Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    9 cartazes de filmes de terror censurados nos últimos anos
    Por Vitória Pratini — 7 de mai. de 2016 às 09:00
    facebook Tweet

    Crianças ensanguentadas, partes íntimas com dentes e carne foram algumas das imagens banidas.

    Sede de Sangue (2009)
    6. Sede de Sangue (2009) +
    O terror sanguinário vampiresco Sede de Sangue pode ter derramado litros de vermelho, mas foi a arte do cartaz que causou controvérsia - e não tem nada a ver com sangue! Para passar na censura, o decote da moça foi reduzido em alguns milímetros e suas pernas foram retiradas da imagem.
    Leia mais
    Cartazes de filmes de terror muitas vezes trazem cenas bizarras, grotescas ou sombrias. Mas, acredite, a situação poderia ser bem pior.

    Por isso, o órgão de censura de filmes americanos, a Motion Picture Association of America (MPAA), regula os pôsteres que chegarão ao público em geral. Só que, certas vezes, as imagens alteradas não mudaram em quase nada ou são ainda mais perturbadoras que as originais. Afinal, atacar a moral e os bons costumes? Não pode! Mas dar medo e ser repugnante? Tranquilo!

    Confira na galeria acima 9 cartazes de longas-metragens de terror que foram censurados nos últimos dez anos - e suas respectivas versões alteradas que passaram pela aprovação da MPAA. Depois, conte para a gente nos comentários: o que achou das mudanças nos pôsteres?
    facebook Tweet
    Links relacionados
    • The Neon Demon: Elle Fanning abre as cortinas no novo cartaz do filme selecionado para Cannes
    • Johnny Depp, Julianne Moore, George Clooney... Vídeo reúne mortes de grandes atores em filmes de terror dos anos 80
    • Desafio: Você consegue adivinhar de quais filmes famosos são esses cartazes?
    • Princesas da Disney se transformam em vilãs clássicas dos filmes de terror
    • 10 atores famosos que começaram a carreira em filmes de terror
    • 30 imagens de bastidores que vão fazer você perder o medo de filmes de terror
    • Clássicos de terror ganham belos cartazes alternativos, confira
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top