Meu AdoroCinema
Ruby Sparks - A Namorada Perfeita
Sessões Trailers em destaque Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Filmes Online Curiosidades Bilheterias Filmes similares Notícias
Críticas AdoroCinema
3,5 Bom
Ruby Sparks - A Namorada Perfeita

Sensível fantasia

por Lucas Salgado

"Lembra-se como papai costumava dizer que eu tinha uma imaginação superativa?", questiona o personagem principal ao seu irmão em determinada parte do filme. Imaginação foi o que não faltou à roteirista e protagonista Zoe Kazan na construção da história. Ruby Sparks - A Namorada Perfeita é quase que um conto de fadas, com a diferença que possui muita personalidade e trata de temas sérios como solidão e a vontade de controlar a pessoa que ama.

Foto - FILM - Ruby Sparks : 205375A trama gira em torno de um escritor consagrado que tem dificuldades para começar o novo livro. Depois de uma série de sonhos, ele começa a escrever loucamente sobre uma garota inusitada chamada Ruby, que por sinal namora um sujeito que tem o mesmo nome que o autor, Calvin. Determinado dia, ele acaba surpreendido pela garota que se materializa em sua casa e faz tudo aquilo que ele descreveu no texto.

A ideia de um escritor com bloqueio criativo é pra lá de um clichê cinematográfico, estando presente em longas como Barton Fink - Delírios de Hollywood. Um personagem de livro que ganha vida também já foi visto em Mais Estranho que a Ficção. O diferencial de Ruby Sparks não é a apenas história, mas principalmente o clima e o espírito do filme. Um dos principais méritos da produção está na direção da dupla Jonathan Dayton e Valerie Faris. Eles levaram seis anos para fazer um filme depois do sucesso Pequena Miss Sunshine, mas o novo trabalho mostra que não desaprenderam. Os dois continuam, como poucos, unindo os gêneros comédia e drama.

Foto - FILM - Ruby Sparks : 205375Paul Dano, que atuou em Pequena Miss Sunshine, foi escolhido para interpretar Calvin, mas engana-se quem pensa que ele foi chamado pelos diretores. Ele é namorado de Zoe Kazan e está no projeto desde o começo, atuando como produtor executivo. Foi dele a ideia de chamar o casal de cineastas. É curioso vê-lo trabalhando novamente com Dayton e Faris, afinal ele é hoje um ator muito mais completo, tendo feito participações marcantes em obras como Sangue Negro, de Paul Thomas Anderson. Ele vive um Calvin que é a personificação do autor solitário. E quando digo solitário, quero dizer na alma. Por mais que tenha a companhia constante do irmão, do psicólogo e do editor, ele se sente um peixe fora d'água, razão pela qual mergulha de ponto no fantasioso relacionamento.

Ruby, por sua vez, é a garota dos sonhos. Bela, sensível e problemática, mas no limite de ser algo atraente em sua personalidade, como bem destaca Harry (irmão de Calvin vivido por Chris Messina). Ela é uma espécie de Zooey Deschanel ruiva e mais estranha. O elenco conta ainda com ótimas participações de Annette Bening, Antonio Banderas e Elliott Gould. Destaque da série True Blood, Deborah Ann Woll tem quase uma ponta, mas de significativa importância na trama.

Foto - FILM - Ruby Sparks : 205375Assim como em Little Miss Sunshine (no original), os diretores aproveitam todo seu background musical para fazer da trilha sonora um elemento fundamental para a história. Em entrevista exclusiva ao AdoroCinema, eles revelaram que fizeram algo totalmente diferente do padrão, chamando o compositor da trilha para a sala de edição, fazendo com que trabalhasse na música ao mesmo tempo em que iam montando o longa. O resultado é extraordinário.

Neta do lendário Elia Kazan (Sindicato de Ladrões) e filha dos roteiristas Nicholas Kazan (O Reverso da Fortuna) e Robin Swicord (O Curioso Caso de Benjamin Button), Zoe faz bonito em seu primeiro texto produzido para a tela grande. Ela conseguiu criar personagens carismáticos que despertam o interesse e o carinho do público.

Ruby Sparks: A Namorada Perfeita pode não ser tão bom quanto o filme anterior da dupla, tendo algumas quedas de ritmo claras. Mesmo assim, será difícil não se envolver com esta história de amor.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema