Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Homem-Formiga ganha imagens e novidades em revista
    Por Rodrigo Torres — 25 de mai. de 2015 às 21:21

    Evangeline Lilly afirma que Peyton Reed fez um filme mais americano (sério e emotivo) que o britânico irreverente Edgar Wright.

    Homem-Formiga
    2. Homem-Formiga +

    Paul Rudd interpreta o "perturbado" Scott Lang. Antes de virar super-herói, ele não passa de um vigarista.

    Leia mais

    Passado o hype e todas as polêmicas em torno do bilionário Vingadores: Era de Ultron, Homem-Formiga vai ganhando espaço na mídia, como a edição especial da Empire dessa semana revela. Na publicação, novas imagens – do super-herói (Paul Rudd), do vilão Jaqueta Amarela (Corey Stoll) e de outros – e entrevistas exclusivas revelam um pouco mais sobre o filme de Peyton Reed.

    O próprio diretor é um dos entrevistados, que falou naturalmente sobre a situação peculiar que viveu ao substituir Edgar Wright: "Outra pessoa desenvolveu esse filme por muito tempo. Posso chegar e fazê-lo meu?", disse Reed sobre sua preocupação ao aceitar o convite da Marvel: dar a sua cara ao filme. E ele garante ter conseguido.

    "A Marvel me permitiu explorar o lado negro de Hank Pym, esse homem torturado e guiado pela culpa. Eu amo que essa seja uma história de mentor e pupilo, mas com um pupilo f***ido e um mentor muito f***ido", contou o diretor, desbocado, ao comentar a perturbação psicológica de seus personagens – um elemento realmente interessante em Homem-Formiga.

    Evangeline Lilly também falou, sendo sucinta ao descrever a complexidade de sua Hope Van Dyne ("uma mulher rumo à jornada de se tornar uma pessoa decente") e atendo-se novamente às diferentes versões do filme: “Acho que a diferença mais definidora entre os dois roteiros é que o de Edgar não se levava muito a sério", contou a atriz, que nunca escondeu de ninguém ser fã do filme que Edgar Wright desenvolvia. Voltou a demonstrar isso.

    "Era divertido, bobo, brilhantemente irreverente – um rompimento do início ao fim, no clássico estilo inglês", disse a atriz, então afirmando que a versão de Reed é "muito mais americana". Assim, ao complementar a opção pelo curioso adjetivo, Lilly aproveitou para elogiar (ainda que sutilmente) o novo roteiro: "Tem tons de leveza, mas também muita emoção."

    Homem-Formiga é a grande estreia do dia 16 de julho de 2015 no Brasil.


    Homem-Formiga

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Homem-Formiga ganha primeiro (e divertido) cartaz em português
    • Homem-Formiga: Sinopse oficial destaca conexão do herói com Os Vingadores
    • Homem-Formiga: Evangeline Lilly comenta a divergência entre Marvel e Edgar Wright
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top