Minha conta
    O Bar Luva Dourada
    Média
    3,5
    51 notas e 4 críticas
    distribuição de 4 críticas por nota
    1 crítica
    1 crítica
    2 críticas
    0 crítica
    0 crítica
    0 crítica
    Você assistiu O Bar Luva Dourada ?

    4 críticas do leitor

    @cinemacrica
    @cinemacrica

    Segui-los 10 seguidores Ler as 97 críticas deles

    3,0
    Enviada em 25 de julho de 2019
    (Insta: @cinemacrica) O grotesco levado ao extremo. Nesse retrato de um caso real de assassinatos em série, o tom de denúncia cede lugar aos exageros premeditados. Honka, cidadão de Hamburgo na década de 70, foi condenado pelo abuso e homicídio de dezenas de mulheres. Desde o início da obra, contudo, a reconstrução da transgressão não busca embasamento, a exposição transparente da barbárie é quem se prontifica de forma absoluta.
    O caminho adotado por Fatih Akın, portanto, é o do bizarro em altas doses. O diretor deliberadamente se abstém de buscas por motivações ou explorações psicológicas do serial killer. Não há passado, não há família. Logo no início do longa somos impactados por uma cena de sexo excêntrica: corpos fora de forma, roupas velhas, quarto insalubre e movimentos grosseiros que culminam num esquartejamento. O primeiro plano do rosto do protagonista também não é econômico em enriquecer o repertório de aspectos disformes. O mecanismo se repete em outras situações similares e há inegável êxito em abraçar o grotesco.
    A opção se torna diferenciada na medida em que o exagero trágico é capaz de se transmutar em comédia. Numa temática que teria fundamentos de sobra para ser um drama policial histórico, é possível rir da violência. O recurso de desenvolver o microambiente do Bar Luva Dourada também contribui com a proposta. São realmente cômicos os diálogos entre os clientes sobre suas experiências amorosas.
    Mas o fato é que o filme se fecha nesse espectro. A sucessão de experiências do protagonista não apresenta evolução notável ou aportes narrativos. São repetições que apenas reforçam o interesse pelo caricato. Ainda assim é uma experiência válida de ser apreciada.
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 43788 seguidores Ler as 1 991 críticas deles

    3,5
    Enviada em 6 de maio de 2021
    Um filme de qualidade, com elenco muito bom, principalmente o protagonista que está excelente. Roteiro é muito bom, mas seu desenvolvimento é falho com uma direção que poderia ter sido mais segura. Aqui temos um filme que ainda vai dar muito o que falar.
    Bruno Campos
    Bruno Campos

    Segui-los 463 seguidores Ler as 257 críticas deles

    5,0
    Enviada em 31 de julho de 2019
    Incrível. Pesadíssimo, especialmente nos primeiros 15 minutos. O filme não aborda os assassinatos de um psicopata com glamour, nem a investigação ou perseguição policial. A história é sobre o submundo do protagonista e das vítimas, em especial no tal bar e na casa do serial killer. Atuação magistral de Jonas Dassler, digna de todos os prêmios possíveis (após verem o filme, vale conferir o rosto do ator, como se transformou). O diretor Fatih Akin (do maravilhoso "Tschick") expõe a sujeira física e emocional dos personagens em seu cotidiano, bem pr'além das mortes, transmitindo à perfeição cada detalhe, quase até o cheiro dos lugares. Atmosferas de tensão, medo, indiferença e até humor negro são mostradas brilhantemente, pelo trabalho de altíssimo nível dos atores coadjuvantes, criando personagens marcantes, inesquecíveis. cinema da mais alta qualidade, pra quem tiver estômago.
    Davi Trevisan
    Davi Trevisan

    Segui-los Ler a crítica deles

    4,0
    Enviada em 18 de agosto de 2020
    Excelente atuação do ator Jonas Dassler No papel do assassino. Muito bom filme, vale a pena assistir .
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top