Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    O Noviço Rebelde
    O Noviço Rebelde
    25 de dezembro de 1997 / 1h 30min / Comédia , Família, Romance
    Direção: Tizuka Yamasaki
    Roteiro Renato Aragão
    Elenco: Renato Aragão, Dedé Santana, Tony Ramos
    Usuários
    3,3 74 notas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse

    Em uma pequena cidade do Ceará um temporal destrói a igrejinha do local. Um noviço (Renato Aragão), que sonha em conseguir dinheiro para a reconstrução, tem de fugir do local pois um "coronel" (Roberto Guilherme) acha que ele sabe sobre um mapa, que diz a localização de um grande tesouro. Na verdade a mulher do "coronel" (Luma de Oliveira) passou para o noviço este mapa sem ele saber. O noviço vai trabalhar no Rio de Janeiro, onde toma conta dos cinco filhos de um empresário viúvo (Tony Ramos). Em pouco tempo as crianças passam a adorá-lo e ele pede ao seu patrão, que contrate uma jovem (Patrícia Pillar) do Ceará para ajudá-lo. Logo patrão e empregada estão envolvidos.
    Pela web

    Elenco

    Renato Aragão
    Personagem : Didi
    Dedé Santana
    Personagem : Dedé
    Tony Ramos
    Personagem : Felipe
    Patrícia Pillar
    Personagem : Maria do Céu
    Ficha completa

    Fotos

    Últimas notícias

    Relembre as trajetórias nos cinemas de 22 cantores brasileiros
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    sábado, 4 de agosto de 2018

    Detalhes técnicos

    Nacionalidade Brasil
    Distribuidor -
    Ano de produção 1997
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades -
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Claudio M
      Deus me livre, só hoje depois de adulto percebo como os filmes dos trapalhões eram péssimos, roteiros ruins sem pé nem cabeça. Quando eu era criança estes filmes lotavam o cinema, lá no final da década de 80 e inicio da 90, hoje percebo mais claramente que não fazem sentido nenhum. Os trapalhões eram bons na TV, nada mais.
    Mostrar comentários
    Back to Top