Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    As 10 franquias brasileiras de maior bilheteria do século XXI
    Por Renato Furtado — 14 de abr. de 2019 às 08:45
    facebook Tweet

    Só os blockbusters nacionais!

    10)
    1. 10) +
    Xuxa e os Duendes (2.621.793) + Xuxa e os Duendes 2 (2.310.852) | Total: 4.932.645
    Leia mais

    É certo que é praticamente impossível competir de igual para igual com titãs da indústria como os bilionários Vingadores: Guerra Infinita ou Avatar, mas não é de hoje que as produções brasileiras vem rivalizando com boa parte dos blockbusters hollywoodianos no espectro de atenção do público nacional. Prova disso é o índice de audiência cada vez mais relevante atingido por inúmeros longas produzidos pelos cantos de cá do mundo, que logo garantem sequências e mais sequências.

    Com a estreia de De Pernas pro Ar 3, novo capítulo da trilogia estrelada por Ingrid Guimarães, o AdoroCinema decidiu montar um compilado com as 10 franquias mais lucrativas da cinematografia nacional do século XXI. Portanto, descartamos o período pré-Retomada — movimento que recuperou a saúde da sétima arte brasileira com grande incentivo da Ancine, agência que ocupou o vácuo aberto pela dissolução da Embrafilme, e fomentou novos projetos no Brasil —, o que significa dizer que clássicos que arrastaram multidões como os longas dos Trapalhões ou os mais antigos filmes da Xuxa não estão presentes no slideshow apresentado acima.

    De qualquer forma, as obras em sequência compiladas em nossa seleção dão mostras totais de que o cinema brasileiro, principalmente no âmbito da comédia, tem bastante força e merece continuar sua escalada de sucesso rumo ao topo — confira o slideshow acima, montado com dados fornecidos pelo Filme B, do início dos anos 2000 até a última sexta-feira, dia 12 de abril de 2019.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • ❄ O Rei Dɑ Noite ☠❄
      Assustador é que quase nenhum desses aí presta
    • James Bond
      Xuxa e os duendes? Podem me chamar de pessimista mas acho que as outras nove não são um bom motivo para o povo se interessar pelo cinema brasileiro.
    Mostrar comentários
    Back to Top