Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Já pensou em conhecer a casa que inspirou Jane Austen? A mansão do Sr. Darcy está à venda!
    Por Vitória Pratini — 12 de mar. de 2015 às 13:16
    facebook Tweet

    Quem dera viesse com o Sr. Darcy!

    1. +
    Quem nunca quis conhecer um personagem criado por Jane Austen e visitar aquelas lindas casas europeias descritas nos livros da autora ou que aparecem nos filmes? Se você já sonhou com o Sr. Darcy - seja ele Matthew MacFadyen, Laurence Olivier ou Colin Firth - e com sua propriedade em Pemberley, prepare-se: ela existe!

    A Pemberley Estate igualzinha, tintim por tintim, como nos livros, nos filmes e na série não, claro, mas Austen se inspirou em algum lugar para criá-la, certo? A Wentworth Woodhouse, em South Yorkshire, é conhecida por ser a base para a criação da casa do Sr. Darcy, ou seja, Pemberley Estate, de Orgulho e Preconceito. E o melhor: o antigo dono, o Quarto Conde Earl Fitzwilliam, pode ter sido a inspiração para o Sr. Darcy! Ai, que sonho!

    Wentworth Woodhouse é o dobro do tamanho do Palácio de Buckingham, tem cerca de 8km de corredor e possui tantos quartos quanto dias do ano, 365. Uma parte da casa é até chamada de "a vila", por ser tão longe de chegar.

    Construída pelo Primeiro Marquês de Rockingham em 1725, ela levou tanto tempo para ser feita que abriga os mais diversos tipos de construção: a fachada Oeste permanece barroca, enquanto a leste tem um estilo neoclássico. Além disso, é considerada a frente mais longa de uma propriedade privada na Europa. Em 1981, o local chegou a empregar mil servos, número suficiente para formar uma aldeia. O que não falta nesse lugar é história!

    Hoje, a casa oferece o espaço de seus salões para eventos e para visitação guiada.

    Para provar que essa família realmente foi fonte de "pesquisa" e inspiração para Austen, veja só os nomes de alguns membros da dinastia Wentworth: Woodhouse, Fitzwilliam, Darcy, Watson e Vernon, nomes mais do que conhecidos para os leitores e espectadores da obra de Austen.

    A mansão atualmente pertence a Clifford Newbold, que a comprou em 1999 a fim de preservar o legado que ela representa. A propriedade está à venda e custa 7 milhões de euros (em torno de 23 milhões de reais), sem contar alguns reparos que precisam ser feitos. Baratinho...

    E então... partiu Europa?
    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Ana Augusta
      Primeiro: Achei que custava muito mais do que 23 milhões. Segundo: Pra quê uma casa gigantesca como essa?
    Mostrar comentários
    Back to Top