Meu AdoroCinema
    Baixio das Bestas
    Baixio das Bestas
    Data de lançamento 11 de maio de 2007 (1h 20min)
    Direção: Cláudio Assis
    Elenco: Fernando Teixeira, Caio Blat, Matheus Nachtergaele mais
    Gênero Outros
    Nacionalidade Brasil
    Ver o trailer
    Usuários
    3,6 46 notas e 3 críticas
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Auxiliadora (Mariah Teixeira) é uma jovem de 16 anos explorada por seu avô, seu Heitor (Fernando Teixeira). Ele vê falta de autoridade em tudo à sua volta, mas não pensa duas vezes antes de explorar a neta, a exibindo nua para caminhoreiros. Cícero (Caio Blat) pertence a uma conhecida família local e se evolve com drogas e orgias sadomasoquistas com prostitutas. Ao ver Auxiliadora no posto, ela se torna o desejo de Cícero.
    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2007
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 2 curiosidades
    Bilheteria no Brasil 5 925 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Trailer

    Baixio das Bestas Trailer 2:37
    Baixio das Bestas Trailer
    5 509 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Fernando Teixeira
    Personagem : Heitor
    Caio Blat
    Personagem : Cícero
    Matheus Nachtergaele
    Personagem : Everardo
    Dira Paes
    Personagem : Bela
    Ficha completa

    Críticas de usuários

    Filipe Vittek
    Crítica positiva mais útil

    por Filipe Vittek, em 06/03/2014

    5,0Obra-prima
    spoiler: "Tá sentindo um cheiro estranho? É a podridão do mundo". Esse filme não é recomendado para ...
    Leia mais
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR
    Crítica negativa mais útil

    por SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR, em 06/01/2007

    1,0Muito ruim
    Em primeiro lugar tenho o dever de frisar que eu gostei muito do filme anterior do diretor pernambucano Claudio Assis, ...
    Leia mais
    Todas as críticas de usuários
    33% (1 crítica)
    33% (1 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    33% (1 crítica)
    0% (0 crítica)
    Você assistiu Baixio das Bestas ?
    3 Críticas de usuários

    Fotos

    10 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Vários

    - É o segundo filme dirigido por Cláudio Assis. O anterior foi Amarelo Manga (2003);- É o segundo de três filmes em que o diretor Cláudio Assis e o ator Matheus Nachtergaele trabalham juntos. Os demais foram Amarelo Manga (2003) e A Febre do Rato (2011);- É o segundo filme em que o diretor Cláudio Assis e a atriz Dira Paes trabalham juntos. O anterior foi Amarelo Manga (2003);- As filmagens ocorreram entre janeiro e fevereiro de 2005, na cidade d... Leia Mais

    Prêmios

    GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIROIndicaçõesMelhor FilmeMelhor Atriz - Dira PaesMelhor Atriz Coadjuvante - Hermila GuedesMelhor Atriz Coadjuvante - Marcélia CartaxoMelhor Edição - FicçãoFESTIVAL DE BRASÍLIAGanhouMelhor FilmeMelhor Atriz - Mariah TeixeiraMelhor Ator Coadjuvante - Irandhir SantosMelhor Atriz Coadjuvante - Dira PaesMelhor Trilha SonoraPrêmio da Crítica

    Últimas notícias

    Filmes na TV: Hoje tem Salt e O Caçador de Pipas
    PLAYLIST - Lançamentos
    quinta-feira, 19 de novembro de 2015
    De Felipe RibeiroEntre as opções do dia na telinha estão também Um Belo Domingo e Baixio das Bestas.Prepare a pipoca...

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Andries Viljoen
      A história revela uma Pernambuco crua que chega a embrulhar o estômago.A narrativa gira em torno da vida-tragédia de Maria Auxiliadora, uma adolescente de 16 anos que tem diversas atividades no seu dia-a-dia: arrumar a casa, preparar a comida, lavar roupa pra fora, cuidar de seu avô, e... de noite, exibir seu corpo pouco desenvolvido em um posto de gasolina, com fim de ganhar alguns trocos para complementar a renda, a mando de seu parente.Na mesma cidade vivem dois “playboys” filhos da sociedade pernambucana que promovem orgias e violência gratuíta em um prostíbulo, onde vivem mulheres totalmente a mercê de seus clientes. As “festas” são regadas a álcool e drogas, artifícios permitidos a pessoas de classe alta, como nossos “Príncipes de Permanbuco”.Neste filme podemos nos deparar com uma situação as vezes esquecida pela população das grandes cidades e sociedades “desenvolvidas”, como a condição de vida das mulheres pobres daquela região do país, onde muitos dos direitos tão consolidados por nossa sociedade ainda não existem.Embora o filme conte com a presença de três atores globais, fique atento a bela representação de Mariah Teixeira (Maria Axiliadora), atriz praticamente desconhecida dos grandes diretores e estúdios e que dá um banho de representação com um silencioso, porém muito profundo personagem. Os créditos também ficam para o grande diretor Cláudio de Assis, que tem grandes filmes em seu currículo, como “Amarelo Manga” de humor bem diferente deste que estamos falando.Fique atento também a cena onde Bela, uma das prostitutas é violentada por um grupo de rapazes com um pedaço de pau. Apenas as sombras dos personagens são filmadas, fazendo uma alusão ao celebrado “Laranja Mecânica” de Stanley Kubrick.Filme imperdível, onde mostra que no sertão, em meio as plantações de cana, existe mais podridão humana do que podemos imaginar. Para expectadores que gostam da realidade sem hipocrisia.
    • Ruan R Rock
      Essa sinopse é a original do filme? Tão querendo vender um filme que n existe com essa sinopse, é um filme de sofrimento (drama) n de amor. Enfim, o filme é interessante, mostra o lado negro do sertão nordestino em relação a exploração sexual, ai eu me pergunto, quantas ''Auxiliadoras'' n existem por ai. O filme mostra tbm a questão dos ''bordeis'' onde as mulheres são oferecidas como um saco de batata. Há tbm a questão dos garotos de classe média, q pensam ser donos do mundo, talvez pela impunidade do país, o filme mostra esses ''garotos'' n existem só em cidades grande. E por último, o q vale ressaltar tbm são as interpretações dos atores, principalmente a do senhor q faz o avô de Auxiliadora, brilhante.
    • fabio
      Baixio das bestas /2006 ē um dos poucos filmes, senao o unico, que permitem uma desconstrucao da marginalidade em zonas canavieiras do Nordeste. Uma obra que mostra o sabor de terra correndo nas nossas veias. Indico como obra de arte e critica social incomparaveis no cinema . Claudio assis é um dos maiores diretores marginais do brasil. Ele vai às profundezas da marginalidade rural (quase) inexistente no cinema nacional. Genial o diretor!
    • Jefferson G.
      Posso dar uma dica? Muda essa sinopse, porque ela tá horrível. Quem lê-la vai pensar que se trata de um filme de romance, pfffff.
    Mostrar comentários
    Back to Top