Minha conta
    Hebe - A Estrela do Brasil
    Média
    3,5
    74 notas e 15 críticas
    distribuição de 15 críticas por nota
    2 críticas
    3 críticas
    3 críticas
    4 críticas
    1 crítica
    2 críticas
    Você assistiu Hebe - A Estrela do Brasil ?

    15 críticas do leitor

    Luiz Antônio N.
    Luiz Antônio N.

    Segui-los 22188 seguidores Ler as 1 298 críticas deles

    3,0
    Enviada em 26 de dezembro de 2019
    Hebe Camargo (Andréa Beltrão) se consagrou como uma das apresentadoras mais emblemáticas da televisão brasileira. Sua carreira passou por diversas mudanças ao longo dos anos, mas foi durante a década de 80, no período de transição da ditadura para a democracia, que Hebe, ao 60 anos, tomou uma decisão importante. A apresentadora passou a controlar a própria carreira e, independentemente das críticas machistas, do marido ciumento e dos chefes poderosos, se revelou para o público como uma mulher extraordinária, capaz de superar qualquer crise pessoal ou profissional.

    Tinha muito interesse em conhecer a história dessa apresentadora que fez parte da minha infância e que marcou muito a história do Brasil filme realmente muito interessante⭐⭐⭐
    Alan David
    Alan David

    Segui-los 13549 seguidores Ler as 685 críticas deles

    3,0
    Enviada em 29 de setembro de 2019
    Hebe - Estrela do Brasil pega apenas uma pequena passagem de uma comunicadora de uma carreira de décadas, tenta naquele espaço ser o mais contundente possível, mas o que entrega mesmo é um show de atuação da sua protagonista, cobrindo que poderia ter contato mais do que contou.

    Para ler a crítica completa: http://www.parsageeks.com.br/2019/09/critica-cinema-hebe-estrela-do-brasil.html
    Rodrigo Gomes
    Rodrigo Gomes

    Segui-los 4273 seguidores Ler as 597 críticas deles

    4,5
    Enviada em 22 de dezembro de 2019
    Que mulher! Se ja gostavamos dela antes de conhecer melhor, depois desse filme, passamos a idolatrar essa pessoa de pura luz! Hebe e e sempre sera uma lenda nacional, totalmente a frente de seu tempo e maravilhosa. Andrea invoca a personagem com maestria! Que trabalho, pena nao ser mais valorizado.
    Henrique A
    Henrique A

    Segui-los 9 seguidores Ler as 17 críticas deles

    2,5
    Enviada em 27 de setembro de 2019
    O filme tem seus pontos positivos e negativos

    1o ponto positivo
    Andrea beltrão e Karine telles

    2o ponto
    Figurino e maquiagem

    Ponto negativo
    Não ter focado direito na historia da Hebe e a falta da imagem de arquivo.
    Otávio S.
    Otávio S.

    Segui-los 6 seguidores Ler as 101 críticas deles

    3,5
    Enviada em 13 de junho de 2020
    Um bom filme é bem representado pela Andrea Beltrão.
    Vagner D
    Vagner D

    Segui-los 1 seguidor Ler as 10 críticas deles

    2,5
    Enviada em 12 de janeiro de 2020
    A Hebe foi uma personalidade forte e divina, mas infelizmente o filme não está a sua altura. Basicamente pode-se dividir os personagens em dois grupos: um composto por pessoas boas sem defeitos e o outro de pessoas ruins com defeitos. Acontece que na vida real ninguém é assim e quando um filme biográfico se comporta desta maneira ele se torna raso e tendencioso.
    Fabricio Menezes
    Fabricio Menezes

    Segui-los 4 seguidores Ler as 120 críticas deles

    4,0
    Enviada em 25 de abril de 2020
    Filme mt bom! Me surpreendi demais com a qualidade do longa e com a história da Hebe. Que mulher! E que atuação incrível da Andrea Beltrão. Um dos melhores filmes brasileiros dos últimos anos. Ainda de brinde nos dá várias reflexões sobre o momento político atual, com todas as coisas que o país passou no período pós ditadura.
    Cesar Q.
    Cesar Q.

    Segui-los 3 seguidores Ler as 15 críticas deles

    2,0
    Enviada em 14 de abril de 2020
    Uma completa e desrespeitosa falsificação histórica. Excetuando o fato que Hebe saiu da band (por atraso de salários e não por censura) e foi contratada pelo sbt, todo resto é falso.
    Roberto Carlos não foi a seu programa e nem o chacrinha e nem mesmo Roberta Close estava no programa fatídico a band.
    Nunca foi uma defensora de minorias e militante da liberdade como p filme anacronicamente inventa. Hebe nunca foi peseguida pelo regime militar , ao contrário era notória defensora e gozada de enorme prestigio, e o quase processo que Ulisses Guimarães e Humberto Lucena ( e não o congresso) cogitaram, fora por ela ter sugerido o Fechamento do poder legislativo.
    Por mais ciumento e possessivo que fora seu segundo marido, Hebe esteve ao seu lado até sua morte em 2000, não bebia whisky, nem era alcoólatra, nunca se atrasou ou recusou a entrar no ar, etc, etc...
    Enfim, todo o filme ou manipula ou simplesmente inventa fatos e opiniões que nunca aconteceram e que jamais sairiam da boca de Hebe. Padrão Globo de manipulação.
    Edson Ipda de Castro
    Edson Ipda de Castro

    Segui-los Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 18 de dezembro de 2019
    MARAVILHOSÍSSIMO!!!Bem primoroso,super-criativo!Karolina Kotscho é uma autora muito talentosa!Muito boa!
    Barboza R
    Barboza R

    Segui-los Ler a crítica deles

    1,0
    Enviada em 14 de abril de 2020
    Quem fez o filme odiava a HEBE, única explicação. Sem contar que transformaram o Lelinho em um canalha e ela num objeto sexual.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top