Meu AdoroCinema
O Apocalipse
Nota média
1,1
12 publicações
  • Screen International
  • Almanaque Virtual
  • Chicago Sun-Times
  • Cinema com Rapadura
  • Cinepop
  • Cineweb
  • New York Times
  • O Globo
  • Omelete
  • Rubens Ewald
  • The Hollywood Reporter
  • Variety

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

12 críticas da imprensa

Screen International

por Vic Armstrong

Com Nicolas Cage no elenco, esta refilmagem pode chamar a atenção do público cristão, mas o drama monótono e a ação pouco convincente não devem atrair espectadores mais dedicados.

A crítica completa está disponível no site Screen International

Almanaque Virtual

por Raíssa Rossi

Com atuações que vão de medíocres a péssimas do elenco inteiro, diversas forçações de barra religiosas e muitos problemas além, o único ponto positivo dos 110 maçantes minutos de filme é uma crítica feita através do pastor da igreja local sobre crer no que se prega.

A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

Chicago Sun-Times

por Christy Lemire

["O Apocalipse"] devia ter mais paixão, mais intensidade. Ele devia ter mais abelhas. Sim, o digno de vaias remake de "O Sacríficio" (2006), com Cage, parece genuinamente bom perto dessa entendiante lamúria sobre o fim dos tempos.

A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

Cinema com Rapadura

por Arthur Grieser

É inacreditável a capacidade de Nicolas Cage em escolher mal os seus papéis. Parece que o ator não tem um filtro que separe roteiros bizarros e roteiros arrumados. O que é uma pena...

A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

Cinepop

por Jeannette Catsoulis

O destino das almas desaparecidas em "The Leftovers" da HBO continua a ser um mistério tentador, mas o da localização dos desaparecidos em "O Apocalipse" [...] é logo resolvido. Nem mesmo um ato de Deus pode confundir Nicolas Cage por muito tempo.

A crítica completa está disponível no site Cinepop

Cineweb

por Rodrigo Zavala

A crise que se instaura na Terra, que remete ao caos apocalíptico, mostra-se muito mal-ajambrada, com cenas que lembram as realizadas em estúdios de atrações de parques temáticos. Porém, o que mais chama a atenção negativamente são os diálogos...

A crítica completa está disponível no site Cineweb

New York Times

por Ben Kenigsberg

Forçados a esperar pelo menos meia hora para a trama básica engatar, temos muito tempo para perceber a bizarrice dos diálogos e a falta de cuidado com a lógica.

A crítica completa está disponível no site New York Times

O Globo

por Mario Abbade

Um equívoco do começo ao fim, do tipo que provoca riso involuntário pela sucessão de absurdos. É tanto amadorismo junto que fica a certeza de que o único apocalipse real é o que Nicolas Cage vem fazendo com a sua carreira.

A crítica completa está disponível no site O Globo

Omelete

por Marcelo Hessel

Em "O Apocalipse" parece que a penitência é a única coisa que importa. Então o espectador vai ter que lidar com muito discurso dogmático - sem contar todas as cenas sem sentido e mal dirigidas...

A crítica completa está disponível no site Omelete

Rubens Ewald

por Rubens Ewald Filho

É difícil se esbarrar num filme, mesmo para os padrões de Cage, tão ruim, tão fraco, tão mal feito. [...] E olhe que estou sendo discreto. O LA Times chamou o filme nas primeiras linhas da crítica de “execrável reboot” do anterior...

A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

The Hollywood Reporter

por Frank Scheck

O arrebatamento não virá em breve para as almas infelizes forçadas a sofrer com O Apocalipse [...] Esta adaptação demonstra que um orçamento e uma estrela maiores (Nicolas Cage) não significa necessariamente fazer um material ridículo mais palatável.

A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

Variety

por Andrew Barker

"O Apocalipse" é um filme amador, exageradamente kitsch até se tornar involuntariamente cômico. Seu aspecto escatológico é a única possibilidade de se redimir nas bilheterias.

A crítica completa está disponível no site Variety
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top