Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    10 facetas da camaleoa Cate Blanchett
    Por Taiani Mendes — 28 de out. de 2017 às 08:23
    facebook Tweet

    Na semana de estreia de Thor: Ragnarok e Manifesto, relembre outras versões da premiada atriz.

    1. +
    Hela em Thor: Ragnarok (2017)
    Leia mais

    Vencedora de dois Oscars e indicada outras cinco vezes, a australiana Cate Blanchett estrela dois lançamentos da semana, Thor: Ragnarok e Manifesto. A partir das múltiplas facetas apresentadas pela aclamada atriz no filme/instalação de Julian Rosefeldt, relembramos suas principais caracterizações cinematográficas no slideshow.

    1. A Deusa da Morte

    Estreando no Universo Cinematográfico Marvel, ela não facilita a vida de Thor (Chris Hemsworth) na produção dirigida por Taika Waititi e prepara o fim do mundo desfilando com chifres estilizados e capa digna de vilã poderosa.

    2. A elfa real

    Figura etérea importante nas trilogias O Senhor dos Anéis e O Hobbit, Galadriel destacou sua beleza única e hipnotizante, bastante poderosa.

    3. A realeza britânica

    Muito pó e perucas para viver a personagem histórica que a revelou ao mundo já no panteão das maiores de sua geração: Rainha Elizabeth I.

    4. A atriz como a atriz

    O Oscar número um veio interpretando a vencedora de quatro Oscars Katharine Hepburn no premiado drama O Aviador, de Martin Scorsese.

    5. O homem

    Abertura da parceria com Todd Haynes e Cate surge irreconhecível como o Bob Dylan de 1965/1966, que chocou fãs antigos ao adotar a guitarra, teve uma agitada passagem pela Inglaterra e sofreu um grave acidente de motocicleta que o afastou da música.

    6. Jovem e cacheada

    Em um de seus primeiros longas, a atriz aparece com visual bem diferente do clássico interpretando uma milionária e sonhadora jogadora compulsiva no romance Oscar e Lucinda.

    7. A cientista ucraniana

    A hora de gastar o sotaque do leste europeu chega para as melhores e na aventura de Steven Spielberg ela é a pedra soviética, com corte Chanel, no sapato de Indy (Harrison Ford).

    8. Pura classe

    Carol Aird exemplifica papel bastante comum em sua carreira: a mulher loira, rica, bem vestida, desejada, educada e classuda que esconde alguma coisa atrás da aparência impecável - geralmente um estado emocional em frangalhos.

    9. Vilã de conto de fada

    A maldade sem medida. Como a cruel madrasta da Cinderela (Lily James), Blanchett pôde soltar sua risada maquiavélica e boicotar a mocinha sem medo de cair no caricatural ou exagerado.

    10. Todas elas juntas num só ser

    No extremo modo camaleoa ela dá vida a treze manifestos artísticos. Cate Blanchett para todos os gostos num experimento artístico em que seu talento constrói as mais variadas personagens.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top