Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    O Bom Dinossauro
    Críticas AdoroCinema
    3,0
    Legal
    O Bom Dinossauro

    Mais emotivo do que emocionante

    por Renato Hermsdorff
    O que os nossos brinquedos fariam quando não estamos por perto? E se o bicho papão não conseguisse voltar para “casa” depois de visitar o quarto das crianças à noite? Se a sua família tivesse superpoderes, como fazer para esconder as habilidades do restante da sociedade? Foi assim, brincando com a imaginação de crianças – e adultos! – que a Pixar construiu um line-up de longas de animação capaz de emocionar o mais duro dos habitantes do planeta, ao longo de pouco mais de 20 anos de história(s).

    O Bom Dinossauro - FotoCom O Bom Dinossauro, a premissa é: e se o asteroide que atingiu a Terra há 65 milhões de anos, extinguindo os dinossauros, tivesse errado o alvo? Um ponto de partida criativo e condizente com as especulações fantasiosas do estúdio a respeito do “cotidiano”, mas que resulta em um filme que não tem a mesma força das produções anteriores da companhia.

    Note que “não tem a mesma força das produções anteriores da companhia” não significa não ter força nenhuma. Apesar de não ser exatamente emocionante (no sentido de excitante), O Bom Dinossauro é emotivo; ou seja, apela para o coração, mais do que entrega uma experiência de diversão completa – a que a Pixar nos acostumou (ainda mais com a complexidade de Divertida Mente fresca no imaginário).

    O Bom Dinossauro - FotoNa trama, uma vez que a tragédia maior (a colisão) é evitada, conhecemos Arlo, um dino teen, e sua família. A espécie do nosso herói vive em paz com a família, tendo a agricultura como base da sobrevivência do grupo – outra boa sacada, quando o filme do diretor Peter Sohn (estreando no comando de um longa, ele é um rosto conhecido da empresa – literalmente – uma vez que, além de ter trabalhado no departamento artístico e no texto de filmes como Ratatouille e Wall-E, serviu de inspiração para o menininho de Up - Altas Aventuras) põe nas patas dos jurássicos animais o desenvolvimento da prática agrícola como inevitável.

    Após viver uma tragédia pessoal, o jovem protagonista se perde da família e – ao formar uma dupla com o humano Spot (menino, que é uma espécie de animal de estimação do dinossauro), tem como missão a jornada de volta para casa.

    O Bom Dinossauro - FotoFoi-se o tempo em que as animações eram um tipo de produção destinado única e exclusivamente ao público infantil. Os supracitados (ou referenciados) Toy Story, Monstros S.A. e Os Incríveis (só para permanecer na Pixar), por exemplo, são provas de que “desenho animado” pode agradar tanto às crianças quanto aos pais que as levam aos cinemas. E é nesse sentido que O Bom Dinossauro deixa a desejar. Com uma trama quase pueril, o resultado é “apenas” infantil.

    A aparição do Forrest Woodbush (voz do próprio Sohn), um tricerátopo meio hippie, meio nonsense, é um lampejo em meio aos personagens um tanto quanto previsíveis. Mas é só uma participação, infelizmente, desse que poderia ser o alívio cômico do filme.

    O Bom Dinossauro - FotoO foco na separação (mesmo que momentânea) da família, explorado à exaustão pelo cinema do gênero (Bambi? O Rei Leão? Em Busca do Vale Encantado – este, inclusive, protagonizado por dinossauros?) é replicado aqui com uma sensação de déjà vu. A novidade fica por conta da equipe técnica, capaz de recriar o cenário de maneira tão realista, que se confunde com o live action – num nível nunca antes visto na história dessa companhia.

    É sutil a construção das relações entre os personagens – principalmente o elo que se estabelece entre Arlo e Spot –, com o intuito de espalhar a mensagem do quão importante a família é – o que é conduzido evitando a pieguice (ufa!). No fim, fica difícil não chorar com O Bom Dinossauro; tampouco rir.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    • Leone Carter
      Eu acho que parte de cada um gostar ou não, imagina se todos fossem gostar ou todos fossem não gostar, pra mim que tenho 27 anos ADOREI o Filme por completo, nem ligo pra criticas sobre ele, ele pode passar 300 mil vezes as 300 mil vezes vou assistir, algumas partes que de fato o filme da uma resumida porque sabemos o FILME FOI FEITO PRO PUBLICO INFANTIL e não PRO PUBLICO ADULTO um Adulto tem Paciência de assistir um filme de 2 horas já uma criança não tem a mesma Paciência como temos, dificilmente um filme de animação tem 2, 3 horas agora o filme ficar focando nisso, naquilo e tal teria uma duração longa que não iria servir pra nada
    • Brayan
      Pra você me fala que por causa de acidentes as è ruim então fala de rei leão o pai do simba morre o simba quase morre e o pai do Arlo morreu mais teve sentido sim pois o pai dele queria que ele perdesse o medo e a morte do pai dele o incentivou e o filme fala sobre se superar e tem momentos triste e tudo a e também tem acidentes em procurando Nemo que odeio o Nemo não tem emoção nenhuma e o Arlo, è o unico dinossauro diferente mesmo por causa das pernas que são esquisitas e ele não é uma copia ainda mais falam que o Spot é o Mogli então o Mogli é o Tarzan por acaso,minha opinião
    • Lucas Silva
      É o filme preferido dos meus filhos no momento. Sabe aquele filme que faz qualquer menino travesso ficar sentadinho no sofá do início ao fim? É esse. O filme é tão bonito que em alguns momentos dá vontade de se transportar praquele mundo junto com o Arlo e o Spot!
    • Maria Paula Romanutti de Bande
      Concordo em cada palavra sua... Num momento desisti do filme (também desacreditando se tratar da Disney ou Pixar) mas como não gosto de criticar coisas que não vi por completo, logo de algumas horas coloquei bem onde parei e dei continuidade até o fim.Unica vez que chorei é quando ele diz sentir saudade do pai (más pra ser sincera, nem conta muito, pois na hora eu pensei na perda do meu avô que foi em Setembro e da minha avó que foi em Dezembro... e digamos que estava sensível!... do contrario tenho certeza que não teria chorado... - digamos que a palavra saudade mexeu comigo nesse momento só por isso)Concordo que descaradamente fizeram um mix de: O Rei Leão + Em busca do vale encantado + Era do Gelo + Mogli ... E se procurar, deve ter mais algum filme oculto...Neste filme, a Disney pecou muito! E concordo tb que os dinos são mal feitos...Concordo também com o detalhe do Menino Lobo...Achei perda de tempo... :/
    • João Carlos
      Ótimo filme, gostei muito pois sou pai, e o filme mostra como pai queria tirar o medo do filho, e o pai fala algumas frases marcantes.Não comparar outros filmes apenas sinta como um novo.
    • Emerson Salless
      Aí pessoal pra quem ainda não viu não liguem para os que estão falando mal do filme ,O bom dinossauro e um ótimo filme e vale a pena.
    • Kau
      Acho que ninguém conseguiu entender a essência do filme... O Arlo nasceu com medo e o objetivo dos pais era que ele perdesse esse medo e muitas coisas aconteceram na trajetória dele para que isso acontecesse. Ele encontrou com animais de coragem e com o Spot também, que ensinou com sutileza a importância das pequenas ações genuínas. Enfim, existem tantos pontos genuínos e essenciais no filme, lamentável a maioria das pessoas ter se prendido apenas a comparar com os filmes antigos da Pixar.
    Mostrar comentários
    Back to Top