Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Warrior Nun
    Críticas dos usuários
    Críticas da imprensa
    Média
    3,9
    50 notas e 12 críticas
    distribuição de 12 críticas por nota
    4 críticas
    5 críticas
    3 críticas
    0 crítica
    0 crítica
    0 crítica
    Você assistiu Warrior Nun ?
    Luan Andrade
    Luan Andrade

    Segui-los Ler as 3 críticas deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 3 de julho de 2020
    Certamente uma das melhores originais Netflix, espero que ela tenha mais visibilidade e que seja renovada...
    Phellype M
    Phellype M

    Segui-los 423 seguidores Ler as 353 críticas deles

    Crítica da 1 temporada
    4,0
    Enviada em 9 de julho de 2020
    Mais uma série original Netflix! Apesar de ser uma produção americana, temos a Espanha mais uma vez, como palco! Se tratando de Religião versus Ciência, temos aqui uma série fantasia despretensiosa! Com um elenco quase todo "teen", vemos uma subversão na trama entre demônios, anjos e objetos místicos! O roteiro é inovador, porém a série peca em seu excessivo bom humor... Ava é uma personagem comun, e a configura como um protagonismo eventual! As outras freiras são ainda melhores como coadjuvantes, e roubam a atenção em cena! Com muitas pontas soltas, a série ainda consegue ser interessante e mostra potencial adiante! Ainda é preciso se aprofundar na sua "fantasia" ou até mesmo numa boa introdução ao "terror"! Pois deixaram a ação e os efeitos visuais, praticamente para o último episódio! Com um bom final de primeira temporada, e com uma excelente reviravolta, acredito que a segunda temporada seja ainda melhor, mais madura e focada nos demônios, caso seja renovada.
    Gabriel A.
    Gabriel A.

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 12 de julho de 2020
    Maravilhosa! O tipo de série que nos apaixonamos pelos personagens... Ava, Beatrice, Mary, extremamente cativantes. O final surpreendeu bastante.Adorei e já sigo ansioso pra segunda temporada.
    Diariodeumacerejacontato
    Diariodeumacerejacontato

    Segui-los Ler as 3 críticas deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 28 de julho de 2020
    A produção sem dúvidas é um acerto e uma sacada sensacional do streaming. Como de costume vamos acompanhar o arco de evolução da personagem principal vivida pela atriz Alba Baptista (Ava), uma jovem órfão tetraplégica recém-falecida que acaba por cruzar seu caminho com uma ordem de freiras guerreiras milenar. O roteiro é rico de elementos e consegue nos entregar uma história precisa, com pontos definidos que nos permite notar o conceito de jornada do herói empregado no arco de Ava dando profundidade e coesão. Ao tratar o catolicismo como uma mitologia, transformando divindades em personagens de ação e aventura torna-o excitante e ao mesmo tempo mostra respeito dado aos números de fiéis – diga-se de passagem a ideia de freiras guerreiras de uma instituição ultrassecreta milenar é uma ideia ousada porém poderosa - Outro fator importante é a maneira como o roteiro consegue equilibrar a personagem principal dosando na medida certa o conflito interno vivido e principalmente mostrando as decisões e consequências e o peso de cada uma delas para a mesma. A série consegue construir muito bem seus personagens e consegue trabalhar com a transição de arcos secundários para a história principal exemplo disso e a forma como somos surpreendidos no final com a junção de todos. É certo que as lutas poderiam ser um pouco melhor coreografadas mas não é nada que prejudique a mesma, devemos parabenizar os figurinistas que conseguiram manter o equilíbrio entre os trajes de freiras com os das guerreiras. O modo como escrevem uma série Nunsploitation para o público adolescente é satisfatório tendo em vista que não se acha muitas produções nessas condições no mercado atual é uma saída que abra portas para reinventar diversos estilos. Com tudo a série é boa entrega um roteiro coeso com arcos bem formados e um final inusitado, já que acaba no ápice da temporada, deixando todos curiosos e abre margem para inúmeras teorias e suposições para o decorrer das temporadas. Estamos também no instagram @diariodeumacereja
    Nadia A.
    Nadia A.

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    3,0
    Enviada em 6 de julho de 2020
    A série diverte, tem um figurino legal e ritmo bom. Incomoda a demora no desenvolvimento da personagem principal, mas a atriz tem carisma e se reveste de algumas características que fazem com que, mesmo sendo irritantemente boba, é possível justificar essa ingenuidade com o histórico de vida da personagem. No mais, achei bem produzido. Minha personagem favorita segue sendo Sister Mary!
    Noronha Cristiano
    Noronha Cristiano

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 26 de julho de 2020
    A série que eu prefiro chamar de “Irmã Guerreira” não é só mais uma série sobre a conhecida "jornada do herói" (jornada da heroína, no caso). Por isso e por outros detalhes, alguns podem a classificar como sendo uma série de heroínas. Não é! Eu poderia apenas tentar fazer uma comparação dizendo que é uma mistura de Constantine (2005) com o Código Da Vinci, mas apesar de algumas poucas semelhanças, é uma série diferente e te envolve do início ao fim dos 10 episódios. É uma ficção sobre o que algumas pessoas podem dizer se chamar de mitologia cristã. Mas porque eu gostei? Pra começar, possui um enredo cheio de reviravoltas (Plot Twists). São muitas as incertezas, e a improvável protagonista acaba te conquistando pelo seu senso de humor e sua trajetória (principalmente pela sua trajetória). Eu fiquei na torcida o tempo todo! Vaticano, artefatos secretos, padres, cientistas de física quântica, uma empresa de tecnologia e um grupo de mercenários fazem a história crescer em torno da Ordem da Espada Cruciforme (OEC), que é o principal “grupo” da série. É com essa ordem secreta que tudo começa. A OEC treina as freiras para as batalhas, mas aí você me pergunta: quais batalhas? É isso o que a protagonista tenta aprender! Anjos e demônios (na forma de espectros ou em sua forma original) são elementos que tornam a trama ainda mais interessante (e bem tensa às vezes). Cenários incríveis, cenas de lutas muito bem elaboradas, ótima fotografia, efeitos especiais refinados e que convencem bem e uma boa trilha sonora me agradaram muito. Nem falei do grupo de jovens bandidos de luxo. Pois é! E no final da série você pergunta, Mas já acabou? Não era para ter acabado naquela cena! Logo ali, naquela parte? O gostinho de “quero mais” dura por um bom tempo (pelo menos está durando para mim, mesmo assistindo a outras séries tão boas quanto). Enfim, a segunda temporada promete!
    QG
    QG

    Segui-los Ler as 61 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 28 de setembro de 2020
    Uma boa história, mistura Caça Fantasmas + a série Os templários na versão meninas é bem escrita vale a pena.
    abreu S
    abreu S

    Segui-los Ler as 6 críticas deles

    Crítica da série
    3,5
    Enviada em 23 de julho de 2020
    Para um seriado, onde se pode fazer mais pelo filme após o quinto episódio, deixou a desejar. Filme lento, para uma história de ação. Personagens confusos com seu passado, neste sentido até me prendeu mas não animou. O final ficou aberto demais e vai criar um uma falha no tempo e continuação se é que vai ter conserto. Em fim, esperava mais.
    Bernardo B
    Bernardo B

    Segui-los Ler as 10 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 3 de agosto de 2020
    Essa série é muito boa, me surpreendeu em vários momentos, 0 defeitos, e aquele final BOMBÁSTICO, louco pra 2° temporada estreiar!!!!
    Rita Ribeiro
    Rita Ribeiro

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 15 de julho de 2020
    Estou completamente rendida. Adorei! Muitos dos problemas que falam spoiler: (a demora de Ava em aceitar a nova condição, os diálogos, o cliffhanger final, etc.) não me afetaram em nada. Acompanhei sempre super divertida e curiosa com o que viria a seguir. Já repeti a série mais que 2x e vou ver de novo com o cast (#warriornunwednesdays). Achei que tinha ação no ponto certo também (tinha quase uma luta ou momento stressante em cada episódio, não sejam chatos). Acho ótimo que estejam a demorar certo tempo com cada personagem, não é tudo apressado como em outras séries. É bom que a personagem principal não seja a típica heroína boazinha sem mais para dar. Gostei mesmo e tenho recomendado ao máximo!
    Gilton Santana
    Gilton Santana

    Segui-los Ler as 3 críticas deles

    Crítica da série
    3,0
    Enviada em 10 de julho de 2020
    A série vale a pena. Não é uma obra-prima, possui problemas de roteiro e de certa forma lembra um pouco Shadowhunters no sentido de que é uma série com pessoas bonitas que lutam apenas um pouco em cada episódio e ao mesmo tempo que a trama é esticada, esquece de vários elementos no meio do caminho pelo número limitado de episódios e sua duração. O humor forçado não bate bem e ao invés de transformar personagens em engraçados e carismáticos, faz com que soem imaturos e quebrem a atmosfera dramática que daria uma personalidade mais densa à série. no fim das contas é mais uma série onde adolescentes carregam o mundo nas costas e adultos não servem pra coisa alguma. poderiam pelo menos ter inovado nessa fórmula. apesar de tudo, diverte para passar o tempo e não precisa de raciocínio algum para entender a história.
    Diogo Oliveira
    Diogo Oliveira

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 15 de julho de 2020
    Achei incrível essa série. Minhas expectativas não eram muito altas, mas ela supriu todas, a série te prende até o final e faz você querer uma nova temporada... Muito boa!
    Carlos Cacau
    Carlos Cacau

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    4,0
    Enviada em 15 de julho de 2020
    Gostei bastante da série, a princípio a ideia me pareceu bizarra "Freiras Guerreiras?! ", mas gostei da história e de como tudo se desenrolou. A personagem principal mostra sua imaturidade e justifica-se por seu passado, as piadinhas forçadas, a tentativa de ser engraçada se justifica como forma de defesa pelo que ela passou. Sem contar que a história toda é surpreendente, no final é que você começa a perceber, junto com os personagens, o que estava acontecendo.
    Thiago Rocha
    Thiago Rocha

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da 1 temporada
    2,0
    Enviada em 15 de julho de 2020
    A série é bem mediana. Achei q proposta de freiras guerreiras e demonios muito legal, porém a série deixou a desejar. O humor e as lutas são bem legais. Os cenários e fotografia também gostei. Porém aquele final foi horrível, não resolveu absolutamente nada, apenas levantou ainda mais questionamentos. O ultimo episódio foi super rushado, a série se arrastou no meio pro final, e no ultimo episódio aconteceu tudo de uma vez. spoiler: Spoiler a frente: Pra que o personagem JC serviu? Ele simplesmente sumiu e não acrescentou em nada na série. O desenvolvimento da Ava foi arrastado demais, por mais q ela tenha aquele passado trágico, pq demorar tanto pra despertar o senso de justiça?
    Back to Top