Minha conta
    The Walking Dead: Lauren Cohan conta por que o áudio da cena final não revela a vítima de Negan
    Por Laysa Zanetti — 18 de abr. de 2016 às 12:10

    A atriz explicou o processo de gravação e acabou com uma das teorias dos fãs da série.

    Os fãs de The Walking Dead são bastante insistentes quando querem descobrir alguma coisa, e Steven Yeunn que o diga. A cena da aparente morte de Glenn no início da sexta temporada foi longamente dissecada antes de o destino do personagem ter sido revelado oficialmente, e o mesmo vem acontecendo com a cena do final da temporada. Enquanto os fãs tentam descobrir de qualquer forma quem foi a vítima de Lucille e de Negan (Jeffrey Dean Morgan), Lauren Cohan joga um balde de água fria nas teorias e avisa: estão perdendo tempo.

    Após o final da temporada, um fã bastante dedicado diminuiu a velocidade do áudio da última cena, na intenção de decifrar os gritos e descobrir quem havia sido a vítima fatal. A teoria aponta que os gritos de Glenn e Maggie explicariam que Glenn foi a vítima, assim como nos quadrinhos. Mas... não tão rápido

    Enquanto os próprios showrunners e elenco já explicaram que a cena da morte sequer foi gravada ainda, Cohan concedeu uma entrevista ao Huffington Post e explicou por que os áudios não têm nenhuma intenção maior por trás. A atriz revelou que nenhum ator esteve presente na gravação cena, e portanto os gritos, gravados posteriomente, não tiveram nenhum direcionamento:

    "Aqui está uma boa informação. Nós gravamos a cena, e então individualmente fomos a uma cabine [de som] privada para gravar o áudio, então eu não sei. Ninguém sabe o que os outros disseram."

    Confira abaixo o áudio:



    De acordo com a atriz, nenhum ator soube a identidade da vítima na hora de gravar, e por isso ninguém foi instruído a reagir especificamente a algum nome. Portanto, a verdade mesmo só em outubro, com a sétima temporada.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top