Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Chloé Zhao: Conheça a carreira da diretora de Os Eternos da Marvel e Nomadland, que levou o Globo de Ouro 2021
    Por Bruno Botelho dos Santos — 1 de mar. de 2021 às 12:50
    facebook Tweet

    Chloé Zhao é uma das diretoras mais promissoras de Hollywood e ganhou destaque com Domando o Destino e Nomadland para comandar Os Eternos da Marvel.

    Chloé Zhao é uma das diretoras mais queridas e promissoras em Hollywood atualmente, principalmente pelo sucesso de seu filme Nomadland – com grande destaque na temporada de premiações, sendo o primeiro filme a ganhar os principais prêmios nos festivais de Toronto e Veneza e que ganhou o Globo de Ouro recentemente.

    Mesmo assim, outro grande projeto que atraiu ainda mais atenções para a diretora, que vai fazer Os Eternos, um dos filmes mais aguardados na Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel (UCM). Sabendo disso, o AdoroCinema separou uma matéria especial para falar um pouco mais a respeito da carreira de Zhao. Vamos conferir!

    Os primeiros projetos

    Zhao nasceu em Pequim como Zhao Ting. Ela cresceu como uma estudante pobre, mas seu pai se tornou um executivo de alto escalão na bem-sucedida empresa de aço Shougang Group. Aos 14 anos, Zhao foi para um internato no Reino Unido, onde aprendeu inglês, mas terminou o ensino médio em Los Angeles, nos Estados Unidos.

    Mudou-se para o leste para os estudos de graduação, onde se formou em ciências políticas em Mount Holyoke. Porém, em entrevista para a Vulture, ela diz que "se viu mais atraída pelas pessoas do que pela política”, que foi quando decidiu estudar cinema na Universidade de Nova Iorque (New York University).

    Durante esse período ela produziu diversos curta-metragens, como Post (2008), The Atlas Mountains (2009), Daughters (2010) – que se destacou em premiações de curtas – e Benachin (2011). Para sua tese, ela lançou o filme Songs My Brothers Taught Me, em 2015, um drama nativo americano que retrata a vida moderna na Reserva Indiana de Pine Ridge. As canções renderam a Zhao uma indicação ao Independent Spirit Awards de Melhor Filme de Estreia.

    Globo de Ouro 2021: Chloé Zhao vence o prêmio de Melhor Direção por Nomadland

    Projeção internacional com Domando o Destino

    Chloé Zhao sempre teve um fascínio pelo Velho Oeste dos Estados Unidos. Depois de morar no país como adulta, ela queria contar histórias sobre aquela parte."Minha vida tem sido tão transitória e rápida que é uma sensação tão boa quando estou lá, quase como se o tempo para”, disse em entrevista para a revista Interview.

    Pensando nisso, ela produziu seu segundo filme, Domando o Destino, de 2017, que coloca atores não profissionais interpretando versões de si mesmos – membros de uma família nativa americana que passou por muitas dificuldades. O personagem principal, Brady, é um cavaleiro de rodeio que se vê impedido de montar em cavalos após sofrer um grave acidente no rodeio. Pouco a pouco, ele aprende a ter experiências de reflexões internas, sobre sua identidade e a cultura local. 

    Domando o Destinou estreou na seleção da Quinzena do Realizador do Festival de Cinema de Cannes 2017 e ganhou o Prêmio de Arte do Cinema. Zhao também foi indicada como Melhor Diretor e Melhor Longa-Metragem no 33º Independent Spirit Awards, além de ser a primeira a receber o prêmio The Independent Spirit Bonnie.

    Sucesso de crítica com Nomadland

    Nomadland está trilhando seu caminho para o Oscar e é estrelado por Frances McDormand, que interpreta uma mulher chamada Fern que perde tudo e reconstrói sua vida como uma nômade nos Estados Unidos moderno. Baseado no livro homônimo de Jessica Bruder, é um relato abrangente de nômades contemporâneos após a crise de 2008, então Chloé Zhao utilizou seus conhecimentos de ciências políticas para fazer um retrato honesto da situação sociopolítica dos Estados Unidos.

    A narrativa acompanha a personagem enquanto ela conduz a vida na estrada, trabalhando em vários empregos, encontrando e fazendo amizade com outros nômades e se ajustando ao seu "novo normal". Para isso, Nomadland conta com nômades da vida real Linda May, Swankie e Bob Wells.

    Nomadland: Conheça o filme premiado no Globo de Ouro

    Zhao acrescentou que, com Nomadland, ela quer deixar claro que as pessoas que vivem em um país tão rico, como os Estados Unidos, não deveriam ter que ver a vida nômade como sua única opção. “Obviamente, politicamente, acho que [a vida nômade] deveria ser uma escolha para pessoas dessa idade em um dos países mais ricos do mundo”, disse Zhao para a Elle. "Você não deveria ser forçado a essa vida."

    Nomadland conquistou 94% de aprovação no Rotten Tomatoes, um site agregador de críticas, com o consenso: "Um estudo de personagem poético sobre os esquecidos e oprimidos, Nomadland capta lindamente a inquietação deixada na esteira da Grande Recessão".

    Chloé Zhao dirigindo um grande filme da Marvel: Os Eternos

    Chloé Zhao é diretora de Os Eternos, que vai ser um dos 4 filmes da Marvel com lançamento em 2021, e é um dos projetos mais aguardados do Universo Cinematográfico Marvel. Zhao afirmou que o novo filme será uma experiência única.

    “Podem esperar para ver um novo grupo de heróis, se apaixonar por eles e explorar uma nova mitologia. É uma aventura nova. E será boa. Estou bem orgulhosa disso e estou muito orgulhosa do elenco. Estou animada para que todos assistam”, afirmou a diretora. 

    Os Eternos: Kevin Feige diz que o novo filme da Marvel é um dos melhores que ele já viu

    A história vai acompanhar um grupo de heróis, os Eternos, originários dos primeiros seres a terem habitado a Terra, que fazem parte de uma raça modificada geneticamente pelos deuses espaciais conhecidos como Celestiais. Além disso, a produção vai apresentar o primeiro beijo gay do Universo Cinematográfico da Marvel e incluir o primeiro super-herói com deficiência auditiva.

    Para a Vanity Fair, ela nomeou Alfonso Cuarón como diretor com o alcance que ela também gostaria de ter e afirmou que não está necessariamente planejando pular para as produções lucrativas da Marvel e nunca mais voltar para os filmes independentes. “Eu quero voltar e fazer um filme com um orçamento ainda menor do que Domando o Destino? Cem por cento”, disse ela. “Se a história certa aparecer.”

    Futuramente, Chloé Zhao vai fazer nova versão de Drácula com estilo de um faroeste de ficção científica futurista. Um dos melhores nomes para ficar de olho em Hollywood, não é mesmo?

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top