Minha conta
    "Ridley Scott deveria estar diante de um tribunal”: O ponto de vista histórico de Napoleão irrita especialistas
    Eduardo Silva
    Eduardo Silva
    -Redator
    Jornalista que ama filmes sobre distopias e animes de battle royale. Está sempre assistindo alguma sitcom e poderia passar horas falando sobre Yu Yu Hakusho e Jogos Vorazes.

    O diretor já respondeu aos seus críticos: “Vá cuidar da sua vida”.

    “Napoleão não atirou nas pirâmides”, “Napoleão não estava na execução de Maria Antonieta”, “Maria Antonieta tinha cabelos muito curtos na execução”. O historiador britânico Dan Snow foi um dos primeiros a criticar a visão de Ridley Scott sobre o famoso líder militar francês no filme Napoleão, que acaba de chegar aos cinemas. A resposta que ele recebeu do cineasta foi direta: “Get a life” (expressão de reprovação que significa algo como “vá fazer algo útil” ou “vá cuidar da sua vida”).

    Apple

    O fato é que ele não foi o único. Além das críticas da imprensa e do público, há muitos especialistas que torceram o nariz para o longa-metragem. Um caso recente foi o do espanhol Àngel Casals, professor de História Moderna na Universidade de Barcelona, que deu sua opinião em uma entrevista à rádio RAC1: “É muito ruim. Do ponto de vista histórico, é horrível. Não existem crimes contra a história, caso contrário Ridley Scott estaria diante de um tribunal”, disse.

    Casals afirma que há uma diferença entre não querer dar uma aula de história no cinema e dar informações que não correspondem à realidade. Napoleão, em sua opinião, “explica detalhes específicos de sua biografia de forma muito tendenciosa”.

    Napoleão
    Napoleão
    Data de lançamento 23 de novembro de 2023 | 2h 38min
    Criador(es): Ridley Scott
    Com Joaquin Phoenix, Vanessa Kirby, Tahar Rahim
    Imprensa
    2,8
    Usuários
    3,3
    Adorocinema
    3,5
    Assista Agora em AppleTV+

    Uma “péssima abordagem” e um “panfletarismo anglo-saxão”

    Outro espectador que fez uma boa análise do ponto de vista da história foi David Lorao, do canal do YouTube Mr. Quinn, também da Espanha. “A abordagem que fizeram de Napoleão Bonaparte e daqueles anos do império francês não é apenas abismal. Ela se aproxima do panfletarismo anglo-saxão”, diz ele no início de sua crítica.

    “A começar pela constante difamação da Espanha, que foi propagada nos últimos séculos a partir das Ilhas Britânicas”, continua.

    Não se pode ter a maior lenda da Europa moderna, uma das vidas mais épicas, convulsivas, interessantes e surpreendentes da história da humanidade, e fazer uma adaptação que não tem alma, não tem emoção, não é épica, é superficial e não lhe diz absolutamente nada.

    Ele complementa dizendo que, quando o filme termina, você não tem a menor ideia de quem é Napoleão Bonaparte. “Se você é uma pessoa que não sabe absolutamente nada sobre ele, sai desse filme e ainda não sabe nada sobre ele”, ressalta. “O filme apresenta Napoleão Bonaparte como um idiota.”

    Talvez a maneira de abordar esse filme seja presumir que ele é pura ficção e que é apenas um espetáculo visual.

    *Fique por dentro das novidades dos filmes e séries e receba oportunidades exclusivas. Ouça OdeioCinema no Spotify ou em sua plataforma de áudio favorita, participe do nosso Canal no WhatsApp e seja um Adorer de Carteirinha!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Back to Top