Meu AdoroCinema
It - A Coisa
Nota média
3,6
30 publicações
  • Chicago Sun-Times
  • Screen International
  • Almanaque Virtual
  • CineClick
  • Cinema com Rapadura
  • Cinema em Cena
  • Cinemascope
  • Cinepop
  • Cineweb
  • Collider
  • Críticos.Com.Br
  • Critikat.com
  • Omelete
  • ScreenCrush
  • The Playlist
  • Washington Post
  • Cineplayers
  • New York Times
  • Papo de Cinema
  • Screen Rant
  • The Hollywood Reporter
  • Boston Globe
  • Estado de São Paulo
  • O Globo
  • Preview
  • Télérama
  • The Guardian
  • Veja
  • Variety
  • Folha de São Paulo

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

30 críticas da imprensa

Chicago Sun-Times

por Richard Roeper

Fechar seus olhos não funcionará. [...] Aterrorizante, comovente, emocionante [e] sóbrio. [...] ["It - A Coisa "] me prendeu desde o seu início, raramente perdendo seu ritmo.

A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

Screen International

por Tim Grierson

Assustador, mas também emocionalmente visceral, o filme articula convulsamente as ansiedades universais associadas à adolescência. [...] Consistentemente, persuasivamente enervante, ["It - A Coisa"] transforma o drama do processo de crescimento em um pesadelo.

A crítica completa está disponível no site Screen International

Almanaque Virtual

por Filippo Pitanga

Que agradável surpresa. A estética do pesadelo nunca foi tão deslumbrante. [...] Filme de terror não é feito só de susto ou cenas de impacto, e sim de ambientação e crônicas sociais através das metáforas críticas que o realismo fantástico consegue passar mais impunemente.

A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

CineClick

por Daniel Reininger

"IT - A Coisa" é uma grande adaptação de Stephen King e captura muito bem o espírito da obra original. A trama dos garotos é o grande destaque do filme e a forma como eles interagem e se descobrem enquanto desvendam os assassinatos fazem do filme algo nostálgico e fora do óbvio ao mesmo tempo.

A crítica completa está disponível no site CineClick

Cinema com Rapadura

por Robinson Samulak Alves

“It: A Coisa” é a primeira parte de uma história com muitos elementos e personagens marcantes. A opção por construir o terror a partir do medo de cada um dos protagonistas é o principal mérito e, nesse sentido o filme entrega uma ótima experiência.

A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

Cinema em Cena

por Pablo Villaça

Como naquela obra, diga-se de passagem, os adultos presentes em It se mostram ou ausentes ou hostis – e até as demonstrações de amor (ou “amor”) adquirem um caráter excessivamente sufocante, como no caso da mãe superprotetora de Eddie.

A crítica completa está disponível no site Cinema em Cena

Cinemascope

por Sttela Vasco

Com muito humor, um pouco de drama e até romance, "It" parece a união dos mais diferentes clássicos do gêneros – muitos deles dos próprios anos 80. É como se "Conta Comigo", "Goonies" e "A Hora do Pesadelo" tivessem dado as mãos, se unido a uma criatura maligna vestida de palhaço e virado filme.

A crítica completa está disponível no site Cinemascope

Cinepop

por Renato Marafon

Entregando mais drama do que terror, "It – A Coisa" é um blockbuster bem realizado e dirigido que consegue nos apresentar protagonistas aprofundados e interessantes, que nos manterão presos na cadeira durante toda a sua jornada pelo medo.

A crítica completa está disponível no site Cinepop

Cineweb

por Alysson Oliveira

Com uma narrativa de mais de duas horas, Muschietti tem tempo suficiente para desenvolver seu grupo central, criando personagens densos, de forma que seus medos, quando vêm à tona, não sejam gratuitos nem uma mera desculpa para cenas de terror.

A crítica completa está disponível no site Cineweb

Collider

por Matt Goldberg

"It" é um filme lindo com o diretor de fotografia Chung-Hoon Chung fazendo com que a cidade de Derry pareça terrestre e ao mesmo tempo de outro mundo. Trabalhando com Muschietti, os dois são capazes de criar momentos assustadores, mas sem nunca passar do limite.

A crítica completa está disponível no site Collider

Críticos.Com.Br

por Hamilton Rosa Jr.

O diretor tira do horror a materialidade, fazendo-o abstrato e indeterminado - o que torna o filme interessante. [...] Nesses pequenos momentos “It: A Coisa” reafirma o horror como algo mais do que artimanhas surradas que andam desfilando nas telas.

A crítica completa está disponível no site Críticos.Com.Br

Critikat.com

por Fabien Reyre

"It - A Coisa" apresenta um aspecto sombrio e asfixiante, incomum em filmes deste gênero. Ele consegue misturar nas mesmas cenas o prazer inocente de um trem fantasma e a angústia própria à melancolia adolescente.

A crítica completa está disponível no site Critikat.com

Omelete

por Thiago Romariz

"It - A Coisa" não é uma obra-prima do medo. Isso, porém, não acontece por problemas de execução ou roteiro falho. Na verdade, essa nova versão tem uma suave aura de terror rondando um carismático grupo de crianças em busca de aventuras.

A crítica completa está disponível no site Omelete

ScreenCrush

por Britt Hayes

É extremamente bem-sucedido graças a um elenco de crianças incrivelmente talentosas e suas divertidas - e profanas - brincadeiras. Elas trazem leveza (e coração) para os momentos mais amedrontadores e formigantes do filme...

A crítica completa está disponível no site ScreenCrush

The Playlist

por Drew Taylor

Mas, mesmo com essas pequenas queixas, é difícil negar que "It" é qualquer além de um triunfo. O trabalho é impecável, os desempenhos são incrivelmente fortes [...], e a fidelidade ao material de origem, mais espiritual que específica, é admirável...

A crítica completa está disponível no site The Playlist

Washington Post

por Michael O'Sullivan

"It - A Coisa" é como um pesadelo, curado de um catálogo de metáforas de filmes de terror [...] Se ele não reescreve as regras do horror, [no mínimo] chama a atenção para elas, de uma maneira que não é apenas gritante, mas também barroca.

A crítica completa está disponível no site Washington Post

Cineplayers

por Bernardo D.I. Brum

Um dos maiores problemas que o filme “paga o pato” é ser ao mesmo tempo um filme de formação pré-adolescente e um terror encerrados em pouco mais de duas horas, o que narrativamente o faz suar para introduzir tantos conflitos diferentes dos personagens e tantos aspectos mitológicos a serem explicados...

A crítica completa está disponível no site Cineplayers

New York Times

por A.O. Scott

Os monstros do cinema se assemelham um ao outro mais e mais, e filmes de gêneros distintos se sentem cada vez mais presos dentro do esperado. A sequência climática de "It - A Coisa" sacrifica o arrepio do filme de terror para dar lugar a um filme de ação bombástico, encenando uma grande luta em um espaço cavernoso.

A crítica completa está disponível no site New York Times

Papo de Cinema

por Marcelo Müller

Curiosamente, a singularidade dos medos ganha pouco relevo, perdendo em importância à construção da amizade que propicia aos colegas encararem com alguma chance de êxito o perigo secular. O filme possui ótimos momentos, em que cativa e amedronta, mas tem dificuldade para integrar as suas instâncias.

A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

Screen Rant

por Sandy Schaefer

A decisão de dividir o enorme material de King em dois foi uma decisão inteligente, pois permite que Muschietti entregue uma sólida experiência cinematográfica de terror aqui - sem ter que sacrificar muito da substância do livro de King no processo...

A crítica completa está disponível no site Screen Rant

The Hollywood Reporter

por John DeFore

Trata-se de um thriller sólido que funciona melhor quando está mais envolvido nas preocupações de seus heróis adolescentes. [...] os recém-chegados que foram mimados pelas oito horas ricamente desenvolvidas de "Stranger Things" podem se perguntar qual deveria ser o grande problema [do filme].

A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

Boston Globe

por Tom Russo

As renderizações de preocupações e ansiedades juvenis são tão honestas, que é decepcionante que os adultos do filme - o pai predador de Bev, a mãe dominadora de Eddie, etc. - não sejam observados com tanta atenção. O personagem maléfico de Skarsgård não é o único palhaço assustador aqui.

A crítica completa está disponível no site Boston Globe

Estado de São Paulo

por Luiz Carlos Merten

Se não fosse o mau gosto com um tema da maior relevância, "It – A Coisa" poderia ser definido (o filme) como ‘transgênero’. É terror, aventura, eventualmente comédia.

A crítica completa está disponível no site Estado de São Paulo

O Globo

por Redação

O diretor Andy Muschietti (“Mama”) optou por focar a narrativa na parte que envolve as crianças, deixando os adultos para um segundo filme. [...] As falhas estão na trilha, que pontua com exagero as cenas de terror, e na falta de uniformidade no ritmo da história.

A crítica completa está disponível no site O Globo

Preview

por Roberto Cunha

Dirigido pelo argentino Andy Muschietti, [...] "It" (título original) tem na excelente ideia do escritor seu maior trunfo. Essa coisa de o medo assombrar na figura do palhaço permanece forte e potencializada por temas como luto, abuso sexual, hipocondria, bullying, entre outros...

A crítica completa está disponível no site Preview

Télérama

por Frédéric Strauss

Ficamos de queixo caído diante deste catálogo de violências de todos os tipos, que renderam ao filme uma proibição aos menores de 12 anos. O diretor parece não medir a dureza de suas cenas.

A crítica completa está disponível no site Télérama

The Guardian

por Peter Bradshaw

O problema é que quase tudo aqui parece coisas que já vimos em outros filmes de terror: palhaços assustadores, casas antigas assustadoras, banheiros assustadores.

A crítica completa está disponível no site The Guardian

Veja

por Tiago Faria

No meio do caminho entre o seriado "Stranger Things" e o drama "Conta Comigo", o filme fica devendo uma visão mais original para a obra de King, embora dê à plateia o que ela deseja: uma Sessão da Tarde endiabrada.

A crítica completa está disponível no site Veja

Variety

por Andrew Barker

[...] o filme luta para encontrar um ritmo adequado. As transições entre as cenas são estáticas e disjuntas, estabelecendo-se em um ciclo de "... e então isso aconteceu" sem aprofundar o pavor geral ou a descoberta constante de peças de um mistério central.

A crítica completa está disponível no site Variety

Folha de São Paulo

por Thales de Menezes

Um bom filme de terror deve ter um mistério a ser desvendado, cenas que provoquem sustos na plateia, uma trama que envolva o espectador em suspense crescente e, o mais importante, um final surpreendente, que pode ser amargo ou redentor. "It - A Coisa" não tem nada disso.

A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top