Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    The Last Kingdom
    Críticas dos usuários
    Críticas da imprensa
    Média
    4,5
    521 notas e 69 críticas
    distribuição de 69 críticas por nota
    41 críticas
    14 críticas
    4 críticas
    7 críticas
    3 críticas
    0 crítica
    Você assistiu The Last Kingdom ?
    José Eduardo pardau
    José Eduardo pardau

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    1,0
    Enviada em 28 de abril de 2020
    Infelizmente assisti a serie VIKINGS antes, fica inevitável as comparações, sou muito detalhista, já no primeiro episódio em uma comemoração pós batalha, os vikings desta série ao brindar não usam o termo SKOL, os dentes são muito brancos, a aparencia é de gente muito bem cuidada, peles limpas na maioria das vezes, as falas não são condizentes com a rusticidade dos vikings, minha nota é 04, pelas páiságens, mas fica incomparável com a serie vikings. Não consegui passar do primeiro episódio.
    Andre N.
    Andre N.

    Segui-los 13 seguidores Ler a crítica deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 28 de maio de 2020
    Vi o primeiro episódio e vim aqui. Minhas expectativas bateram com a opinião da maioria aqui ! Volto pra dar a minha pessoal! (PS: Tão bom ler comentários sem erros de português)
    Elder D
    Elder D

    Segui-los Ler as 9 críticas deles

    Crítica da série
    2,5
    Enviada em 25 de maio de 2020
    Last Kingdom não é uma série prazerosa, é uma série que te faz passar raiva. Os personagens dessa série são o estereótipo do vilão clássico e maquiavélico, abusam dessa narrativa. O protagonista passa grande parte do tempo sofrendo e quando chega no momento de dar o troco o desfecho é feito de forma rápida e abrupta. Alguns acontecimentos são forjados para dar continuidade. No começo da 3ª temporada a série perdeu o gás, não ficou nada em aberto da temporada anterior para dar continuidade e parece que a série deu um reset. Contudo, Last Kingdom não é uma série nem ruim e nem boa, ta na média, mas não recomendo.
    Adk Souza
    Adk Souza

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 7 de maio de 2020
    Amei essa série tudo de bom e muito viciante apaixonada ❤️❤️❤️❤️❤️ Queremos mais dessa série já ansiosa
    Marcelo L.
    Marcelo L.

    Segui-los 1 seguidor Ler a crítica deles

    Crítica da 4 temporada
    2,0
    Enviada em 3 de maio de 2020
    MINHA CRÍTICA É SOMENTE PARA A 4 E ULTIMA TEMPORADA ATE AGORA Da primeira a terceira a série era excepcional, retratando a vida de um guerreiro Uhtred que lutava e buscava somente os seus interesses. Porém, a partir dos primeiros capítulos da 4 temporada a série se perdeu. O homem Uhtred que lutava bravamente apenas por seus interesses de recuperar aquilo que era seu por direito, parece desistir de tudo que lutou para se render as vontades de sua fêmea spoiler: Etelfled A série que antes era sobre guerras motivadas por interesses políticos e de riqueza, agora virou um romance. O bravo guerreiro Uhtred tem todas suas ações motivadas pela mulher que deseja proteger e seguir, ele a põe acima de seus interesses que acompanhamos durante toda a série. Os homens que o seguiam por prata e terras, simplesmente o seguem apenas para satisfazer os desejos fúteis de Uhtred, eles o seguem sem propósito algum, arriscam suas vidas sem nenhuma motivação, isso torna a série maçante e previsível. spoiler: Lamentável que ele abra mão de um trono para entregar a uma mulher por puro interesse romântico, e sexual, não vejo interesse nenhum que possa fazer os homens que o seguem continuar seguindo-o sem ele ter ambição nenhuma.
    rafael cavallotti
    rafael cavallotti

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    1,0
    Enviada em 28 de abril de 2020
    Perca de tempo, Uhtred luta, luta, luta, ganha, ganha e ganha e sempre é um Zé ninguém. Uma merda fedida
    Djeison Attuati
    Djeison Attuati

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    1,0
    Enviada em 30 de abril de 2020
    As três primeiras temporadas são boas, já a quarta não vinga as outras temporadas. Muito ruim essa última temporada
    Camila Vasconcelos
    Camila Vasconcelos

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 10 de maio de 2020
    Comecei a assistir “The Last Kingdom”, e no primeiro episódio comecei a comparar com “Vikings” principalmente pelo fato de alguns personagens terem o mesmo nome, mas construções tão diferentes. Porém, a série se desenvolve de maneira surpreendente, deixando a sombra de ”Vikings” para trás, e fazendo com que seus telespectadores fiquem imersos nesse novo universo construído por Uthred, Alfred e cia. Os episódios nos prendem com sua dinâmica, historicidade, e similaridade com as “Crônicas Anglo-saxônicas. Enfim...”The Last Kingdom” foi uma grata surpresa! Série espetacular, ansiosa por sua renovação!
    Paula Leitão
    Paula Leitão

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 3 de maio de 2020
    Já vi até à temporada 4 e está série é simplesmente viciante e magnifica. Estou ansiosa pela próxima temporada. Obrigada por terem feito uma série com tanta qualidade e com excelentes actores!
    ElaineGabriela T.
    ElaineGabriela T.

    Segui-los Ler as 3 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 6 de maio de 2020
    Amei a série, Só achei que mesmo que ele conquiste as terras dele por herança não vai ter graça viver nelas se todos q ele conheceu quando mas jovem já morreram.
    Luan Andrade
    Luan Andrade

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 15 de maio de 2020
    Sem dúvidas uma das melhores séries que já assisti, um bom roteiro e muito bem desenvolvida ao longo dos epísodios. Pra quem gosta de séries semelhante a 'Vikings', essa é uma boa opção.
    Jucimara Dos Santos
    Jucimara Dos Santos

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 28 de abril de 2020
    Amei ! Más não entendi aonde o escrito colocou o terceiro filho de Untrede? Gostaria de saber se haverá quinta temporada?
    Alvesgenilson
    Alvesgenilson

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    4,0
    Enviada em 19 de maio de 2020
    Lançado em meados de 2015 para a Netflix, The Last Kingdom é uma adaptação para a TV de “As Crônicas Saxônicas”, obra literária do prolífico escritor britânico Bernard Cornwell, que já conta com 10 livros publicados. Cornwell é apaixonado pela história do seu país, além de ser um dos escritores mais importantes da atualidade, já publicou mais de 40 livros traduzidos em mais de 150 idiomas, que são verdadeiros best-sellers onde quer que passem. No Brasil, seus livros foram publicados pela Editora Record em coleções lindíssimas, e o seriado da Netflix já segue para a sua 4° temporada. Em As Crônicas Saxônicas, o autor assume a grandiosa missão de narrar com precisão histórica, a sangrenta jornada de consolidação da Inglaterra. Em medos do século IX, aquele pequeno pedaço de terra fértil que conhecemos hoje como Inglaterra, era habitado por diversos reinos rivais e independentes, que viviam em guerra entre si, como se isso já não fosse o suficiente, eram constantemente invadidos por Vikings famintos por fortuna e terras aráveis. Em meio a esse caos, vamos acompanhar a história do rei Alfredo, O Grande (849 – 899) idealizador do que viria a ser a Inglaterra (conjunto de reinos cristãos de língua inglesa), e do seu mais valoroso guerreiro Uhtred de Bebbanburg. Nascido na aristocracia da Nortúmbria no século IX, Uhtred foi capturado e adotado por um dinamarquês, Ragnar Ragnarson, e nas gélidas planícies do norte, aprendeu a viver e lutar como um viking. No entanto, seu destino está inexoravelmente ligado a Alfred, rei de Wessex, e às lutas entre ingleses e dinamarqueses e entre cristãos e pagãos. Sou Uhtred, filho de Uhtred e esta é a história de uma rixa de sangue. É a história de como tomarei do meu inimigo o que a lei diz que é meu. E é a história de uma mulher e de seu pai, um rei. Ele era meu rei, e tudo o que tenho devo a ele. A comida que como, o castelo onde vivo, e as espadas dos meus homens, tudo veio de Alfredo, meu rei, que me odiava. Como leitor assíduo de tudo o que sai das mãos de Bernard Cornwell, inicialmente recebi com estranheza a notícia da adaptação de As Crônicas Saxônicas para a TV via Netflix, principalmente quando o ator escolhido para interpretar Uhtred não correspondia em ABSOLUTAMENTE nada com a aparência selvagem descrita por Cornwell nos livros. A impressão que tive, e continuo tendo, é de que ele se encaixaria melhor no papel de um dos padres da história. De modo que demorei bastante para dar uma chance à primeira temporada do seriado. E senhores, quando finalmente deixei a birra de lado, e resolvi assistir aos primeiros episódios da primeira temporada: que surpresa agradável! Apesar de Uhtred não possuir a aparência ou o porte físico de um guerreiro viking endurecido em batalha, conforme descrito por Bernard Cornwell, o estranhamento é “parcialmente” aplacado pela excelente atuação de Alexander Dreymon. Além das incríveis atuações de David Dawson que interpreta o Rei Alfredo e dos Senhores da guerra Vikings, Ubba, por Rune Temte e Guthrum, interpretado por Thomas W. Gabrielsson, todo o elenco entrega personagens convincentes e carismáticos. A série começou a ser filmada no final de 2014 e é produzida pela Carnival Films para a BBC Two e BBC América. As locações das filmagens foram realizadas na Hungria e no Reino Unido, com cenários naturais que compõem uma ambientação espetacular. As cidades e vilarejos são fiéis às descrições de época, assim como as presentes nos livros de Bernard Cornwell, onde as grandes construções são formadas basicamente por antigos salões e palácios romanos remendados com madeira e palha, rodeado por casas miseráveis feitas de madeira, compondo um cenário convincente e, até onde se sabe, verossímil. A trilha sonora é competente, e consegue dar o realismo necessário para garantir uma boa dose de imersão nos momentos necessários. Mas o destaque mesmo fica com a fotografia, com tomadas longas capazes transmitir com primor a atmosfera e a linguagem imaginada em As Crônicas Saxônicas. Ela brilha especialmente nos momentos de ação, quando durante os combates você se depara com tomadas amplas mostrando os dois exércitos se aproximando em amplas paredes de escudo, que alternam rapidamente para tomadas curtas com foco no rosto amedrontado dos guerreiros prestes a derramar o primeiro sangue. A primeira temporada adapta essencialmente a história contida no primeiro livro de As Crônicas Saxônicas, O Último Reino, onde vamos acompanhar os acontecimentos que levam um guerreiro pagão a jurar lealdade a Alfredo, e sob seu comando nos momentos iniciais do reinado, a se envolver em encarniçados jogos de poder e liderar sangrentas batalhas para manter o Reino de Wessex livre do domínio Viking. As demais temporadas mantêm o excelente ritmo estabelecido pela primeira, e conseguem entregar uma excelente adaptação, que embora menos detalhadas que nos livros, continua sendo bastante convincente e, até certo ponto fiel a sua fonte de origem. Se você assistiu ao seriado da History Channel, Vikings, aqui está a sua oportunidade de acompanhar o mesmo período histórico, dessa vez pela ótica dos guerreiros e reis que viriam a consolidar a criação da Inglaterra e afastar (ou assimilar) a ameaça Viking de uma vez por todas. Recomendo demais a leitura dos livros que compões a série, sendo que, até o momento dez livros já foram lançados, e mais estão por vir. Além de poder acompanhar com maiores detalhes os acontecimentos e batalhas históricas que marcaram o século IX, no final de todos os livros o autor traz todas as referências históricas que usou como base para a elaboração do romance.
    Vinicius Gonçalves
    Vinicius Gonçalves

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 1 de julho de 2020
    1º que sou um amante de história, então adoro filmes épicos, de outras culturas, histórias de lutas e guerras por conquistas e glória...Gostei muito!!! Já havia gostado da série Vikings...mas essa superou pois achei mais completa, embora os Daneses ficaram um pouco "nutellas" perto dos vikings da série "vikings". Completo pq tem uma ótima trilha sonora, cenários bonitos, atores não tão badalados, mas envolventes, efeitos muito bons e um detalhe muito interessante; Uhtred narra a sua própria história. Muita emoção e decisões surpreendentes que vão te inspirar pra vida e te prender na tela. Merece a nota máxima!
    Ian Torres Pontes
    Ian Torres Pontes

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da 2 temporada
    5,0
    Enviada em 5 de maio de 2020
    Atualmente estou na 2º temporada mas com certeza é uma das melhores séries que já assistir, uma mistura das séries Vikings com Game Of Thrones, simplesmente sensacional, sem tanta nudez como tem em GOT, mas com bastante violência, e ainda com mortes de personagens importantes para série. Ainda, é uma série baseada em fatos históricos, mas claro que, tem muita criação do Autor, mas isso não diminui a série, apenas criou uma possível história baseado nas historias não contadas da época. Recomendo 100%
    Back to Top