Meu AdoroCinema
O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro
Média
4,2
3772 notas e 324 críticas
27% (87 críticas)
31% (99 críticas)
23% (76 críticas)
14% (45 críticas)
3% (10 críticas)
2% (7 críticas)
Você assistiu O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro ?

324 críticas do leitor

Isadora B.
Isadora B.

Segui-los 2 seguidores Ler as 3 críticas deles

5,0
Enviada em 01/05/14
Primeiramente: é o HOMEM ARANHA, não sei se tinha como ser diferente minha opinião em relação ao filme, mas achei PERFEITO! Superou minhas expectativas. Chorei muuuuito, ri bastante também. Efeitos maravilhosos, história, apesar de - pasmem - ser totalmente fiel aos quadrinhos numa cena importante, não é previsível. Enfim, indico demaaais!
Vini Bühler
Vini Bühler

Segui-los 31 seguidores Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 02/05/14
Um pouco de responsabilidade para Peter Parker Como fã e colecionador de quadrinhos, não consigo e nunca vou conseguir analisar um filme de super-herói apenas como um filme, desprezando as histórias dos gibis. É claro que os filmes são adaptações, mas o peso do roteiro recai justamente sobre o público-alvo, que são os fãs do herói em questão. Felizmente, não preciso me preocupar com isso para falar sobre “O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro”, porque o filme mostra, na telona, a exata pegada dos quadrinhos e, finalmente, um pouco da responsabilidade que veio junto com os poderes de Peter. Dirigido por Marc Webb (também diretor do primeiro filme da nova franquia do Homem-Aranha) e estrelado por Andrew Garfield (Peter Parker / Homem-Aranha), Emma Stone (Gwen Stacy), Jamie Foxx (Max Dillon / Electro) Dane DeHaan (Harry Osborn / Duende Verde), o filme teve seu orçamento em torno de US$ 210 milhões. Mesmo sendo “mais barato” que seu antecessor, que custou US$ 230 milhões, o segundo filme supera o primeiro em todos os aspectos. Aliás, não gostei do primeiro filme, mas estou escrevendo sobre o segundo e desse, sim, eu gostei demais. EHA2 inicia contando o que aconteceu aos pais de Peter. A subtrama abordada superficialmente no primeiro filme ganha sequência no novo longa, porém, também de maneira superficial, mas que deixa pontas soltas para mais continuações. Voltando a história principal, Peter Parker divide sua vida entre o tempo sendo Homem-Aranha e seu relacionamento com Gwen Stacy. O relacionamento, aliás, é o que revela o conflito interno do herói. Antes de morrer, no final do primeiro filme, o Capitão Stacy, pai de Gwen, pede para que Peter fique longe da garota. A primeira cena de ação mostra claramente a influência na versão ultimate dos quadrinhos com um Homem-Aranha no traje tradicional (incrível, aliás) jovem e piadista. Andrew Garfield, que não me passou nenhuma simpatia no primeiro filme, me convenceu dessa vez. O herói, enfim, fez valer a alcunha de “amigão da vizinhança”, com cenas hilárias em que vemos o Aranha salvando um menininho de valentões e fazendo compras resfriado. Emma Stone está brilhante. No entanto, a química do casal bate na trave e não convence. O vilão Max Dillon / Electro é bem apresentando, mas tem sua atuação um tanto forçada no início. Mesmo assim, é possível simpatizar e até ter pena do vilão, que após a transformação é muito bem retratado. São interessantíssimos os efeitos sonoros quando Electro aparece. Antes mesmo da transformação, nas vezes em que Max Dillon está em cena, ruídos ecoam junto a trilha sonora de Hans Zimmer (também autor das trilhas dos heróis Batman e Superman). As cenas de ação são incrivelmente bem feitas. Os movimentos do Homem-Aranha fluem quase como uma animação, e, aliados à fotografia do filme, dão a sensação de que se está folheando um gibi do herói do início da década de 2000. Muita cor e ambientes ensolarados são a marca do diretor de fotografia Dan Mindel. Os roteiristas Alex Kurtzman, Jeff Pinkner e Roberto Orci acertam na história, mas quase ultrapassam a linha do “compreensível” com as subtramas. São várias histórias de vários personagens ao mesmo tempo, uma porrada de informação para o espectador, mas, no final, não chegam a deixar ninguém tonto. O aparecimento de Harry Osborn é o estopim para as subtramas. Norman Osborn, pai de Harry, acometido de uma doença fatal, faz uma ponta no filme, alertando o filho que seu problema é hereditário. Assim, Harry busca a cura para sua doença e acaba se transformando no Duende Verde. Se fôssemos pelos quadrinhos, Harry seria o Duende Macabro, e Norman o Duende Verde, mas como o chefão da Oscorp não teve papel fundamental na trama, o título passa para seu filho. Dane DeHaan nos traz um Harry mimado e reprimido, que recebe na mão uma empresa de bilhões de dólares. Um personagem interessante que vai render na continuação. O final do filme é apoteótico, com uma estonteante batalha final com Electro. É também no desfecho que o herói tem, enfim, sua efetiva lição de responsabilidade. No primeiro filme, tio Ben, embora tenha abordado o assunto, não citou a clássica frase: “Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”, mas agora Peter teve a prova de que ser o Homem-Aranha tem seu preço. A lição vai além da máxima de o herói não poder ficar com a mocinha por querer protegê-la, abordada no primeiro filme e também na trilogia anterior. Dessa vez, o Homem-Aranha realmente sente o peso de sua escolha. “O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro” é a melhor adaptação do universo do Homem-Aranha para os cinemas justamente por trazer mais dos quadrinhos para a tela. Os fãs mais fervorosos, assim como eu, ainda ficaram com a angustiante ansiedade para outra continuação. É um filme completo, divertido e empolgante, como as melhores histórias em quadrinhos do escalador de paredes.
Jefferson Antunes.
Jefferson Antunes.

Segui-los 7 seguidores Ler as 2 críticas deles

5,0
Enviada em 02/05/14
Esse filme é ESPETACULAR, todos os elementos dele foram bons, os efeitos foram perfeitos ainda mais assistindo 3D. Filme emocionante em todos os sentidos desde a ação até o drama.
Vitor Hugo N.
Vitor Hugo N.

Segui-los 4 seguidores Ler as 2 críticas deles

5,0
Enviada em 01/05/14
simplesmente fantástico devem assisti o filme tem um belo humor, um drama ótimo e atores fantasticos
Caio C.
Caio C.

Segui-los 10 seguidores Ler as 4 críticas deles

5,0
Enviada em 15/02/14
MARC WEBB ACERTA E FAZ UM HOMEM ARANHA DIGNO DE ESTAR NOS CINEMAS Depois da triologia de sam raimi,homem aranha ganhou um reboot de seu filme com andrew garfield vivendo o papel de peter parker muito bem atuando se encaixou perfeitamente no esse ano de 2014 será lançado o segundo filme e pra começar não esperava muito mas depois de ter visto na CFM (Conferencia de Filmes da Marvel) eu adorei um roteiro otimo onde voce se diverte com a ação o tempo todo e ao mesmo tempo com a comedia sem duvida marc webb fez certo em mudar a historia do aranha sem duvida nehuma. -ponto forte o filme tem ação o tempo todo com o peter ironico a comedia se encaixa perfeitamente e deixa um filme divertido de se ver eletrizante e não um filme sonolento que faz voce querer se esganar a cada cena que passa uma otima diversão. -ponto fraco rhino e duende verde deixam claro que estão ali para fazer o filme ter mais ação e mais nada acho que não tinha nescessidade de botar eles num enrredo tão grande. RESUMO FINAL UM FILME OTIMO VALE A PENA SAIR DE SUA CASA PARA IR AO CINEMA ASSISTIR UMA OTIMA IDEIA PRO FIM DE SEMANA NOTA:9,3 Todos os direitos estão reservados a MARVEL Every directy so reservativi for the MARVEL
Victor R.
Victor R.

Segui-los 43 seguidores Ler as 3 críticas deles

5,0
Enviada em 02/05/14
Sempre fui fã do homem aranha, todos os filmes são muito bons mas esse realmente superou expectativas. Simplesmente excelente.
Senhor Ivan
Senhor Ivan

Segui-los 490 seguidores Ler as 2 819 críticas deles

4,0
Enviada em 16/05/14
Em 2012,quando a Sony,decidiu lançar mas uma nova aventura do aracnídeo ai,confesso que fiquei meio curioso com o novo andamento da aventura.O resultado do primeiro episódio,foi uma história lenta,e sem emoção todo o esquema do elenco e o segundo filme,o capricho é bem mas visí Peter,ainda continua a ser o grande herói daquela ando tudo,e todos.A ação não é premeditada,como em seus filmes ém bastante drama por parte do casal isso também dá um certo tipo de animação e charme a história do chegar a um final que chegou,a história foio bem inimigos são outro ponto bem animador,mesmo com pouca aparição de ambos,mas suas aparições torna o filme realmente efeitos são verdadeiramente lindos e cheios de cores,onde se mistura ao efeitos 3d que também realmente funciona,e não está apenas para enganar.
William M.
William M.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 02/05/14
surpreendente, simplesmente incrível. o melhor sobre o homem aranha. rico nos elementos necessários para compreender o personagem e os acontecimentos em volta dele. todos tem que assistir!!!
Fabricio  S.
Fabricio S.

Segui-los Ler a crítica deles

4,0
Enviada em 01/05/14
Bom,acabei de sair do cinema que acabo de ver o filme,já deixo claro que não sou crítico de cinema nem nada,mas finalmente retorna o filme de um dos heróis mais queridos de todos os tempos,o filme primeiramente mostra que Andrew está bem mais firme no papel,e como herói se mostra bem cômico fazendo piadinhas sempre que pode,e se mostrando um herói bem mais "espetacular" em relação ao primeiro filme,o longa tem uma pegada bem diferente,principalmente pela história,que dessa vez envolve muito mais os pais de Peter,e ainda mais 3 vilões,o que estaria ai um dos principais pontos para o filme desse ano,como seria de ser esperado,cada um deles: Electro, Duende verde, Rhino, tiveram diferentes níveis de participação na trama, tendo em destaque electro que teve enfoque maior,tendo sua história desenvolvida desde o começo do filme,e logo após vem o duende verde, sendo Harry osborn, que tem uma doença herdada do pai, já sobre o rhino, não tem muito o que falar, pois não teve grande participação no filme, que acredito que tanto o duende quanto o rhino apenas foram adições ao filme para introduzir algumas surpresas para o próximo filme,e para uma eclosão do universo do cabeça de teia, que pode ser percebido por qualquer um que prestar bastante atenção nos detalhes mostrados,o filme também não peca no visual, mostrando a nova roupa do herói, que aproxima os fãs muito mais à primeira trilogia, já os efeitos são bastantes bonitos, tendo destaque novamente no vilão electro, que na minha opnião, foi bem formulado na questão de roteiro, e efeitos. spoiler: Uma coisa que me chamou a atenção foi a imersão que você tem em relação à Peter e sua paixão Gwen, pois já era esperado, mais confesso que me senti bem triste após a morte da personagem de Emma na trama.não me recordo de pontos negativos gritantes no filme, algo que pode ser efeito do meu fanatismo pelo herói, mas fora isso o filme é muito bom, mantém bem a linha de ação e drama, e Marc webb,que o parabenizo pelo trabalho, está conseguindo guiar muito bem a nova trilogia, com o que foi feito por Sam Raimi
Diego Paiva
Diego Paiva

Segui-los 14 seguidores Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 01/05/13
Bom, se Gwen Stacy morrer, vai haver lágrimas no cinema. Tudo indica que sim, mas vamos esperar pra ver. Parece que vai ser melhor que o primero, é esperar até 2 de maio de 2014 pra ver.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top