Minha conta
    Nicolas Cage vai interpretar a si mesmo em filme
    Por Katiúscia Vianna — 18 de nov. de 2019 às 15:26

    Do diretor de Namoro ou Liberdade, The Unbearable Weight of Massive Talent terá referências sobre A Outra Face, 60 Segundos e Despedida em Las Vegas.

    Getty images

    Nicolas Cage está prestes a encarnar um dos papéis mais desafiadores de sua carreira. Afinal, não é fácil interpretar um ícone do cinema do porte de... Nicolas Cage!

    A Lionsgate está fechando acordo para comprar The Unbearable Weight of Massive Talent, filme que terá o ator vivendo uma versão fictícia de si mesmo nas telonas. No contexto da narrativa, Cage está preso em dívidas, desesperado para ganhar um papel no novo longa de Quentin Tarantino, e tem um relacionamento complicado com a filha adolescente.

    O pontapé do filme é quando Nicolas se vê obrigado a participar da festa de aniversário de um bilionário mexicano, que espera convencê-lo a ler seu script. Mas Cage é recrutado pela CIA para investigar tal homem, traficante de um cartel que sequestrou a filha de um candidato à presidência. Se isso já não fosse complicado o suficiente, o ricaço ainda traz a ex-esposa e a filha do protagonista na história, arriscando a vida de toda a família.

    Todo trabalhado na metalinguagem (cheio de referências sobre A Outra Face, 60 Segundos e Despedida em Las Vegas), o filme será dirigido por Tom Gormican (Namoro ou Liberdade), que também assina o roteiro com Kevin Etten (Desperate Housewives, Scrubs). Além de estrelar, Cage será produtor com Kevin Turen (Euphoria).

    The Unbearable Weight of Massive Talent ainda não tem previsão de lançamento.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Primal: Nicolas Cage luta contra assassino e persegue onça em trailer do filme
    • Jiu Jitsu: Nicolas Cage fará filme de artes marciais com aliens
    • Nicolas Cage acredita que seria um ótimo Lex Luthor
    Pela web
    Comentários
    • Messala Oliveira
      Eu adorava os filmes do Nicolas Cage, era o tipo de ator que, se estivesse na capa do filme (na épca das locadores), eu alugava sem medo. Eu comecei a ler esse artigo achando a ideia interessante. Quando cheguei na parte versão fictícia de si esmo imaginei, legal, talvez seja divertido como aquele JCVD, filme do Van Damme. Continuei lendo até desesperado para ganhar um papel no novo longa de Quentin Tarantino, cheguei a ficar empolgado com a ideia. Mas aí veio a parte do traficante mexicano querendo se tornar roteirista e o Nicolas Cage sendo contratado pela CIA para investigá-lo... aí eu vi que era mais do mesmo que ele anda fazendo. Que deus tenha misericórdia da carreira dele.
    • Dotôrouse
      Mais uma bomba vem ai?
    • Ricardo F.
      Cara, na boa, eu já quero muito ver esse filme!
    Mostrar comentários
    Back to Top