Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Outra História Americana
    Média
    4,5
    1046 notas e 336 críticas
    distribuição de 336 críticas por nota
    164 críticas
    131 críticas
    18 críticas
    15 críticas
    3 críticas
    5 críticas
    Você assistiu A Outra História Americana ?

    336 críticas do leitor

    Harisson G.
    Harisson G.

    Segui-los 61 seguidores Ler as 40 críticas deles

    5,0
    Enviada em 27 de janeiro de 2014
    É simplesmente incrível a perspectiva de realidade existente no filme, que mais parece um documentário de qualidade inatingível devido a maneira aperfeiçoada de demonstrar as ideologias neonazistas e racistas presentes no EUA. Filme épico de enredo espetacular e atuações esplêndidas. É simplesmente uma obra completa; emocionante, realista, envolvente e bela demonstrando de forma sutil a todo momento que o ódio só gera ódio e que isso não leva a nada.
    Bismark L.
    Bismark L.

    Segui-los 2 seguidores Ler as 12 críticas deles

    5,0
    Enviada em 30 de abril de 2015
    Você que viu em Laranja Mecânica Alex cometer suas atrocidades, ir preso e sair da prisão sem arrependimento sem vontade de mudar, querendo praticar sua violência gratuita com seus Drugues, em A Outra História Americana vemos Derek cometer suas atrocidades, ir preso e sair da prisão totalmente arrependido, disposto a mudar e sem querer praticar violência com seu grupo Neonazista! Coincidência não? A diferença é que o filme do diretor Tony Kaye trata de um assunto muito mais pesado do que o filme de S.K. Derek Vinyard (Edward Norton) herdou o ódio diretamente de seu pai. Acreditando na ideologia nazista da supremacia de uma “raça pura”, o jovem se une a uma gangue e mata dois homens negros. Seu destino é a prisão. Atrás das grades, Derek começa a entender como o mundo é de fato e como esteve agindo de maneira imbecil nos últimos anos. Quando finalmente é libertado, Derek descobre que seu irmão mais novo, Danny, está se juntando com o grupo Neonazista. Agora Derek tem a missão de evitar que Danny cometa os mesmos erros que ele. O filme foca em dois lados, no passado de Derek (Edward Norton), onde mostra seus crimes racistas e que é muito bem narrado pelo Danny(Edward Furlong) e no presente de Derek, onde ele tenta convencer seu irmão a não partir pro mesmo lado. Esses dois lados da história são muito bem feitos e muito bem construídos cronologicamente, fazendo com que a gente não se perca em nenhum momento. Isto é graças ao ótimo roteiro que deixa tudo muito bem explicado e acaba nos atraindo pra uma camada de suspense, que nos faz pensar de como será o final da trama, porém, o final nos pega de surpresa, tornando o fim da trama de maneira impecável. O roteiro ainda se mistura com uma bela edição e uma bela cinematografia. Esses três fatores nos faz ficar sem piscar um minuto de tão bem feito que é, principalmente na parte cinematográfica, onde o uso da câmera lenta é usada de maneira espetacular, nos fazendo digerir lentamente as cenas mais impactantes. No fim, duas horas acaba se tornado pouco pra um dos melhores filmes da década de 90. No filme temos o uso do Preto&Branco que além de representar o passado de Derek ele também representa disfarçadamente os conflitos raciais entre brancos e negros mostrados em cena, essa é uma das partes geniais do roteiro. Edward Norton fez uma atuação inesquecível, dando vida pra praticamente dois personagens, Derek antes da prisão e pós prisão, provavelmente seu melhor trabalho! Edward Furlong também teve seu destaque, narrando muito bem o passado de Derek. A Outra História Americana mexe com quem assiste, pois é um alto retrato do arrependimento e do que ''foi'' o Neonazismo. '' Não somos inimigos, mais amigos. Não devemos ser inimigos. Embora a paixão tenha se excedido, não deve romper nossos laços de afeição. As coras místicas da memória voltarão a se expandir, quando tocadas tão certo como serão, pelos melhores anjos de nossa natureza''
    Anderson  G.
    Anderson G.

    Segui-los 749 seguidores Ler as 276 críticas deles

    4,5
    Enviada em 15 de outubro de 2016
    “A outra historia americana” tem uma mensagem a nos passar, e para mim, essa mensagem é passado pelo melhor modo possível, pelo choque, vimos aqui a redenção de Derek, um neonazista que tem sua ideologia posta a prova quando é obrigado a conviver com as diferenças, mas não espere aqui um filme de redenção bonitinho, com flores e cheiroso, a onde um lado é mal e o outro é o bom, não, aqui todos estão a mercê da raiva pelo oposto, sem nem mesmo entender o porque, Tony Kayne, diretor de pouquíssimos filmes, tenta nos mostrar o perigo de uma ideologia, de um pensamento, seja de brancos odiando latinos e negros sem nenhuma justificativa ou de negros que tem que sempre se portarem como bandidos, seja num jogo de basquetes ou num acerto de contas, o filme critica, critica e bate em cima, ele é extremamente violento, mas quase não se tem sangue nele, pois sua violência é muito além da apenas as física. Em termos de aspectos técnicos Kayne é genial em mostrar os Flashbacks do nosso protagonista em preto e branco, além de destacar a linha temporal, ele quer nos faz lembras da segunda guerra mundial, querendo dizer que toda essa discriminação é algo do passado, e a narrativa em off do Danny e o núcleo familiar é genial, pois se nós víssemos o filme sem esses dois aspectos nós não nos apegaríamos ao Derek, ao contrario, nós o odiaríamos, e o odio é o oposto do que o filme quer pregar, nós podemos não concordar com Derek, mas se o odiarmos, não somos muito diferentes, a trilha sonora é precisa, a fotografia é linda, principalmente nos momentos preto e branco, o roteiro é extremamente inteligente, embora deixe algumas pontas soltas, e as atuações são todas ótimas, com destaque ao Edward Norton, que é um ótimo ator, mas diferente da maiorias de seus outros filmes a onde ele tem uma atuação submissa e apática, aqui não, ele está ameaçador, você realmente o teme, e mesmo assim ele consegue passar o lado dramático, essa com certeza é uma das maiores atuações de sua carreira. Por fim, a película trata muito mais que uma historia de racismo, a película trata sobre o ser humano, mas fora a mensagem do filme, seus aspectos técnicos são incríveis, é um filme que todos deveríamos ver.
    Daniel F.
    Daniel F.

    Segui-los 6 seguidores Ler as 4 críticas deles

    5,0
    Enviada em 23 de agosto de 2014
    Esse é o tipo de filme que, logo na primeira cena, vimos que se trata de algo especial. Tem filmes que nos arrepiam desde os cinco minutos iniciais e te fazem pensar: "quero assisti-lo até o fim e conhecer a fundo a história desses personagens". E "A Outra História Americana" desperta exatamente esse sentimento: um filme especial, único, com um roteiro e fotografia impecáveis, personagens carismáticos, atuações soberbas, perfeitas. A todo instante somos brindados com ideias inteligentes e diálogos hipnotizantes. Depois de assistir essa obra-prima, fica uma pergunta: como um filme como este sequer concorreu a estatueta do Oscar? Merecia não somente a indicação, mas também a premiação, que acabou ficando com o insosso "Shakespeare Apaixonado". O único lado ruim deste filme é que, quando terminamos de ver, fica a sensação de que não veremos outra obra genial tão cedo, e bate até uma depressão cinéfila. Enfim, filme indispensável para quem aprecia a Sétima Arte!
    Lucas S.
    Lucas S.

    Segui-los 165 seguidores Ler as 204 críticas deles

    5,0
    Enviada em 30 de maio de 2016
    Imagine um filme bom, daqueles que se termina de ver e fica pensando, mas que spoiler: Puta Filme! Este é um filme que todos tem que assistir, pois já entrou nos anais da história cinematográfica. Envolve questões raciais, um grupo de pessoas que necessitam 'pertencer' a algum grupo, eles escolhem o grupo neo-nazista, com ódios as pessoas que nós já sabemos. No entanto depois de cometer um crime horripilante contra alguns indivíduos (lembrando que fora em legítima defesa, porém ele respondeu pelo excesso que cometeu), se vê dentro da cadeia e necessitando sobreviver lá dentro, assim que a farsa de pretos x brancos, de ricos x pobres, de estrangeiro x nacionais caem por terra, ele se vê no mundo real. No momento quando sai da cadeia, Derek é um homem mudado e faz de tudo para livrar seu irmão menor desse male do preconceito. Apesar que a vida tem suas trilhas, elas acontecem... Edward Norton teve um desempenho sensacional, parabéns ao ator. Não sendo do desejo do diretor, mas a inclusão desses flashbacks em preto e branco, deu um deleite a mais a esta obra. Com acréscimo da trilha sonoro que a valorizou muito.
    Giovane L.
    Giovane L.

    Segui-los 23 seguidores Ler as 28 críticas deles

    5,0
    Enviada em 9 de novembro de 2013
    Favorito ! Filmaço , com uma '' Puta '' atuação do Edward Fucking Norton . Cenas marcantes , atuaçãos memoráveis e um Final chocante . Filme pra ter em casa na sua coleção .
    Yanko Rodrigues
    Yanko Rodrigues

    Segui-los 141 seguidores Ler as 249 críticas deles

    5,0
    Enviada em 15 de dezembro de 2019
    Esse filme é uma obra-prima um dos melhores de todos os tempos,um filme épico de enredo espetacular e atuações esplêndidas, tem um final chocante e totalmente imprevisível. Esse filme foi muito injustiçado no Oscar não faz sentido não ter ganhado nenhum prêmio. Assista que você não vai se arrepender.
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 34316 seguidores Ler as 1 799 críticas deles

    5,0
    Enviada em 22 de julho de 2019
    Clássico do cinema! Aqui temos o excelente Edward Norton como Derek Vinyard um ex neo narcisista que tenta mudar de vida, mas a sistema não permite e trás a ele perdas que irreversíveis. Filme indicado ao óscar de melhor ator com Norton, que por sinal foi muito pouco, merecia ter sido indicado fácil fácil a melhor filme, diretor com Tony Kaye, Roteiro. A outra história americana é sem sombras de duvidas um dos melhores filmes dos anos 90.
    Alexandre C.
    Alexandre C.

    Segui-los 3277 seguidores Ler as 525 críticas deles

    5,0
    Enviada em 31 de março de 2019
    Que filme é esse, é muito realista Edward Norton esta muito bem no personagem principal, mostra a realidade dos grupos nazistas nos EUA, só posso dar 5 estrelas pra esse clássico dos anos 90.
    anônimo
    Um visitante
    4,5
    Enviada em 30 de dezembro de 2015
    Filme com um tema forte,atuado perfeitamente por Edward Norton.Indicado a Melhor Ator no Oscar,ele faz aqui um de seus melhores trabalhos. A história contada como uma narrativa em preto e branco funciona perfeitamente.São momentos tensos,vividos muita das vezes,dentro do presídio,onde o personagem de Norton vive. Filmaço!!! -Filme assistido em 30 de Dezembro de 2015 -Nota 9/10
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top