Meu AdoroCinema
    Solteiros com Filhos
    Críticas AdoroCinema
    3,5
    Bom
    Solteiros com Filhos

    Humor boca suja

    por Lucas Salgado

    Solteiros com Filhos foi dirigido, escrito e estrelado por Jennifer Westfeldt, conhecida pela comédia dramática Beijando Jessica Stein, e reafirma o interesse dela num humor com pitadas de drama. Aqui, ela inclui ainda a boca suja da turma de Missão Madrinha de Casamento, no caso Kristen Wiig, Maya Rudolph, Chris O'Dowd e Jon Hamm. E o resultado é bem satisfatório, embora derrape um pouco no desenvolvimento final - que também era um problema de Jessica Stein.

    A história é simples, mas eficaz: Julie (Westfeldt) e Jason (Adam Scott) são dois grandes amigos que certo dia veem que as outras pessoas de seu grupo de convivência têm a vida abalada radicalmente após terem filhos. Solteiros, eles sonham em ter filhos, mas não querem que os mesmos acabem com suas relações com os futuros cônjuges. Assim, decidem ter uma criança juntos, dividindo o carinho e as responsabilidades, sem interferir na relação de um com outro.

    A dinâmica entre Scott e Westfeldt é o grande trunfo da produção, passando ao espectador que são sim grandes amigos, principalmente pela forma que provocam um ao outro. Por isso, incomoda quando a trama passa a criar pequenas situações para abalar a relação.

    É importante destacar que o filme segue Missão Madrinha de Casamento apenas no quesito "boca suja", com os personagens falando barbaridades em cena, mas sempre em função do humor. Aqui, temos uma condução mais leve, sem investir do exagero ou em sequências escatológicas. Para o pessoal que gosta da comédia citada, será curioso ver Kristen Wiig num papel quase dramático. A estrela do Saturday Night Live interpreta Missy, uma amiga de Julie e Jason que se mostra infeliz no casamento com Ben (Jon Hamm, que traz a mesma presença que tanto cativa no seriado Mad Men). O outro casal da história é formado por Leslie (Rudolph) e Alex (O'Dowd), que também apresentam uma dinâmica muito boa.

    Um dos principais méritos do longa é convencer os espectadores de que a relação entre Julie e Jason é antes de tudo uma grande amizade. Por isso, incomoda tanto quando abandona tudo em prol de um draminha meloso que vai de encontro às próprias personalidades dos personagens. Com pose de moderno, é prejudicado por um desfecho clichê e totalmente ordinário, desses que já vimos mil vezes em comédias românticas. Só não cai na chatice total porque, neste momento, você já está suficientemente envolvido para abandonar a história. E isso só acontece por causa das presenças de Jennifer Westfeldt e, principalmente, Adam Scott. O ator já havia provado seu talento cômico na série Parks and Recreation e agora se mostra preparado para ser o protagonista de um filme.

    Friends with Kids (no original) conta ainda com as participações de Edward Burns e Megan Fox, que cumpre bem a função de "ser gostosa" e ainda consegue agradar o espectador. O mesmo ocorre com Burns, por isso incomoda o fato dos dois personagens serem abandonados pelo roteiro.

    No final das contas, salvam-se todos, inclusive, o filme. Mas é inegável que poderia ser ainda melhor. Se você estiver esperando uma comédia romântico do estilo da Meg Ryan ou da Reese Witherspoon, esse não é um longa para você. Aqui, você encontra personagens menos artificiais e, por isso, com uma boca mais suja.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top