Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    George Stevens

    Estado civil

    Atividades Diretor, Produtor, Diretor de fotografia mais
    Nome de nascimento

    George Cooper Stevens

    Nacionalidade Americano
    Nascimento 17 de dezembro de 1904 (Oakland, California, EUA)
    Morte 8 de março de 1975 aos 70 anos de idade (Lancaster, Califórnia, EUA)

    Biografia


    - Serviu como major durante a 2ª Guerra Mundial, chefiando uma unidade cinematográfica que cobriu acontecimentos da guerra.

    - Possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada em 1701 Vine Street.

    Primeiras aparições nas telas

    Velhos e Velhacos
    Velhos e Velhacos
    1927
    Na Mira de um Coração
    Na Mira de um Coração
    1935
    A Mulher Que Soube Amar
    A Mulher Que Soube Amar
    1935
    Ritmo Louco
    Ritmo Louco
    1936

    Seus melhores filmes e séries

    Carreira em destaque

    43
    Tempo de carreira
    0
    Premiação
    16
    Filmes
    0
    Séries
    0
    Indicação
    0
    Filme

    Gêneros favoritos

    Comédia : 35 %
    Drama : 25 %
    Romance : 25 %
    Comédia dramática : 15 %

    No AdoroCinema:

    0
    Vídeo
    35
    Imagens
    1
    Notícias
    3
    Fãs

    Trabalhou bastante com

    Shelley Winters
    Shelley Winters
    3 filmes
    A Maior História de Todos os Tempos (1965), O Diário de Anne Frank (1959), Um Lugar ao Sol (1951)
    Jean Arthur
    3 filmes
    Os Brutos Também Amam (1953), Original Pecado (1943), E a Vida Continua (1942)
    Jogo de Paixões (1970), Assim Caminha a Humanidade (1956), Um Lugar ao Sol (1951)
    Comentários
    • Jurandir Bernardes de Lima
      Graças a Deus, fui premiado na vida por minha existencia em tempos deste memorável diretor. Vi cinco ou seis filmes seus, porém foram o bastante para caracterizá-lo como um mestre, um gerente de atores, um artesão qualificado, um homem que sabia escolher suas criações, um diretor de mão cheia e que deu para mim assistir obras como; Um Lugar ao Sol ( poucos filmes do gênero chegarão perto desta realização), Os brutos Também Amam (classificado por muitos, ou melhor, pala maioria da critica cinematográfica como o Lider dos Westerns, como a melhor obra no gênero já produzina e etc) e o grandioso e quase que inigualável drama Assim Caminha a Humanidade (onde se observa uma narrativa preciosa de várias gerações, com cenas explendorosas, uma trilha sonora marcante de Tiomki, tão bela que chega a nos mobilizar as entranhas, e um trio de atores que nesta fita terminaram por dizer o porque tinham seus nomes e os valores que lhes eram dedicados: Hudson, marcante, seguro, muito estável e, como sempre, um bom ator. Taylor mais linda, mulher e atriz que nunca. Dean, infringindo todo um talendo ainda pouco exposto e que ali se encerraria. Ele está perfeito neste seu trabalho. Chego a dizer que ele está memorável! Um filme cuja marrativa longa jamais incomoda, e a qual nos sensibiliza de forma tal que, até quando a fita termina, é como se passasse a nos faltar algo na vida.  Stevens valeria apenas por este seu formidável Giante, uma obra de Edna Ferber, que também nos deu Cimarrom, dentre outros bons Best Seller's. E toto este aparato meu sobri Giant sem ainda por falas no elenco de apoio. Cambridge está soberba e mereceu seu Oscar. Baker ótima, sempre boa atriz e sempre centrada em suas interpretações. e ainda os ótimos Sal Mineo, Earl Holliman (um ator pouco falado mas de muito boas qualidades, vide sua filmografia), o desnecessário elogiar Dennis Hooper, magnífico e assim o é tudo neste longo, completo e perfeito filme. 
    Mostrar comentários
    Back to Top