Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    The Boys: Showrunner relaciona ascensão de Donald Trump com sucesso da Marvel
    Por Nathalia Jesus — 20 de out. de 2020 às 14:15
    facebook Tweet

    Eric Kripke critica os heróis do Universo Cinematográfico Marvel e DC Comics.

    Durante entrevista com o portal The Hollywood Reporter, o showrunner de The Boys, Eric Kripke, conversou sobre super-heróis na cultura pop e criticou a Marvel. Apesar de ser fã da famosa franquia de filmes, o criador da série da Amazon Prime Video declarou que acha perigosa a abordagem de filmes como Capitão América e Vingadores. Além disso, ainda relacionou a ascensão de Donald Trump aos heróis mainstream da DC e UCM.

    A conversa começou quando Kripke foi questionado sobre as ironias e referências que The Boys faz aos filmes da Marvel e da DC na 2ª temporada. Foi quando o showrunner afirmou que há muitas histórias nesse mesmo formato e que "é um pouco perigoso treinar uma geração inteira para esperar que alguém forte venha e salve você".

    The Boys: Perguntas que queremos ver respondidas na 3ª temporada

    Enquanto a Marvel e a DC inauguraram a era de ouro dos heróis e se tornaram líderes de bilheterias no cinema, Eric Kripke oferece um novo tipo de personagem da categoria. Em The Boys, os protagonistas que deveriam salvar a humanidade, utilizam dos poderes para benefício pessoal, causando corrupção e até morte de inocentes sem nenhum aparente altruísmo. O criador da série ainda afirma que existem “inegáveis traços fascistas” em personalidades como Super-Homem - figura que influenciou a existência do Capitão Pátria.

    “É assim que eu acho que você acaba com pessoas como Trump e populistas que dizem: ‘Eu sou o único que pode entrar, serei eu.’ E acho que da forma como a cultura pop condiciona as pessoas sutilmente, acho que está condicionando-as da maneira errada - porque é demais. Então eu acho que é bom termos uma correção, mesmo que seja pequena, em nós, para dizer: "Eles não estão vindo para salvá-los. Mantenha sua família unida e salve a si mesmo."

    Referências de Vingadores: Ultimato

    Por não se agradar com a mensagem passada pelos filmes da Marvel, o showrunner não perde a chance de satirizar diversos momentos da franquia. Foi o que aconteceu na segunda temporada da série, no episódio What I Know, em que fez uma referência ao marcante momento feminino de Vingadores: Ultimato, quando todas se juntaram para atacar Thanos (Josh Brolin). Na cena, Starlight (Erin Moriarty), Queen Maeve (Dominique McElligot) e Kimiko (Karen Fukuhara) lutam contra Stormfront e utilizam o bordão "Girls Get It Done!".

    Kripke explicou que a cena partiu da produtora executiva Rebecca Sonneshine, que ficou furiosa depois de ver Ultimato. “Eu vi também, e pensei: 'Isso foi o mais idiota e artificial'. Ela achou condescendente e eu concordei”.

    O seriado concluiu a segunda temporada recentemente e deixou um surpreendente final para o público. A terceira parte da série tem como novidade a inclusão do ator Jensen Ackles (Supernatural) no elenco e o retorno de antigos personagens. The Boys está disponível no catálogo da Amazon Prime Video.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Adriano deSouza
      Chamar Superman de fascista é algo de quem só viu os filmes de Zack Snyder e não conhece os quadrinhos. Superman surgiu em 1938, e na sua primeirissima história, pela ordem, salva uma mulher inocente da cadeira elétrica, salva outra mulher de ser espancada pelo marido e dá uma surra nele, e desmantela a conspiração de uma empresa armamentista que estava fazendo lobby no governo para causar uma guerra, só com interesse de lucrar em cima. Nas histórias posteriores escritas por Jerry Siegel, Superman denuncia o dono de uma mina que não ligava pra segurança dos mineiros que empregava, desmascara empresarios picaretas que vendiam poços falsos de petroleo, combate a violencia policial, combate o alcoolismo no transito, entre outros atos de ativismo e rebeldia civil. De fato, um grande fascista!
    • Adriano deSouza
      é inacreditavel falar do Eric Kripke como criador da série sem uma unica vez na materia toda mencionar que a série é uma ADAPTAÇÃO de um quadrinho criado há mais de dez anos atrás pelo GARTH ENNIS. faz o cara parecer um genio revolucinonario. e não apenas um adaptador. aliás, sua serie anterior SUPERNATURAL copiou metade das coisas de hellblazer e outra metade de preacher, e adivinha? ambas escritas por GARTH ENNIS.
    • Takezo
      Essa correlação entre a ascensão do Donald Trump e sucesso da Marvel.É umas das declarações mais ridículas que eu já li.
    • Yan Patrick
      Rapaz, superman com inegáveis traços fascistas eu tentei entender e se alguém puder exemplificar ou desenhar pra mim fico feliz kkkkk, agora eu concordo com a parte do Isso foi o mais idiota e artificial naquela cena dos vingadores kkkkk
    Mostrar comentários
    Back to Top