Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Batman Eternamente
    Média
    3,1
    633 notas e 31 críticas
    distribuição de 31 críticas por nota
    2 críticas
    3 críticas
    11 críticas
    6 críticas
    5 críticas
    4 críticas
    Você assistiu Batman Eternamente ?

    31 críticas do leitor

    Gustavo R.
    Gustavo R.

    Segui-los 12 seguidores Ler as 2 críticas deles

    0,5
    Enviada em 16 de agosto de 2015
    Um dos piores filmes de todos os tempos. A primeira fala do filme é o Alfred perguntando ao Batman se ele quer levar um sanduíche e o mesmo responde que passará no Drive Thru. Enfim, diálogos patéticos, figurino Bisonho, atuações forçadas. tudo que há de ruim.
    Edson
    Edson

    Segui-los Ler as 4 críticas deles

    0,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Lixo..... só não é pior que o próximo- Batmam e Robin.
    Glenda C.
    Glenda C.

    Segui-los Ler a crítica deles

    3,0
    Enviada em 11 de fevereiro de 2016
    Não entendo por que vocês ficam comparando um filme de 1995 com os filmes mais atuais, OBVIO que os efeitos especiais são bem decadentes, mais de 20 anos atrás... os atores talvez não fossem tão experiente, porém o filme passa a MENSAGEM, conecta você com o filme, é um filme divertido e intrigante para época.
    Sarah E.
    Sarah E.

    Segui-los 2 seguidores Ler as 14 críticas deles

    5,0
    Enviada em 17 de dezembro de 2014
    Imbatível é a unica palavra que consigo achar pra descrever esse filme,o melhor Batman de todos,o unico que consegue capturar a essência o Bruce Wayne,Val Kilmer foi sem duvidas a melhor escolha para o homem morcego assim como a Nicole para Dr.Chase e quem pode esquecer Jim? O Charada foi feito pra ele! infelizmente nada pode ser perfeito e Tommy Lee Jones devia ter ficado nos filmes de faroeste pois o que ele fez com o Duas Caras foi tentar transforma-lo no Coringa. Levando em consideração que o filme tem quase 20 anos os efeitos especiais e a trilha sonora são impagáveis,foi um dos únicos filmes a retratar a historia do Robin de forma mais profunda tirando aquela impressão de puxa saco que ele tem. De todas as HQs,desenhos e tudo que ja imaginou sobre o Batman e sua voz máscula,esse filme foi o unico que chegou perto de transformar em realidade.
    anônimo
    Um visitante
    2,0
    Enviada em 13 de dezembro de 2014
    Joel Schumacher assume a direção,depois de duas histórias já terem sido lançadas.Em Batman Eternamente,parece que tudo anda fora do lugar.O filme vem com bastante personagens,e uma grande lista de artistas consagrados.Dessa vez,Val Kilmer assume a capa,e se traveste de Batman.Mais o que falar de Jim Carrey e Tommy Lee Jones,respectivamente como,Charada e Duas Caras.Se bem que ainda temos Chris O´Donnel como Robin,fica bastante difícil escolher apenas um para receber a Framboesa de Ouro.Nicole Kidman completa,mais...
    Neto S.
    Neto S.

    Segui-los 1819 seguidores Ler as 773 críticas deles

    3,5
    Enviada em 20 de janeiro de 2014
    Duas-Caras (Tommy Lee Jones) e Charada (Jim Carey), dois excêntricos bandidos, decidem descobrir a identidade do Homem-Morcego (Val Kilmer) para depois mata-lo. Este por sua vez recebe a ajuda de um jovem (Chris O'Donnell) que tem sede de vingança, por ter perdido a família em um acidente provocado exatamente pelo Duas-Caras. Adorava Assim Esse Filme Quando Era Criança Concerteza e Um Bom Filme Com Boas Atuaçoes Recomendo Nota 8.0
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 3718 seguidores Ler as 1 554 críticas deles

    3,5
    Enviada em 26 de novembro de 2018
    Muito se fala negativamente desse filme, mas veja qualidades, como a bonita fotografia, inclusive indicada ao óscar, assim como melhor som e Efeitos sonoros, a linda Nicole Kidman que abrilhanta o filme e uma direção do Joel Schumacher, que apesar do roteiro não ajudar ele consegue fazer sim um bom trabalho, destaque também para o maravilhoso Jim Carrey que está bem como o charada, mas assim já pode se dizer de Tommy Lee Jones que está exagerado e sem energia como Duas caras, Chris O'Donnell muito fraco, sem carisma, assim como Val Kilmer como O Homem morcego que nem cheira e nem fede, ainda no elenco temos Michael Gough como Alfred, está apenas ok e Drew Barrymore que está totalmente desapercebida. Batman eternamente tem sim algum entretenimento, mas nada marcante, mas o pior mesmo vinha a seguir com o ridículo O Batman e Robin.
    Luis R.
    Luis R.

    Segui-los 1501 seguidores Ler as 735 críticas deles

    2,0
    Enviada em 2 de setembro de 2016
    A trama do filme foi fraca,o roteiro não conseguiu agradar apesar dos vilões e da introdução do Robin,alguns diálogos foram frustrantes,e os personagens foram desenvolvidos de maneira desagradável.
    Jhonathan C.
    Jhonathan C.

    Segui-los 253 seguidores Ler as 415 críticas deles

    4,0
    Enviada em 19 de novembro de 2014
    Gostei do Batman Eternamente. Val Kilmer fez um bom Batman, e pela primeira achei que os vilões não roubaram tanto as cenas assim. Jim Carrey foi o mesmo Jim Carrey de sempre. Os atores que interpretaram os dois vilões (Duas Caras e Charada) tiveram uma boa sincronia, assim como Val Kilmer e O'Donnel (Batman e Robin, em ordem). Apesar de o fator de ser um filme "sério" não esteja tanto em prática no terceiro Batman, o filme convence.
    willnygma
    willnygma

    Segui-los 26 seguidores Ler as 32 críticas deles

    4,5
    Enviada em 17 de junho de 2019
    Batman Eternamente foi o último filme com o dedo de Tim Burton, q desta vez foi só o produtor, quem dirigiu foi Joel Schumacker (Garotos Perdidos) pois a Warner queria diminuir o clima sombrio do excêntrico (e genial Burton) e criar um filme mais divertido e alegre. O filme peca em algumas coisas, como a concepção exacerbada do Duas Caras, uma Gotham City colorida demais, entre outros detalhes q deixaram os puristas incomodados, como os mamilos nos uniformes dos heróis, mas conta com bastante fidelidade até, a origem de Robin e apresenta Edward Nygma e seu alter ego, o vilão Charada, que foi perfeito pra época por seus aparatos tecnológicos, interpretado brilhantemente por Jim Carrey, que rouba a cena fazendo um misto de quadrinhos e se inspirou fortemente em Frank Gorshin do seriado dos anos 60, sem contar q Carrey além da cara de borracha já é um desenho animado ambulante. Estávamos na era cluber do meio dos anos 90 e as cores da época foram refletidas no filme além da trilha sonora bem pop, rock e hip hop além do clima dos video clipes e o sucesso da MTV. Um filme bem jovial, perfeito pra época. Sai Michael Keaton (para deleite dos fãs) e entra Val Kilmer (os fãs também não aprovaram um Batman loiro), mas ele até q se saiu bem e deu um ar mais charmoso a Bruce Wayne além da presença da estonteante Nicole Kidman, como a Dra Chase Meridian, especialista em dupla personalidade, o roteiro tinha boas sacadas, mas tiraram Billy Dee Willians como Harvey Dent e colocaram Tommy Lee Jones, tinha tudo pra dar tudo certo, até deu, pena q nem todos os fãs ficaram satisfeitos com as mudanças drásticas, mas o grande público nem percebeu e o filme ficou rico em novos cenários, efeitos especiais de primeira, um novo Batmóvel entre outras Batnaves e uma enorme cidade cenográfica fizeram do filme a maior bilheteria de 1995. O estúdio então deu "carta branca" pra Schumacker q juntamente dos produtores (exceto Tim Burton q caiu fora) e principalmente o estúdio e patrocinadores, afundaram a franquia na sequencia com o desastroso "Batman & Robin" com os vilões Sr. Frio, Hera Venenosa, Bane, Dr. Jason Woodrue e uma suposta She-Cat, mas isso já é uma outra história. Mas há males q vem pra bem, afinal, se não fosse o fracasso do 4ª filme da franquia, não teríamos a trilogia de Nolan mas sim a sequencia intitulada de "Batman Triumphant" q teriam os vilões Morcego Humano, Espantalho, Harlequina ( :/ ?) e a volta de um vilão q já havia participado de um filme anterior, mas o pior mesmo seria a volta da Batgirl de Alicia Silverstone. Portanto todo a negatividade começou anos depois de Batman & Robin que colocaram os dois filmes no mesmo patamar, quando no início estava tudo bem com o filme Batman Eternamente sendo o mais lucrativo naquele ano além de alavancar a carreira de todos os envolvidos, ate dos coadjuvantes como Drew Barrimore e Debi Mazar.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top