Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Warrior Nun: Demônio da série existe na vida real?
    Por Kalel Adolfo — 7 de jul. de 2020 às 14:34
    facebook Tweet

    Além de ser o antagonista de Warrior Nun, Tarasca é um demônio presente na mitologia espanhola há mais de um século.

    Se você está assistindo Warrior Nun, provavelmente deve ter percebido que Tarasca é o maior vilão da série. Na história, ele persegue Ava e o clã de freiras em busca da ‘auréola’, objeto poderoso que serve como fonte de todos os poderes da protagonista. Caso a entidade consiga pegar o ítem, ela poderá destruir os céus, e trazer o inferno para a Terra.

    Qual é a origem do Tarasca?

    A boa notícia, é que tudo isso não passa de ficção. Contudo, o demônio Tarasca é uma lenda verdadeira. Sua origem é francesa, e a figura é comumente vista em procissões religiosas pela Europa.

    Segundo a história, a criatura morava em Tarascon, na Provença. O seu único objetivo era destruir tudo o que estava ao seu redor. De acordo com os registros, o ser parecia um dragão com patas curtas, semelhantes a de um urso.

    Festividades religiosas acerca do Tarasca.

    Aparentemente, ele também teria o torso de um boi, e uma cauda de escorpião. Bem perturbador de imaginar, né? Na época, o rei de Tarascon até tentou derrotar o demônio, mas não obteve sucesso.

    Por isso, Santa Maria interviu, e encantou Tarasca com seus poderes. Depois, ela retornou à cidade com a besta domada. Contudo, a população fica tão amedrontada com a presença da criatura, que a mata durante a noite.

    Warrior Nun: Elenco da série da Netflix traz representatividade trans

    Não demora muito para os moradores daquela região na Província se sentirem culpados por matar Tarasca enquanto estava indefeso. Por isso, eles rebatizam a cidade como Tarascon, que é o seu nome até hoje. No mesmo dia, Santa Maria realizou um sermão, e converteu centenas ao cristianismo.

    A lenda atravessou gerações, e hoje, é relembrada através de festividades. Em 2005, A UNESCO chegou a classificar as festas da Tarasca como Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade. Intimamente ligada ao catolicismo, a produção da Netflix readaptou o conto para a série. 

    Warrior Nun: 5 motivos para assistir a nova série de ficção da Netflix

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top