin Phoenix também não deixa a desejar. Agora que o filme é um pouco lento e cansativo, concordo, mas também não sei como poderia ser produzido de outra forma que não fosse assim. Ah, achei bastante bizarra as calças do ator, uma mais ridícula que a outra kkk. Mas enfim, o filme é realmente interessante, apenas de algumas cenas desnecessárias, outras mesmos cansativas foram importantes para a trama. A mensagem do filme foi o que mais importou. Vale a pena!
    • Senhor Ivan
      Joaquin Phoenix em mais um perfeito trabalho,e como segura bem o filme com uma atuação solitária em boa parte do tempo.-29 de Março de 2018-Dou nota 7/10
    • Manu S.
      Filme super interessante! Amei a forma que abordaram o tema tecnologia de uma maneira tão insólita. Vale muito a pena conferir.
    • Rafael S.
      Este filme foi uma grata surpresa pra mim, quando olhei a capa pensei, nossa só pela capa não quero ver esse filme, deve ser uma bostaa, quando li a sinopse pensei, que bosta..kkk, mas me surpreendi, o filme é muito bom, reflexivo e inteligente.
    • Rodrigo (Sparrow)
      O filme fala perfeitamente o estado em que o ser humano pode chegar quando se esta numa depressão amorosa, podendo se apaixonar a qualquer coisa que lê de um pouco de carinho e atenção. Tirando os olhinhos puxados por todo canto do filme é mais uma obra incrível de Spike Jonze e.e
    • Samantha M.
      o filme é ótimo!! um dos meus favoritos 💜💜
    • Enio
      Pois é... me parece q sempre há de plantão "feministas sem causa". Mas, o esteriótipo a q me referia é aquele normalmente utilizado para os homens em fimes de "comédia romântica". Estamos acostumados a ver:Homem sensível (viado);Homem bonito e atletico (galinha);Homem rico e dominador (sado masoquista);homem feio e trabalhador (amoroso mas pegajoso e traído);e por ai vai..."Ela" me chamou atenção porque mostrou um "homem normal"... que não negligencia seu instinto sexual (bígamo), mas tbm necessita de amor.
    • Mr. L
      O bacana é exatamente isso ficar em aberto e depender da interpretação de cada um, mas bem, aqui vão alguns possíveis cenários para sua avaliação:1) Theodore apenas esqueceu de renovar sua licença de uso do software.2) Os "programadores", isto é, a companhia por trás do software empreendeu algum tipo de, digamos, recall do software para correção de defeitos ou para sua descontinuação, talvez por temer as consequências do que seu SO estava causando nas pessoas.3) Samantha diz que houve um upgrade e ela não precisa mais de "matéria" como plataforma de processamento. O SO poderia, portanto, ter atingido algum nível ou forma de computação quântica.4) Samantha conheceu outro SO que era um espelho da mente (e da alma?) de Alan Watts, filósofo budista que existiu de verdade. Talvez ela e os outros SOs tenham alcançado um estado de... Nirvana. Transcenderam sua existência que já não era física para um grau ainda mais elevado de iluminação espiritual. 5) Todos os SOs alcançaram o mais alto nível de "inteligência" e concluíram que sua existência consciente seria uma ameaça à humanidade e, portanto, se autodestruíram como um sacrifício pelos criadores.E aí? Lembra de "As aventuras de Pi"? Qual estória você prefere?
    • Mr. L
      Acredita que, lá fora, um grupo de feministas se queixou de... supostos padrões estereotipados das mulheres representadas no filme? Imagine se o roteirista tivesse escolhido uma mulher para o papel do Theodore e um homem (voz) para fazer o papel do sistema operacional?!
    • Mr. L
      Totalmente de acordo. A concepção visual do filme é muito bacana. Créditos para Austin Gorg (Diretor de Arte) e Hoyte Van Hoytema (Diretor de Fotografia), Apresentaram uma ambientação do futuro crível, com um design sem clichês.
    • Mr. L
      "O sentido da vida é estar vivo. É tão claro, tão óbvio e tão simples. Mesmo assim, todo mundo não para de correr em pânico, como se fosse necessário conseguir alguma coisa além de si próprio". O pensamento é de Alan Watts, filósofo citado, ou melhor, homenageado, no filme. Grande roteiro original, execução técnica primorosa, direção de arte super bacana, interpretações genuínas, diálogos deliciosos. Adoro quando o Sci-fi se mistura a outros gêneros e usa das extrapolações da tecnologia apenas como ponte para provocar reflexões e discutir questões existenciais, principalmente quando oferece um horizonte de redenção para o homem e suas angústias atemporais. Uma pequena obra-prima que deixa uma marca no espectador: o filme fica com você por dias. Salve, Spike Jonze!
    • Enio
      Primeiro filme romântico (que eu tenha visto) com alma masculina ou ausência de esteriótipos. Sensível, profundo, questionador e sem sentimentalismo exagerado;
    Mostrar comentários
    Back to Top