Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Homem-Aranha no Aranhaverso: As referências encontradas na animação
    Por Barbara Demerov — 30 de dez. de 2018 às 09:29
    facebook Tweet

    Atenção: spoilers do filme a seguir!

    Homem-Aranha no Aranhaverso não só traz novidades no que se diz respeito a quem são as pessoas que utilizam o uniforme do herói. A elogiada animação também possui inúmeras referências dos filmes anteriores do teioso e da trajetória do herói como um todo!

    Além dos já conhecidos personagens Spider Gwen, Peni Parker, Porco-Aranha e Homem-Aranha Noir, que já são referências ambulantes, confira outros elementos que tornam o filme ainda mais divertido (com uma pontinha de nostalgia):

    A música-tema do herói

    No início do filme são apresentadas diversas cenas divertidas relacionadas ao herói - ou seja, o filme já começa com inúmeras referências. Mas a que merece mais destaque certamente é a passagem que apresenta a música-tema do Homem-Aranha!

    Cena da série televisiva de 67

    Em uma das aventuras de Miles Morales pelo Aranhaverso, ele acaba dando de encontro com o primeiro Homem-Aranha já exibido na televisão. Sim, aquele lá de 1967! A cena é hilária e é apresentada no final do longa.

    O Homem-Aranha de Tobey Maguire

    Apesar de dois Peter Parker serem apresentados no filme, ambas as histórias se aproximam muito com a trajetória de Peter na trilogia de Sam Raimi, o que só reforça a opinião de que sua storyline ainda é conhecida como a "oficial" nos cinemas. O beijo de ponta-cabeça com Mary Jane, a já clássica cena em que Peter segura o trem com as teias, o ensinamento do Tio Ben, o difícil treinamento de pular entre prédios e, claro, a dancinha polêmica de Homem-Aranha 3, fazem parte da composição do personagem e resultam numa divertida viagem ao passado.

    Lady Octopus

    Doutor Octopus, o grande vilão de Homem-Aranha 2 (ainda considerado por muitos o melhor filme do herói), não dá as caras na animação, mas sua presença é bastante sentida. A surpresa vem na forma de Lady Octopus (ou Doc Ock), com o nome de Olivia Octavius. 

    O belo visual inspirado dos quadrinhos

    Nada melhor que reverenciar as origens de um herói trazendo alguns elementos clássicos. É isso o que ocorre em Aranhaverso, que possui a estrutura de quadrinhos até na composição das cenas, dando a impressão de que estamos lendo uma revista e passando as páginas uma a uma.

    Contatos já conhecidos nos telefones

    Brian Michael Bendis, Sara Pichelli e Steve Ditko. Reconhece estes nomes? No telefone de Miles Morales é possível encontrar os dois primeiros contatos, que são os criadores do personagem de Miles. Já no telefone do pai do jovem é possível encontrar o contato de Ditko, co-criador do Homem-Aranha.

    Alchemax

    Apesar de mais conhecida pelos fãs, a Oscorp também não dá as caras. A empresa conhecida no multiverso é a Alchemax, que foi apresentada pela primeira vez nos quadrinhos Homem-Aranha 2099 - nº1, e que também faz experimentos genéticos - vide a aranha radioativa que pica Miles no esgoto.

    Diversos uniformes

    Não só de filmes como também de games. São apresentados inúmeros uniformes utilizados por Homem-Aranha no decorrer dos anos (e através dos multiversos). Há até um uniforme com capa e o que foi usado por Tom Holland em Vingadores: Guerra Infinita!

    Rei do Crime e Duende Verde

    Apesar de o Rei do Crime não ser exatamente um vilão do Homem-Aranha e sim do herói Demolidor, ele é o grande antagonista em Aranhaverso. O curioso é que Wilson Fisk foi originado para ser um vilão do Homem-Aranha, então, nada mais justo que ele ganhar seu devido destaque. Além disso, Duende Verde aparece brevemente com seu visual original em uma luta com Peter Parker.

    Stan Lee

    A famosa e sempre muito aguardada aparição do criador de tantos heróis da Marvel obviamente também terá seu espaço em Aranhaverso. A cena em que Stan Lee aparece é, sem dúvidas, muito mais emotiva que o normal - principalmente devido ao seu falecimento em novembro de 2018. Saiba mais sobre a cena aqui.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Observador
      As animações, os cortes das cenas, os balões de diálogo tipico das HQ foram muito bons. Mas a estória achei que acabou sendo esticada um pouco de mais, tipo, na minha opinião se o filme perdesse uns 30 minutos de estória não ficaria tão cansativo e ainda estaria coerente pelo o que foi proposto.
    • Vidamell Vida R.
      Eu nem assisti, é bom?
    Mostrar comentários
    Back to Top