Meu AdoroCinema
O Espião Que Sabia Demais
Curiosidades, bastidores, novidades, e até segredos escondidos de "O Espião Que Sabia Demais" e da sua filmagem!

Origem

Baseado em livro homônimo de John le Carré (O Jardineiro Fiel).

O livro já havia sido adaptado anteriormente para a TV, no formato de minisérie, em Tinker, Tailor, Soldier, Spy (1979).

Orçamento

Seu orçamento foi de US$ 30 milhões.

Elenco

Os produtores ficaram 18 meses sem encontrar o intérprete ideal para George Smiley. Eles já estavam a ponto de desistir do filme quando o produtor Tim Bevan sugeriu Gary Oldman para o papel.

Para se preparar para o filme Gary Oldman analisou a interpretação de Alec Guinness na minissérie televisiva, além de encontrar pessoalmente com le Carré.

Gary Oldman testou centenas de óculos antes de encontrar o modelo ideal para seu personagem.

Foi oferecida uma peruca para que Oldman compusesse o personagem, mas ele preferiu usar uma substância que tornava seu cabelho grisalho com uma aparência mais natural.

John Hurt chegou a ser cotado para o personagem George Smiley, mas acabou ficando com Control.

Michael Fassbender chegou a ser contratado para interpretar o personagem Ricky Tarr, mas teve que desistir do papel devido às filmagens de X-Men: Primeira Classe (2011). Ele foi substituído por Tom Hardy, que foi indicado pelo produtor Tim Bevan.

Jared Harris foi contratado para interpretar Allenine, mas teve que desistir do papel devido a conflitos na agenda de filmagens de Sherlock Holmes - O Jogo de Sombras (2011). Em seu lugar foi contratado Toby Jones.

John le Carré, autor do livro o qual O Espião que Sabia Demais é baseado, aparece em uma pequena ponta, como um convidado bêbado em uma festa de Natal.

Equipe

É o primeiro filme em língua inglesa dirigido por Tomas Alfredson.

Peter Morgan escreveu um tratamento para o roteiro e iria também escrever a versão final, mas a morte de um integrante da família fez com que se afastasse da função. Ele permaneceu ligado ao filme, mas apenas como produtor executivo.

O diretor Tomas Alfredson buscou criar no filme uma atmosfera similar a que percebeu quando visitou Londres pela primeira vez, na década de 70, com ruas sujas e mal iluminadas, repletas de sombras.

Tomas Alfredson pediu ao autor John le Carré que escrevesse parte do diálogo presente na conferência do Circo.

O produtor Tim Bevan citou A Conversação (1974) e O Conformista (1970) como filmes que influenciaram visualmente O Espião que Sabia Demais.

O filme é dedicado à roteirista Bridget O'Connor, que faleceu de câncer pouco após o término de seu trabalho no filme.

Gravações

Nas filmagens foram usadas barracas do exército localizadas no norte de Londres. Como se tratava de uma área vasta e barata, os produtores chegaram a alugar prédios inteiros para servirem de locação.

Exibições

Foi selecionado para a mostra competitiva do Festival de Veneza 2011.

Prêmios

BRITISH INDEPENDENT FILM AWARDS
2011
Ganhou
Melhor Cenografia

Indicações
Melhor Filme Britânico Independente
Melhor Diretor - Tomas Alfredson
Melhor Ator - Gary Oldman
Melhor Ator Coadjuvante - Tom Hardy e Benedict Cumberbatch
Melhor Atriz Coadjuvante - Kathy Burke

Curiosidades de filmes mais lidas dos últimos 30 dias
  • Superação - O Milagre da Fé (2019)
  • Vingadores: Ultimato (2019)
  • After (2019)
  • A Maldição da Chorona (2019)
  • Cemitério Maldito (2019)
  • A Cinco Passos de Você (2019)
  • De Pernas pro Ar 3 (2018)
  • Capitã Marvel (2019)
  • Vingadores: Guerra Infinita (2018)
  • O Gênio e o Louco (2019)
  • A Paixão de Cristo (2004)
  • Cópias - De Volta à Vida (2018)
  • Dumbo (2019)
  • Cinquenta Tons de Cinza (2015)
  • Nasce uma Estrela (2018)
  • Um Tio Quase Perfeito (2016)
  • Cinquenta Tons de Liberdade (2018)
  • O Menino que Descobriu o Vento (2019)
  • Tomb Raider - A Origem (2018)
  • O Mau Exemplo de Cameron Post (2018)
Back to Top