Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Expresso do Amanhã
    Críticas dos usuários
    Críticas da imprensa
    Média
    4,0
    144 notas e 11 críticas
    distribuição de 11 críticas por nota
    7 críticas
    1 crítica
    1 crítica
    4 críticas
    0 crítica
    1 crítica
    Você assistiu Expresso do Amanhã ?
    Jackson A L
    Jackson A L

    Segui-los 4976 seguidores Ler as 699 críticas deles

    Crítica da 2 temporada
    2,5
    Enviada em 6 de abril de 2021
    Deixaram o Layton menos irritante, mas por outro lado Melanie pouco apareceu, que havia levado a primeira temporada nas "costas". Sean Bean muito bem no personagem de Wilford, assim como Alison Wright, na pele de Ruth, um grande crescimento nessa temporada. A partir da metade da temporada, começa a ficar interessante.. os primeiros episódios são bem fracos.
    Jackson A L
    Jackson A L

    Segui-los 4976 seguidores Ler as 699 críticas deles

    Crítica da 1 temporada
    2,5
    Enviada em 6 de abril de 2021
    A série é muito inferior ao filme. Jennifer Connelly praticamente carrega nas costas a série. Os demais atores e personagens são muito ruins, alguns insuportáveis como o Layton, ô cara chato. Agora uma curiosidade, um vagão tem em média de 16 a 18 metros, eram 1001 vagões, pra ir e voltar levaria mais de 30 km.
    Marco A.
    Marco A.

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 1 de abril de 2021
    Uma série fantástica, valeu muito a pena assistir, os personagens se desenvolvem e evoluem conforme cada capítulo. Excelente!!!
    Ivan P
    Ivan P

    Segui-los Ler as 6 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 13 de julho de 2020
    Série sensacional, serve para reflexão de como querermos moldar nossa sociedade. Assista. E tirem suas próprias conclusões.
    Danilo Santos
    Danilo Santos

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 14 de julho de 2020
    Amei a série, ágil com muitas reviravoltas e bem eletrizante com ótimas cenas de ação. Só falta explicar mais o enredo! Mas me surpreendeu de modo geral.
    Jackson A L
    Jackson A L

    Segui-los 4976 seguidores Ler as 699 críticas deles

    Crítica da série
    2,5
    Enviada em 16 de julho de 2020
    A série é muito inferior ao filme. Jennifer Connelly praticamente carrega nas costas a série. Os demais atores e personagens são muito ruins, alguns insuportáveis como o Layton, ô cara chato. Agora uma curiosidade, um vagão tem em média de 16 a 18 metros, eram 1001 vagões, pra ir e voltar levaria mais de 30 km.
    Neidson C.
    Neidson C.

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 10 de junho de 2020
    Uma obra com potencial para surpreender os fãs, como ocorreu no episódio 4 (o melhor até aqui). Um ótimo enredo, um ambiente inusitado e um luta entre classes... Mistura perfeita!
    Edemilton Rocha
    Edemilton Rocha

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 15 de julho de 2020
    O começo muito parecido com o filme, mas do meio pra frente o circo se arma...estou gostando muito da série.
    Elena R.
    Elena R.

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 15 de julho de 2020
    Os acontecimentos são bem encadeados e o suspense mantém a trama atraente para saber mais dos próximos acontecimentos.
    Thais C
    Thais C

    Segui-los 3 seguidores Ler as 91 críticas deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 27 de julho de 2020
    Que série de ficção científica magnífica, uma ótima adaptação ao filme, trazendo fatos novos e histórias interessantes.
    Gustavo Basilio
    Gustavo Basilio

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 14 de julho de 2020
    Muito boa essa primeira temporada, uma critica social que vai ficando cada vez melhor até o fim, a segunda temporada promete já que deram bastante espaço pra conteúdo adicional !!
    Lucas N.
    Lucas N.

    Segui-los Ler as 31 críticas deles

    Crítica da série
    2,5
    Enviada em 7 de julho de 2020
    Boa essa série do expresso do amanhã mais falta melhorar o enredo e tudo mais para começar a ficar boa.
    Max Rocha
    Max Rocha

    Segui-los Ler as 3 críticas deles

    Crítica da série
    0,5
    Enviada em 2 de agosto de 2020
    Me empolguei com a sinopse, me empolguei com a nota da série aqui do adoro cinema e me decepcionei com o fraco conteúdo e atuação dos atores, achei a série muito sem graça, cheia de mesmices e desenrolar da trama muito enrolado. Aquela famosa série de dar sono.
    Sr.Gus
    Sr.Gus

    Segui-los Ler as 8 críticas deles

    Crítica da 1 temporada
    3,5
    Enviada em 21 de julho de 2020
    Eu comecei a ver a série sem o conhecimento do filme e das HQs, então a minha visão se limita somente a série em si. Inicialmente, a série aborda sobre uma distopia onde os humanos vivem em um trem composto por 1001 vagões após os acontecimentos surgidos por conta do aquecimento global. O trem havia sido construído apenas para salvar a população mais rica do mundo, mas no dia da embarcação, a população mais pobre invadiu o fundo do trem para se salvar do mundo congelado. (Se tiver algo de errado, não me julguem, eu sou ruim de memória). E mais uma vez, uma série nos apresenta a jogada de "quem matou quem" no início de sua trama para fazer os espectadores ficarem curiosos e interessados; mesmo que os personagens não sejam tão cativantes. A trama inicial é bastante comum perto de outras séries, e depois de concluída, se torna algo um pouco mais interessante de se assistir. A série, em vários momentos, crítica a desigualdade social e a luta por igualdade; mesmo que isso não seja um aspecto bem trabalhado na história. (O episódio do julgamento de uma das personagens, foi um dos acontecimentos mais palpáveis sobre a desigualdade de classes: nem todos tem o que merecem). A história nos entrega vários personagens durante sua trama, alguns se destacam e outros não. O protagonista chamado Andre Layton é um personagem interessante no início da história, mas depois de certos acontecimentos, ele começa a tomar algumas decisões bastante idiotas e questionáveis. Foi um personagem que eu não consegui me apegar e nem comprar a sua jornada. Para mim ele é detestável e com uma jornada bem desinteressante. Como um detetive pode tomar tantas decisões idiotas? E como alguém que está construindo uma revolução não se tocou das consequências que isso traria para todos? É bem difícil acompanhar algo onde o protagonista não tem nenhum carisma. A personagem chamada LJ Folger é a típica adolescente metida a psicopata. Uma das coisas que a série não trabalhou bem foi a personalidade da LJ. Ela é caricata, cheia de esteriótipos e possui uma camada única de personalidade. Ela é uma personagem que eu detesto e fico bastante feliz que a série não resolveu dar foco nela no restante da temporada. (Desculpa, mas tem jeitos muito melhores de trabalhar a psicopatia). Gosto muito da personagem chamada Bess Till. Eu não diria que ela teve uma evolução fantástica, mas afirmo que foi bem mais interessante acompanhar os dilemas dela, as duvidas e as lutas internas dessa personagem. No início da trama ela é apenas alguém que aceita as ordens impostas sobre ela, e no fim da trama; ela já é uma personagem mais questionadora, mesmo que só um pouco. Ela tem muita dúvida sobre o que é certo e errado e o lugar que ela pertence. Há vários personagens que beiraram o interessante na história. Como Ruth Wardell, que tinha uma personalidade meio excêntrica e egoísta, mas que no fim se tornou alguém mais submissa do que uma líder em si. Josie Wellstead que era bem chatinha no início, mas teve o seu momento de destaque em um dos dez episódios. Ela foi alguém que tinha os mesmo princípios da Melanie. Ideias opostas, mas a lealdade é intacta. Nesse aspecto as duas são bem parecidas. Mas o destaque da série inteira vai para a personagem Melanie Cavill. Ela é alguém interessante de se acompanhar. Ela não é perfeita, ela tem atitudes questionáveis e possui profundidade em suas ações e pensamentos. Ela tem ideias e princípios bem trabalhos e fixos em sua mente. Diferente do protagonista, ela pensa em muitas coisas antes de tomar alguma decisão. Ela não pensa nela, ela se preocupa na ordem e na sobrevivência da humanidade. Esse mérito todo eu dou para a atriz Jennifer Connelly, que a interpretou brilhantemente Snowpierce, para mim, é uma série mediana com muitos defeitos e pouquíssimos acertos. E esses acertos só são percebidos nos seus dois últimos episódios. Acredito que eles tem muitos personagens interessantes, mas que por enquanto, eles não souberam trabalhar bem a maioria deles.
    Back to Top