Minha conta
    Dança Comigo?
    Média
    4,1
    892 notas e 19 críticas
    distribuição de 19 críticas por nota
    5 críticas
    5 críticas
    1 crítica
    6 críticas
    1 crítica
    1 crítica
    Você assistiu Dança Comigo? ?

    19 críticas do leitor

    Kamila A.
    Kamila A.

    Segui-los 5547 seguidores Ler as 662 críticas deles

    3,5
    Enviada em 6 de julho de 2013
    Ah, a rotina. Ela é capaz de acabar com a vida e com os relacionamentos das pessoas. Por outro lado, muitos de nós somos escravos dela. É nesta categoria que se enquadra John Clark (Richard Gere), o protagonista da comédia romântica “Dança Comigo?”. John é um advogado especialista na redação de testamentos. Ele é bem casado com Beverly (Susan Sarandon) e é o pai devotado de dois filhos adolescentes. No entanto, sua vida se resume a ir de casa para o trabalho e do emprego para casa. Pouco a pouco, ele vai perdendo a felicidade, inclusive naquilo que mais lhe dá prazer (a família). Só então é que John decide abraçar um conselho que ele mesmo dá aos seus clientes quando do término de mais um testamento: “o resto é com você”.

    No caminho que ele faz diariamente até a sua casa, John vê uma escola de dança. Na janela principal do estabelecimento, ele sempre tem a mesma visão: a de Paulina (Jennifer Lopez, deixando de lado o comportamento de diva e abraçando com convicção um papel coadjuvante), uma das professoras da escola, que perdeu a alegria de viver depois de ser derrotada na dança e no amor. Paulina chama a atenção de John, pois ele vê no exterior dela o que ele é no interior. E é para evitar terminar como Paulina que John se matricula em um curso de dança de salão para iniciantes.

    “Dança Comigo?” é um filme que se apoia fundamentalmente em dois aspectos distintos do roteiro. O primeiro deles é no tipo de relacionamento que se estabelece entre John e os alunos e professores da escola de dança. Um relacionamento de troca e de igualdade, afinal todos ali estão na mesma posição de vulnerabilidade, de insegurança e de incertezas.

    No entanto, é no segundo aspecto que o roteiro – e, consequentemente, o filme – se fortalecem, uma vez que a dança de salão é utilizada como uma espécie de metáfora para ilustrar o casamento ou um relacionamento amoroso. Assim como na dança de salão, no amor é obrigatório o respeito ao parceiro e ao espaço do companheiro, a intimidade, a honestidade, a atração, a paixão e a troca de passes. Metáfora esta que também pode ser aplicada no dia a dia das pessoas. E é isto que faz de “Dança Comigo?” um filme surpreendente – em todos os sentidos.
    anônimo
    Um visitante
    5,0
    Enviada em 12 de junho de 2014
    Bom dia à todos(as) do AdoroCinema.
    Esse filme é muito interessante.
    John Clark (Richard Gere), mesmo sendo bem-sucedido em seus trabalhos como advogado e amando sua esposa Beverly (Susan Sarandon) e seus filhos, mas sem novidades e o casamento virou uma rotina.
    Sempre que ele passa de trem na frente de uma escola de dança de salão, vê a bela professora Paulina (Jennifer Lopez) na janela.
    Uma certa noite ele entra e acaba se matriculando nessa escola de dança, dessa forma ele vai se interessando mais por Paulina e conhecendo outras pessoas, inclusive fica mais alegre.
    Após umas aulas a professora Paulina diz ao John que se ele está fazendo essas aulas só por causa dela, que desista de dançar. Mas John não perde a vontade e continua nas aulas de dança, só que ele não conta para sua esposa, portanto, ele terá que aguentar o ciúme da Beverly (Sarandon), porquê ela contrata um detetive para ir atrás dele e descobrir o que ele anda fazendo à noite.
    Eu adoro o final desse filme, acho sensacional, além das danças, as músicas também foram muito bem escolhidas, e principalmente os atores que trabalharam muitíssimo bem.
    Se você ainda não viu Dança Comigo?, assista, porquê é sensacional.
    Abraços.
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 43027 seguidores Ler as 1 982 críticas deles

    4,5
    Enviada em 31 de julho de 2017
    Ótimo filme! Incrível história com Richard Gere, Susan Surandon, Jennifer Lopes. Me emocionei muito com as cenas, filme que transmite o amor pelo essencial, família como o primordial em nossas vidas, Conta comigo é u filme obrigatório para família.
    Estevan Magno
    Estevan Magno

    Segui-los 4237 seguidores Ler as 490 críticas deles

    4,0
    Enviada em 27 de dezembro de 2013
    É de ficar com vontade mesmo de dançar. Com um ritmo e um timbre muito bom, essa interessante comédia romântica, impacta pela qualidade do elenco e da história simples mas muito bem trabalhada. Não é nenhum " Embalos de Sábado a Noite ". mas é muito gritante a forma com que a dança é vista e tratada pelas pessoas que a não a veem como arte. Mas não é isso que pensa Richard Gere.
    Kid Janjão
    Kid Janjão

    Segui-los 10 seguidores Ler as 66 críticas deles

    4,0
    Enviada em 21 de janeiro de 2015
    Gostoso de se ver, mostra como precisamos nos reinventar. Para os cintura dura, serve de inspiração. Perfeito para assistir com a esposa.
    ANA LUCIA DA SILVA
    ANA LUCIA DA SILVA

    Segui-los 42 seguidores Ler as 123 críticas deles

    4,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    ...Um filme bem gostosinho de assistir,pois eu adoro filmes de dança.E nesse filme fica provado que por mais que Richard Gere no papel de John um homem que ama sua esposa,aparentemente tem uma vida feliz,mais mesmo assim falta algo.E esse algo é a dança que transforma a vida dele.Realmente dançar é uma terapia.
    wesleyaxe
    wesleyaxe

    Segui-los 8869 seguidores Ler as 680 críticas deles

    4,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Ótimo filme que a maestria e experiência de Richard Gere e o charme de Jennifer Lopez, filme dançante, apaixonante e quente... adorei.
    Fernando Schiavi
    Fernando Schiavi

    Segui-los 2037 seguidores Ler as 389 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Um ótimo filme de Peter Chelsom. Mais uma vez Richard Gere está muito à vontade em seu papel, assim como jennifer Lopez. Susan Sarandon poderia ser melhor aproveitada, já que não fica muito tempo em tela, mas sua participação foi excelente e como sempre correspondeu bem quando exigida, especialmente nas cenas finais. Além do elenco muito bom, a história é simples, direta e deliciosa de se assistir, pois trata de amor (amor pela família, pela dança), de amizade, de redenção, arrependimentos e da busca pela felicidade ao realizar algo que nos preenche a alma e nos satisfaz plenamente. O filme possui um ótimo ritmo, muito bem editado, os vários tipos de dança foram colocados na medida certa e com extremo bom gosto. Outros destaques são o roteiro delicioso de Audrey Wells e a trilha sonora maravilhosa da dupla John Altman e Gabriel Yared , além das cenas finais  muito emocionates, e o uso das transições são perfeitas mostrando o desfecho dos personagens. A cena de Richard Gere com Susan Sarandon ao som de "The Book Of Love" me arrepiou com sua sensibilidade, delicadeza e bom gosto por parte do diretor e dos atores em cena, inclusive as coadjuvantes que estavam com Susan Sarandon na loja.Um lindo filme, super emocionate e divertido ao mesmo tempo (leia: personagem maravilhoso de Stanley Tucci e todos os alunos de dança). Super recomendado, já o assisti alhumas vezes e não perco sempre que passa na TV. Maravilhoso, para toda a família assistir!
    Cilania
    Cilania

    Segui-los 235 seguidores Ler as 219 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Lindo filme, os atores maravilhosos.
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR

    Segui-los 1258 seguidores Ler as 293 críticas deles

    1,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    John Clark (Richard Gere) tem tudo para ser feliz: uma bela mulher, Beverly (Susan Sarandon), três filho e um emprego que dava condições dele manter uma excelente casa nos subúrbios da cidade de Chicago. Porém, algo estava faltando em sua vida. Ao voltar para casa do trabalho de trem, toda a santa noite, ele ficava perplexo ao ver uma mulher na janela de uma academia de dança de salão. John decide fazer aulas de dança e fica embasbacado com uma das professores da escola, Paulina (Jennifer Lopez). Ele tenta contar sobre as suas aulas para a sua esposa, porém, acaba se fechando em copas de bico fechado. É absolutamente inevitável a atração da recém-abandonada Paulina e o "incompleto" John Clark. Por sinal, a dança sempre simbolizou ao longo de toda a história de cinema a relação sexual. É claro que num entretenimento voltado para a família, as "fagulhas" da dança de tango da dupla acaba por ser reprimida. E quem sai perdendo com isso é o espectador. Quem brilha no filme é Link Peterson (Stanley Tucci), colega de trabalho de John, que é um grande freqüentador de competições de dança, onde ele usa uma peruca esdrúxula, uma dentadura e roupas para imitar o típico latin lover. Engraçadíssimo. Esta refilmagem perde muito em relação ao filme original, no qual o grande motivo que impulsionava o personagem principal a procurar a academia de dança era tentar achar a razão para aquela tristeza estampada na face da professora. Novamente Hollywood reduz uma trama adulta para que a turma do milk-shake possa consumir de forma voraz. Entre o original e o remake prefira o primeiro, "Shall we dansu", de 1996, dirigido por Masayuki Suo.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top