Meu AdoroCinema
Sindicato de Ladrões
facebookTweet
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Filmes Online Curiosidades Bilheterias Filmes similares Notícias
Sindicato de Ladrões
Direção:
Elenco: Marlon Brando, Karl Malden, Eva Marie Saint mais
Gêneros Drama, Policial, Romance
Nacionalidade Eua
Usuários
3,946 notas e 6 críticas

Sinopse e detalhes

Johnny Friendly (Lee J. Cobb) é um gângster que atua nas docas de Noa Yorl. Ele é também o chefe do sindicato, sendo assessorado por Charley Malloy (Rod Steiger), um vil advogado. Os dois usam um ex-boxeador, Terry Malloy (Marlon Brando), que é irmão de Charley, para atrair Joey Doyle (John F. Hamilton) até o telhado, onde dois capangas de Friendly o empurram para a morte. O motivo do assassinato era que assim ele nada falaria para a comissão do crime, ou seja, era um delator, e para aqueles que controlavam o sindicato merecia morrer. Terry atraiu Joey com uma certa dose de inocência, pois acreditava que os capangas iam só dar uma "prensa" nele. Edie Doyle (Eva Marie Saint), a irmã do homem assassinado, demonstra toda a sua revolta quando o padre Barry (Karl Malden) dava os últimos sacramentos para Joey. No dia seguinte Glover (Leif Erickson) e Gillette (Martin Balsam), dois membros da comissão que investiga o crime nas docas, quer interrogar Terry, mas ele diz que não tem informação para lhes dar. Logo Terry conhece Edie e começa a se sentir responsável pela morte de Joey. O padre Barry cede os fundos da igreja para os portuários se reunirem com segurança e para ver o que está acontecendo. Charley diz a Terry para que vá à reunião e lá o padre pergunta quem matou Joey Doyle. O medo faz todos silenciarem. Não tendo conseguido nada e estando prestes a encerrar a reunião, os capangas de Johnny começam a quebrar os vidros da igreja. Os poucos que tiveram coragem de ir eram atingidos por golpes de canos ou tacos de beisebol, quando saiam da igreja. Barry jura para "Kayo" Dugan (Pat Henning), um dos portuários com maior representatividade, que não irá se intimidar com tal agressão. Paralelamente nada acontece com Edie, que foi retirada da igreja por Terry. Os dois conversaram, mas o pai dela odiou saber que sua filha estava com o irmão de Charley. Ele está ansioso para que sua filha volte para o colégio, mas ela diz que não partirá até a morte do irmão ser esclarecida. Edie reencontra Terry e, apesar de ter várias coisas nele que a desagradem, há algo que não consegue definir. Porém algo deixa a situação muito tensa, pois Dugan coopera com a comissão mas, enquanto trabalhava, um engradado "acidentalmente" cai em cima dele, matando-o.
Título original On the Waterfront
Distribuidor -
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 1954
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 1 curiosidade
Orçamento 910 000 $
Idiomas Inglês
Formato de produção -
Cor Preto & Branco
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -
Recomendado para você

Elenco

Marlon Brando
Marlon Brando
Personagem : Terry Malloy
Karl Malden
Karl Malden
Personagem : Father Barry
Eva Marie Saint
Eva Marie Saint
Personagem : Edie Doyle
Rod Steiger
Rod Steiger
Personagem : Charley Malloy
Ficha completa

Críticas de usuários

Senhor Ivan
Crítica positiva mais útil

por Senhor Ivan , em 12/04/2016

4,0Muito bom

-Filme assistido em 12 de Abril de 2016 -Nota 8/10 Indicado as principais categorias no Oscar de 1956,"Sindicato dos Ladrões"... Leia mais

Dead Lucas
Crítica negativa mais útil

por Dead Lucas, em 17/09/2010

2,5Regular

É sem dúvida nenhuma uma obra magistral, com atuações soberbas e uma direção impecável. Uma história que mostra o lado humano... Leia mais

Todas as críticas de usuários
17% 1 crítica
33% 2 críticas
33% 2 críticas
17% 1 crítica
0% 0 crítica
0% 0 crítica
6 Críticas de usuários

Fotos

34 Fotos

Curiosidade das filmagens

Vários

- Sindicato de Ladrões foi inspirado em "Crime on the Waterfront", série de artigos publicados no New York Sun que rendeu a Malcolm Johnson o Pulitzer, em 1949.- O roteiro de Sindicato de Ladrões foi recusado pelo produtor Darryl F. Zanuck, na época o responsável pela 20th Century Fox. - Elia Kazan recebeu o salário de US$ 100 mil mais 25% das bilheterias para dirigir Sindicato de Ladrões.- Arthur Miller chegou a ser contratado para escrever o roteiro de Sindicato de Ladrões, mas posteriormente deixou o projeto.- Frank Sinatra chegou a estar cotado para interpretar o personagem Terry Malloy, tendo até mesmo conversado com o diretor Elia Kazan sobre o papel. A escolha por Marlon Brando foi do produtor Sam Spiegel, acreditando no maior apelo do ator junto às bilheterias.- Marlon Brando recebeu o salário de US$ 100 mil para atuar em Sindicato de Ladrões.- Este é o 3º filme em que o diretor Elia Kazan e o ator Marlon Brando trabalharam juntos. Os demais foram Uma Rua Chamada Pecado (1951) e Viva Zapata (1952). - Grace Kelly recusou a personagem Edie Doyle, tendo preferido atuar em Janela Indiscreta (1954).- Este é o último de 4 filmes em que o diretor Elia Kazan e o ator Karl Malden trabalharam juntos. Os demais foram O Justiceiro (1947), Uma Rua Chamada Pecado (1951) e Boneca de Carne (1956). - Estréia de Eva Marie Saint, Pat Hingle, Martin Balsam e Fred Gwynne no cinema.- Tony Galento, Tami Mauriello e Abe Simon eram lutadores de boxe profissionais na época das filmagens, com todos tendo enfrentado o campeão mundial Joe Louis. - É o único filme sem ser musical que teve sua trilha sonora composta por Leonard Bernstein.- O Oscar ganho por Marlon Brando posteriormente desapareceu, sendo que até hoje não se sabe se o ator o perdeu ou se ele foi roubado. Brando conseguiu recuperar a estatueta por acaso, graças ao contato de uma casa de leilões de Londres, que pretendia negociá-la.

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

Mostrar comentários