Meu AdoroCinema
Caça aos Gângsteres
Críticas AdoroCinema
3,0
Legal
Caça aos Gângsteres

Estilo acima de tudo

por Lucas Salgado

Após duas divertidas comédias, Zumbilândia e 30 Minutos ou Menos, o diretor Ruben Fleischer resolveu inovar e investir em um intenso drama de máfia. Caça aos Gângsteres é um filme com uma concepção visual interessantíssima, jogando sempre com as cores fortes e técnicas cinematográficas, como a câmera lenta.

Foto - FILM - Gangster Squad : 186168Reforçando o caráter visual da produção, o cineasta optou por inserir uma violência bruta na tela, que é representada não só pelo sangue que jorra sequência após sequência, mas também por utilizar diálogos sérios e pesados. Um bom exemplo disso é visto logo no início da produção, quando uma angelical dona de casa diz para o marido que ele é um diabo na cama. Ali, o filme mostra que não está para brincadeiras e que não pretendia "hollywoodilizar" a trama.

O longa se passa em Los Angeles, no final dos anos 40, quando o líder da máfia Mickey Cohen (Sean Penn) resolve expandir seu negócio pela costa oeste dos Estados Unidos. Em LA, ele compra políticos e policiais em seu jogo de dominação, parecendo estar acima da lei. É quando um grupo de policiais honestos é formado para, por trás dos panos, acabar com os negócios do gângster.

Vivido intensamente por Josh Brolin, John O'Mara lidera o grupo, que conta ainda com as presenças de Jerry (Ryan Gosling), Conway (Giovanni Ribisi), Coleman (Anthony Mackie), Max (Robert Patrick) e Navidad (Michael Peña). O longa dá o devido destaque a todos os personagens, mas como não poderia deixar de ser o foco fica mesmo em Brolin e Gosling.

Foto - FILM - Gangster Squad : 186168Enquanto que O'Mara vive um casamento feliz com Connie (Mireille Enos), Jerry é o típico solteirão, que não tem medo de se envolver nem mesmo com uma jovem envolvida com Mickey. O moça em questão é vivida por Emma Stone, que surge estonteante em cena, por mais que sua personagem não seja muito complexa.

Gangster Squad (no original) tem como principal defeito o roteiro escrito por Will Beall, conhecido pelo trabalho na série Castle. Fica a impressão que o filme deveria ter se preocupado um pouco menos com o visual e um pouco mais com o texto. Isso evitaria cenas em que um policial e um gângster atiram um contra o outro e só acertam ornamentos natalinos que estão pelo caminho. A cena lembra bastante aquela em que Woody Harrelson, Jesse Eisenberg, Abigail Breslin e a própria Emma Stone destroem uma loja em Zumbilândia.

De qualquer modo, o filme é interessante e diverte em alguns momentos. Historicamente, merece ser visto ao lado de Os Intocáveis, de Brian De Palma, que se passa no mesmo período, mas retrata o ocorrido na costa leste norte-americana. É claro que como cinema não há comparações, uma vez que a produção estrelada por Kevin Costner, Sean ConneryRobert De Niro é extraordinária.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

  • Gabriel S.

    Muito bom o filme, figurino e cenários maravilhosos, ainda mais ambientado aos anos 50, uma empolgada caçada dos "justiceiros" contra o crime, a quase 2 horas passaram voando. Apenas acho que deviam explorar mais o vilão da estória, a origem, o crescimento até onde chegou,  e a cena do tiroteio natalino (que lembrou muito Matriz), já é uma marca do Will Beall. phodastisco!

  • Gustavo Henrique M.

    Muito bom, a cena da perseguição com os carros dos anos 40 ficou ótima, tema bem semelhante com "os intocáveis", ambos são ótimos filmes, super recomendado. 

  • bjames

    Filme muito bom!!! Gostei de tudo, as atuações foram um show à parte....Muito bom mesmo, super recomento à todos.

Mostrar comentários
Back to Top