Minha conta
    Samuel L. Jackson e Magic Johnson são confundidos com imigrantes por ex-modelo na Itália, gerando polêmica sobre racismo
    Por Felipe Ribeiro — 25 de ago. de 2017 às 12:25

    Criticada nas redes sociais, Nina Moriac ainda por cinema vai ganhar dinheiro para provar que não é racista. Ela diz que "a cor da pele não importa", mas e a xenofobia?

    Reprodução / Twitter / Earvin Magic Johnson

    Em meio a uma crise migratória mundial, a ex-modelo Nina Moric se tornou alvo de críticas nas redes sociais ao confundir o ator Samuel L. Jackson e o ex-jogador de basquete Magic Johnson com imigrantes, indicando que os dois estavam "na moleza" em localidade turística graças ao dinheiro público italiano. Os famosos estavam em uma praça na cidade de Forte dei Marmi, na Toscana, quando foram fotografados.

    Reprodução / Facebook / Nina Moriac

    Pelo visto, Moriac não reconheceu os dois quando tirou a foto, nem mesmo com eles cercados por sacolas de lojas de luxo. "Ver, também em locais turísticos [...], imigrantes na moleza sentados em bancos com os nossos 35 euros é realmente demais", escreveu a ex-modelo nas redes sociais. A publicação teve vários compartilhamentos e gerou uma série de críticas favoráveis dos seus seguidores, repreendendo a presença de imigrantes e as políticas públicas locais que ofertam 35 euros por dia aos imigrantes. Falaram nos comentários, por exemplo, que os imigrantes deveriam fazer "trabalhos sociais" e "limpar jardins públicos" como forma de agradecimento.

    Moric foi acusada de racismo e virou piada nas redes sociais por confundir os famosos com imigrantes africanos. O fato da ex-modelo ser croata, nascida em Zagreb, e ter chegado na Itália apenas em 1990 também foi um dos alvos de gozação. Recentemente, ela mostrou simpatia com o “Casa Pound”, partido italiano de extrema-direita que abertamente se identifica com o neofacismo e apoia a expulsão dos imigrantes e fechamento das fronteiras.

    Em resposta às mensagens, Moriac fez uma segunda publicação afirmando que tudo não passava de uma brincadeira e também de uma provocação, segundo o G1. Ela até lembrou que já trabalhou com Johnson em um comercial no ano de 1998. Inclusive, o ex-jogador de basquete publicou fotos dele e de Jackson no local cercados por fãs.

    No final das contas, a atitude de Moriac ainda rendeu uma proposta em que ela receberá dinheiro para provar que não é racista. " A história de Samuel L. Jackson e Magic Johnson teve seu final feliz. Fui contactada pelos irmãos Tomei, italo-americanos que lançaram um desafio [...] para provar que eu não sou racista. Me ofereceram 250 mil dólares para acomodar um imigrante na minha casa durante uma semana. A cifra não é alta, especialmente porque vou ter que instalar câmeras na minha casa para transmissão ao vivo, 24 horas por dia. Ainda não consultei meu filho e meu namorado, mas decidi aceitar [...]", publicou a ex-modelo.

    Ela completou dizendo que é "a única a realizar o conceito de ganhar com os migrantes ajudando os italianos", diferente do que tem acontecido na Itália segundo seu ponto de vista político. "Com esta soma, vou incorrer impostos e ajudar o maior número possível de famílias italianas. Também é um desafio fascinante mostrar que nunca na vida fiz diferenciação de raças. A imigração precisa ser controlada para proteger a nossa cidade, a cor da pele não importa a ninguém", afirmou Moriac.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top