Minha conta
    Connie e Carla - As Rainhas da Noite
    Média
    3,2
    19 notas
    Você assistiu Connie e Carla - As Rainhas da Noite ?

    5 Críticas do usuário

    5
    2 críticas
    4
    1 crítica
    3
    0 crítica
    2
    1 crítica
    1
    1 crítica
    0
    0 crítica
    Organizar por
    Críticas mais úteis Críticas mais recentes Por usuários que mais publicaram críticas Por usuários com mais seguidores
    anônimo
    Um visitante
    5,0
    Enviada em 14 de maio de 2014
    Olá!
    Essa comédia é hilariante!
    Duas amigas desde crianças querem ser famosas nos palcos cantando juntas!
    Mas após Connie (Nia Vardalos) e Carla (Toni Collette) presenciarem um crime, elas fogem para Los Angeles, e lá elas conseguem realizar seu sonho de estrelato...só que num clube de travestis, vestidas como Drag Queens!
    Adorei todo o elenco desse filme!
    Eu adorei esse filme, também tem história e é um grande musical!
    Se você ainda não viu, assista, porquê é sensacional!
    Boa noite!
    Cilania
    Cilania

    300 seguidores 219 críticas Seguir usuário

    4,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    O filme é bem engraçado e diferente, amo Toni Collete ótimas atuações, principalmente nesse filme.
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR

    1.495 seguidores 293 críticas Seguir usuário

    1,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Connie (Nia Vardalos) e Carla (Toni Collete) são amigas de infância que perseguem o estrelato como cantoras de hits da Broadway. Elas cantam em salas de espera de aeroportos, em espeluncas, enfim em qualquer lugar que lhes abrissem as portas. O público nunca passou de meia-dúzia de gatos pingados e desinteressados. Eis que a dupla passa a ser perseguida pela máfia de Chicago porque testemunhou o assassinato do dono do local onde elas se apresentavam. A fuga de Chicago é inevitável, e a escolha improvável para quem gostaria de ficar no anonimato, recai sobre a cidade de Los Angeles. Desempregadas, Connie e Carla decidem participar de um concurso de cantoras de uma boite homossexual. Adivinhem quem vence? Se você pensou na dupla C & C, acertou! Elas fazem um sucesso estrondoso como "drag queens" e interpretando canções das peças (e filmes) como "Yentl", "Jesus Cristo Superstar", "Oklahoma" e outras mais. Ao sair do anonimato, a dupla central tornou-se alvo fácil dos seus perseguidores. Além disso, quando Connie se apaixona por Jeff (David Duchovny, sempre inexpressivo) e vice-versa é que surge a grande complicação filosófica do filme, ou seja, o fato de um heterossexual se apaixonar por uma "drag-queen", que não poderia revelar o seu sexo verdadeiro. Após o megasucesso de "Casamento grego", a atriz e roteirista Nia Vardalos investiu numa comédia musical para tentar reeditar as bilheterias do seu primeiro filme. Errou o alvo. Os diálogos são fracos. Os personagens, principalemente os gays, não passam de esteriótipos. Fiquei com pena da excelente atriz Toni Collete, o único ponto alto do filme. Se o intuito de Nia Vardalos era fazer um "Quanto mais quente melhor" de início de milênio, acho que ela naufragou no titanic de sua megalomania.
    Rogeria
    Rogeria

    3 seguidores 40 críticas Seguir usuário

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Me diverti demais com o filme,vale a pena ver.Filme p/se divertir.
    Sula M
    Sula M

    1 crítica Seguir usuário

    5,0
    Enviada em 23 de janeiro de 2019
    Amei esse filme porque ele é muito divertido e queria ver de novo . Por favor me deixem vê lo novamente
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top