Meu AdoroCinema
O Espião Que Sabia Demais
Média
3,6
214 notas e 19 críticas
21% (4 críticas)
26% (5 críticas)
11% (2 críticas)
21% (4 críticas)
5% (1 crítica)
16% (3 críticas)
Você assistiu O Espião Que Sabia Demais ?

19 críticas do leitor

Joana A.
Joana A.

Segui-los 6 seguidores Ler as 3 críticas deles

2,5
Enviada em 13/01/14
Existem filmes que exigem a atenção máxima do público para que possa haver uma compreensão melhor do mesmo. Este, porem, mesmo que você fique atento a todo momento, pouco consegue entender a trama, além de que depois de uns 20 minutos começa a lhe dar um sono e um tedio de outro mundo. O que salva esse filme são as belíssimas atuações do querido Gary Oldman, e do nosso majestoso Colin Firth.
Fabio S.
Fabio S.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 15/01/15
Ótimo filme e com um elenco de peso. Quem está procurando um filme com cenas de ação deve ficar longe desse filme, a narrativa é lenta mas nem por isso deixa de ser um filme brilhante com tema na guerra fria e uma ótima ambientação. Um retrato fiel do que foi a época em que a confiança valia mais que tudo. recomendo!
Rafael F.
Rafael F.

Segui-los 2 seguidores Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 04/12/12
O que pode-se dizer deste maravilhoso filme, onde Gary Oldman mostra todo seu talento e eficiência como um grande ator, acompanhando por um elenco impecável. Descrito como o anti-bond, George Smile, é um excelente personagem criado por John Le Carré, que pode nos surpreender, é o Gary o faz com naturalidade e perfeição. Também não podemos nos esquecer de Toby Jones, Ciarán Hinds, que talvez seja o único com uma atuação quase perfeita, Mark Strong, David Dencik, John Hurt, Benedict Cumbebatch e Colin Firth que mostra, novamente, seu incrível talento que o adquiriu desde, na minha opinião, O Discurso do Rei. Resumindo todo o filme é ótimo mas, em minha opinião, o diretor Tomas Alfredson não aproveita todo o repertório que possui, talvez por sua falta de experiência em dirigir atores e história como esta, mas nem mesmo esse minúsculo problema consegue impedir a perfeição deste que é um dos melhores filmes de espiões de todos os tempos. Bond que se cuide !!!
Newton J.
Newton J.

Segui-los 5 seguidores Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 27/01/15
Não entendo as pessoas que dizem que o filme é difícil de entender. Quem quer ver um filme de espião fácil de entender tem de assistir o James Bond! O filme é claramente baseado na história real de Kim Philby, um espião traidor britânico, o Colin Firth tem alguma semelhança física com ele isto me fez descobrir o traidor quase instantaneamente. Pesquisem por Kim Philby no google e talvez consigam entender melhor o filme.
hugofranca06
hugofranca06

Segui-los Ler as 5 críticas deles

3,0
Enviada em 10/05/17
O filme conta com um grande elenco. Mas para entende - lo é necessário atenção ao pouco diálogo e as cenas visuais. Também se situar no tempo, pois algumas vezes o filme volta ao passado. Tem uma pegada bem lenta, um bom drama e um enredo muito bom. As interpretações também dispensam comentários. Detalhe pra Mark Strong numa grande forma. Pra quem gosta de um filme com uma pegada mais lenta, pouco diálogo, muitos detalhes e de espionagem, esse é um prato cheio. Eu prefiro o estilo Tarantino de contar a história.
Neto S.
Neto S.

Segui-los 51 seguidores Ler as 770 críticas deles

2,5
Enviada em 09/10/15
Passado em 1973, em plena Guerra Fria, o longa gira em torno de George Smiley (Gary Oldman), um veterano da divisão de elite do serviço secreto inglês conhecida como Circo. Após a morte de seu ex-chefe e de alguns fracassos em missões internacionais, ele é chamado para desvendar um mistério sobre a identidade do agente duplo que, durante anos, trabalhou também para os soviéticos. Todos à sua volta são suspeitos, mas, como bons espiões que são, foram treinados para dissimular e trabalhar em condições de extrema tensão. Eu Esperava Mais Desse Filme , Tem uma Historia Boa e um Elenco Excelente , Mais eu nao Gostei Muito Nota 5.5
Khemerson M.
Khemerson M.

Segui-los 20 seguidores Ler as 72 críticas deles

4,5
Enviada em 28/12/14
O Espião que Sabia Demais é um thriller de espionagem cujos personagens constantemente locomovem-se ou são enquadrados pelos cantos do quadro, esgueirando-se até o momento de surgirem, dominantes, no centro da imagem. Nesse aspecto, é comum estes indivíduos encontrarem-se parcialmente encobertos por sombras e fotografados em cores frias que justificam sua ambigüidade, numa narrativa onde o imprevisível é a única certeza que rege aquele universo. Baseado no Best Seller de John Le Carré e adaptado por este e Peter Straughan, o filme, ambientado em plena Guerra Fria, conta a história do agente do Serviço Secreto britânico George Smiley que, após uma missão mal-sucedida de um agente vinculado ao seu grupo – denominado Circus – é encarregado de descobrir quem da inteligência britânica é um espião duplo a serviço da espionagem soviética. Contudo, como todos ali são teoricamente suspeitos, os esforços de Smiley deverão ser minuciosamente calculados, para que este seja bem-sucedido em sua investigação... (LEIA O RESTANTE DO TEXTO NO LINK ABAIXO!)
Daniel Caetano V.
Daniel Caetano V.

Segui-los 5 seguidores Ler a crítica deles

2,0
Enviada em 18/05/13
Muito, mas muito confuso. Do início ao fim. A história é excelente mas assistir e tentar entender é um exercício constante e cansativo.
Romulo D.
Romulo D.

Segui-los 4 seguidores Ler as 2 críticas deles

4,5
Enviada em 16/04/13
Elenco e direção maravilhosos, grande destaque ao Gary Oldman em sua maneira épica de interpretar Smiley. Filme envolvente e altamente prazeroso.
Senhor Ivan
Senhor Ivan

Segui-los 493 seguidores Ler as 2 819 críticas deles

1,5
Enviada em 23/02/13
Já estamos bem acostumados a acompanhar essas histórias,e ainda mas quando se trata de uma verdadeira história.O filme começa bem empolgante,mas com o passar de poucos minutos o filme se transforma em um péssimo filme.Gary Oldman foi uma das melhores coisas que existe no filme,pois mesmo em filme ruim,suas atuações são de um grande espião.(*Ruim).
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top