Minha conta
    Estúdio Ghibli volta à ativa com Hayao Miyazaki
    Por João Vitor Figueira — 14 de ago. de 2017 às 15:20

    Novo filme do diretor será lançado em 2021, ano em que o artista vai completar 80 anos de idade.

    Apesar de ter anunciado que iria se aposentar da direção de longas-metragens em 2013, Hayao Miyazaki nunca deve realmente pendurar os storyboards — para a nossa alegria.

    Inicialmente, o lendário diretor japonês disse que Vidas ao Vento seria o último filme de sua carreira. Três anos depois do lançamento daquele que seria seu requiém na sétima arte, o mestre da animação começou a preparar o curta animado Kemushi no Boro (ou Boro, A Lagarta, em tradução livre para o português) em 2016. Insatisfeito com o resultado, Miyazaki agora vai transformar o curta em um longa-metragem.

    Segundo o site The Playlist, para realizar o longa-metragem do diretor os Estúdios Ghibli voltaram à ativa e reabriram as portas de sua divisão de produção. O site do estúdio anunciou a contratação de uma equipe para trabalhar no filme de Miyazaki e não foi confirmado se essa equipe irá realizar apenas Kemushi no Boro ou se também fará algum outro filme.

    Boro será o primeiro filme da carreira de Miyazaki a ser realizado apenas em CGI (sigla em inglês para imagens geradas por computador). O diretor fez carreira com animações tradicionais desenhadas à mão e já disse que animações computadorizadas são "um insulto à vida". De acordo com o diretor, seu próximo filme é "uma história sobre uma pequena e cabeluda lagarta, tão pequena que poderia ser esmagada por entre os seus dedos".

    Miyazaki já afirmou que gostaria de terminar Boro antes das Olimpíadas de Tóquio de 2020, mas o filme só ficará pronto em 2021, ano em que o diretor celebrará seus 80 anos de idade.

    Ghibli e Miyazaki são responsáveis por alguns dos maiores filmes da história do cinema animado, com produções como Meu Amigo Totoro (1988), Princesa Mononoke (1997) e A Viagem de Chihiro (2001).

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top