Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Piores que Emoji: 25 filmes que também foram destruídos no Rotten Tomatoes
    Por João Vitor Figueira — 02/09/2017 às 10:00
    facebook Tweet

    Filmes que a crítica amou odiar.

    1. +
    Glitter: O Brilho de uma Estrela (2001) | 7% de aprovação no Rotten Tomatoes | Nota média: 2.8/10

    Consenso da crítica: "Glitter é uma mistura de clichês do cinema e atuações ruins que certamente vai gerar risadas involuntárias..."
    Leia mais

    Provando que até as piores ideias do mundo podem receber um sinal verde e um orçamento de US$ 50 milhões por parte de um grande estúdio de Hollywood, Emoji: O Filme chegou aos cinemas brasileiros nesta semana algumas semanas depois de ganhar as telonas nos Estados Unidos e deixar uma péssima impressão em críticos e espectadores.

    Desde que foi anunciado o projeto foi recebido com ceticismo na internet. A primeira notícia sobre o projeto no AdoroCinema atraiu o deboche e a descrença dos comentaristas do site, com reações como "RIP Hollywood", "Era só o que me faltava" e um oportuno "Kkkkkkk que 💩".

    Quando o filme que teve a ousadia de escalar Sir Patrick Stewart como o emoji de cocô despontou nos EUA de olho na crianças e millennials, as críticas foram tão negativas que a obra chegou a ostentar a inglória marca de 0% de aprovação no site Rotten Tomatoes. O indicador humilhante serviu como base para uma série de memes sobre o péssimo desempenho do filme que inspirou matérias com títulos como "Não assista Emoji" na imprensa digital americana.

    Ambientado dentro de um celular, a trama da animação dirigida por Tony Leondis acompanha um emoji com crise de identidade que vive em um smartphone enquanto o roteiro se ancora na batida mensagem de "acredite em você" para fazer marketing disfarçado de entretenimento para uma série de marcas. Classificado como "banal e pouco inteligente" pelo AdoroCinema, o longa-metragem foi o filme que os críticos amaram odiar no verão americano de 2017.

    "Emoji: O Filme é uma força do mal sutil, um filme que parece produzido por um executivo de publicidade sem inspiração", disse o The Guardian. O New York Times chamou o filme de "idiota". "Por favor restaure os meus olhos de volta às configurações de fábrica", implorou o crítico do New York Post. "É um desastre que destrói a alma porque falta humor, inteligência, ideias, estilo visual, performances convincentes, um ponto de vista ou qualquer outra característica que o tornaria qualquer coisas além de um completo desperdício de seu tempo", destruiu o jornalista do site The Wrap.

    Embora tenha recebido tanta atenção negativa, o filme obteve resultados bons nas bilheterias e já arrecadou US$ 145 milhões, quase o triplo de seu orçamento (sem contar gastos com marketing).

    Aos poucos, o filme Emoji: O Filme se recuperou de seu indicador pífio de aprovação no Rotten Tomatoes e hoje é aprovado por 8% das 95 críticas da imprensa levadas em consideração pelo site. Apesar de todas as palavras ásperas, não foram poucos os filmes que mereceram tal desonra. No slideshow no começo desta notícia você verá 25 filmes que conseguiram atingir uma marca ainda pior que a comédia sem graça sobre as carinhas no seu celular.

    Entre tomates podres e frescos

    Criado em 1998, o Rotten Tomatoes agrega textos opinativos de veículos de imprensa cadastrados pelo site. O Tomatometer (ou Tomatômetro, em tradução livre) é o termômetro que mede a aceitação do filme pela crítica especializada. Ou seja, o indicador mostra a percentagem de críticos que traçaram análises positivas de determinada produção. O critério não leva em consideração a nota dada pelos críticos, o que significa que tanto um filme com nota 10/10 quanto um com nota 7/10 são considerados positivos da mesma maneira.

    Há três produções empatadas no topo do ranking dos filmes com as maiores marcas no Tomatometer entre os lançados em 2017. Em Ritmo de Fuga, Dunkirk e Planeta dos Macacos: A Guerra contam com 93% de aprovação da imprensa americana, mas o filme de guerra dirigido por Christopher Nolan está à frente de todos os outros lançados neste ano com uma nota média de 8.7/10, contra 8.1/10 do último filme da trilogia Planeta dos Macacos e 8/10 do longa estrelado por Ansel Elgort. Outro famoso site internacional agregador de críticas na internet é o Metacritic, que contorna o indicador mirabolante do Rotten e apresenta uma simples média aritimética de lançamentos para o cinema, séries de TV, jogos de vídeo game e álbuns musicais.

    Por um lado, o site oferece a chance de saber o que a imprensa especializada achou de determinado filme que pode tomar seu tempo e dinheiro, por outro, o site já recebeu críticas por simplificar as ambiguidades de cada texto só para transformar tudo em mais uma estatística. 

    Quando Esquadrão Suicida foi detonado por parte da imprensa e apenas 25% das 318 críticas levadas em consideração pelo Rotten Tomatoes foram positivas, fãs do longa-metragem chegaram a criar uma petição online para o site sair do ar por "afetar a opinião das pessoas" contra "ótimos filmes". A grande ironia é que o Rotten Tomatoes é propriedade da Fandango Media, empresa que tem 30% de suas ações controladas pela Warner Bros. Entertainment/Time Warner, companhia responsável pelas adaptações dos quadrinhos da DC para os cinemas.

    O incômodo de parte dos fãs é compartilhado por alguns figurões da indústria cinematográfica. Brett Ratner, produtor executivo de O Regresso e da série Prison Break, já criticou severamente o site. "A pior coisa que nós temos hoje na nossa cultura de cinema é o Rotten Tomatoes. Eu acho que é a destruição do nosso negócio", comentou, motivado pelo baixo "Tomatômetro" de Batman Vs Superman - A Origem da Justiça, avaliado positivamente por apenas 27% das 365 críticas contabilizadas. Ratner é o fundador e proprietário da RatPac-Dune Entertainment, estúdio que coproduziu o filme de Zack Snyder. "Eu acho que isso é triste porque o indicador de Batman Vs Superman foi tão baixo que colocou uma marca ruim num filme que foi incrivelmente bem sucedido", lamentou o produtor.

    Apesar do ressentimento de executivos, vale lembrar que há uma fórmula "fácil" para conseguir bons índices no site: Fazer bons filmes.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Slideshows recomendados
    20 Filmes que completam 20 anos em 2020
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 18 de janeiro de 2020
    20 Filmes que completam 20 anos em 2020
    Atores que fazem parte dos Universos Cinematográficos da DC e da Marvel
    NOTÍCIAS - Personalidades
    domingo, 12 de janeiro de 2020
    Atores que fazem parte dos Universos Cinematográficos da DC e da Marvel
    20 Filmes que completam 10 anos em 2020
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 11 de janeiro de 2020
    20 Filmes que completam 10 anos em 2020
    Globo de Ouro 2020: Veja os destaques do tapete vermelho!
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    domingo, 5 de janeiro de 2020
    Globo de Ouro 2020: Veja os destaques do tapete vermelho!
    Todos os Slideshows de Filmes
    Back to Top