Minha conta
    Zoolander 2 provoca revolta em movimento LGBT
    Por Rodrigo Torres — 23 de nov. de 2015 às 16:16

    Petição incita boicote por causa do tom caricato do andrógino vivido por Benedict Cumberbatch.

    Zoolander 2 só chega aos cinemas em 2016 e já causa polêmica. Ativistas LGBT (em defesa de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e trangêneros) acusam a comédia de "ofensiva" e "perigosa", e por isso lançaram uma petição promovendo o boicote do filme estrelado por Ben Stiller e Owen Wilson. Tudo culpa de uma piada em forma de personagem, de estereótipo.

    "No trailer de Zoolander 2", prevê a petição criada por Sarah Rose, "um personagem andrógino interpretado por Benedict Cumberbatch é perguntado por Zoolander e Hansel se ele é um modelo homem ou mulher, e se ele tem um cachorro quente ou um pão de forma". A resposta do personagem é um trocadilho com o seu nome: "All é tudo!".

    "O personagem de Cumberbatch é claramente caracterizado como um escárnio exagerado e caricato de indivíduos andróginos/trans/não-binários. Este é o equivalente moderno de pintar a cara de preto para representar uma minoria." Por fim, a petição alerta que a continuação de Zoolander "endossa percepções nocivas e perigosas à comunidade homossexual em geral". Vale a reflexão. Inclusive pelo fato de a petição já ter quase 10 mil assinaturas.

    Confira o polêmico trailer de Zoolander 2, que estreia no Brasil no dia 3 de março de 2016:

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top