Minha conta
    Doctor Who: Conheça a primeira brasileira a participar da série
    Por Ygor Palopoli — 26 de mar. de 2020 às 17:30

    Conversamos com Gabriela Toloi, que na série interpreta a vlogueira Jamila.

    Contando com uma das bases de fãs mais sólidas da história da televisão mundial, a série Doctor Who atualmente é conhecida não apenas por ser uma vertente fortíssima da ficção científica, mas também por mostrar um reflexo das gerações em que é exibida. Um exemplo muito claro disso, por exemplo, é a presença de Jodie Whittaker como a primeira "Doutora" na história do programa.

    E já que estamos falando sobre a importância da representatividade, Jodie não é a única mulher brilhando no elenco de Doctor Who. A brasileira Gabriela Toloi tem ganhado cada vez o coração dos fãs por ter sido a primeira brasileira a participar do elenco do seriado. Durante uma entrevista concedida ao AdoroCinema, a atriz contou um pouco mais a respeito do início de sua carreira. 

    "Eu fui para Nova York com 17 anos para estudar. Fui para fazer um curso de Teatro Musical da New York Film Academy. Foi uma experiência incrível, lembro que eu ficava super empolgada mas com bastante medo. Eu era super envergonhada em falar inglês, era muito quietinha, mas fui me soltando", falou Gabriela, que relatou também ter tido dificuldades para lidar com o isolamento em um país completamente diferente.

    "Quando tive as primeiras oportunidades no Reino Unido, percebi como os britânicos são realmente muito mais frios do que o pessoal no Brasil. Pra mim, foi uma transição bem difícil, porque além de já estar longe da família eu também não conseguia me enturmar fácil. Eu gosto de falar, abraçar, conversar, e por aqui é tudo um pouco mais distante. Depois que eu me mudei de vez e conheci uma comunidade brasileira bastante ativa, fui me tranquilizando". 

    No teatro, vale ressaltar que em sua graduação em Londres Gabriela encenou uma peça inesperadamente atual para o cenário que estamos vivendo:

    "O pessoal gosta de ver peça de graduação de alunos aqui em Londres porque tem a qualidade de uma peça profissional e é mais barato. Esse texto [da peça] foi premiado em Nova York e se chama Mr. Burns. Essa peça usa Os Simpsons de uma maneira distópica. Nela, teve um acidente nuclear gigantesco nos Estados Unidos e as pessoas se isolam em grupos pequenos. Toda vez que chega um forasteiro, eles não querem encostar, porque têm medo de pegar a radiação", falou. Ela explicou ainda que este futuro já não possui mais eletricidade, então para se entreter as pessoas tentam se lembrar de episódios de Os Simpsons (daí o título).

    Em Doctor Who, Toloi interpreta Jamila, uma vlogueira também brasileira que acaba sendo infectada pelo vírus Praxeus, derivado de uma raça alienígena em investigação. No entanto, antes de conseguir o papel que a levou a ficar mais de quatro horas com a equipe de maquiagem para elaborar uma prótese, ela contou com a ajuda da tecnologia para os testes. 

    "Eu estava no Brasil quando recebi a ligação e me disseram que o teste poderia ser feito remotamente. Então eu me apressei, consegui gravar uma cena da personagem que eles estavam pedindo e o restante foi acontecendo. O interessante é que a minha personagem tem essa veia tecnológica forte e foi justamente a tecnologia que contribuiu pra que eu conseguisse o papel". 

    Devido a todo o glamour de um set tão grandioso e importante, como o de Doctor Who, há quem pense que o tratamento é mais severo, mas Gabriela afirma que a experiência durante as filmagens foram as melhores possíveis: "Tanto a Jodie quanto o diretor foram muito gentis comigo e ficaram dispostos a tirar todas as dúvidas. A gente almoçou junto e o diretor me explicou a intenção da minha personagem, todos foram muito solícitos. Teve até um momento em que eu bati a cabeça em uma das cenas e eles pararam tudo pra conferir se estava tudo bem", explicou. 

    Com spoilers à parte, Toloi explica também que sua personagem é um reflexo muito forte da nossa própria cultura, reforçando o que sempre foi a intenção de Doctor Who: "Esse é o momento em que a influência digital é muito forte. Muita gente está fazendo um baita sucesso no YouTube, e aqui no Brasil esse fenômeno é gigantesco, exemplos não faltam. Então a Jamila reflete muito bem nessa característica do nosso país, é uma leitura bem legal". 

    Apesar de já ter em seu currículo trabalhos como Psi, da HBO, foi em Doctor Who que Gabriela ganhou um carinho mega especial dos fãs brasileiros. Segundo ela, várias mensagens entusiasmadas chegaram dos entusiastas da ficção científica: "Como eu falei, o brasileiro é muito carinhoso e a recepção dos fãs só tem reforçado isso. Quero voltar em breve para o Brasil para rever meus amigos e família e também poder entrar em contato com eles", falou. 

    Sobre o futuro, a moça se mantém otimista e diz que novas oportunidades sempre estão no redor. Como Doctor Who é uma série de alta relevância e conta com um público bastante engajado, este pode ser um dos passos iniciais para que vejamos mais uma artista brasileira conquistando cada vez mais os holofotes internacionais. Assim esperamos — tanto a Gabriela Toloi quanto o AdoroCinema!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top