Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    5 séries para quem sente saudades de Anne With an E
    Por Katiúscia Vianna — 3 de jul. de 2020 às 14:07
    facebook Tweet

    Dicas especiais para te encantar e/ou aquecer o coração.

    Já se passaram meses desde o anúncio do cancelamento de Anne With An E, mas os fãs seguem determinados em trazer a série de volta. Campanhas nas redes sociais, recordes em petições... É grande a saudade pela adaptação do mundo de 'Anne em Green Gables'. Mesmo se a Netflix não mudar de ideia, a trama estrelada por Amybeth McNulty sempre terá um lugar em nossos corações. Mas depois de rever várias vezes, que tal dar chance para uma nova paixão?

    O AdoroCinema lista cinco séries que podem conquistar o público saudosista de Anne With An E:

    Little Women (Amazon Prime Video)

    Se você ficou encantado pela história de amadurecimento de Anne With An ELittle Women é a escolha ideal para você. Trata-se da adaptação do livro homônimo de Louisa May Alcott (mas favor não confundir com a recente versão da Greta Gerwig). Em apenas três episódios, é possível ver quatro irmãs, de personalidades bem distintas, caminhando rumo à vida adulta. Existem paixões e brigas, mas é o forte elo entre elas que torna história tão mágica. E o elenco ainda conta com Maya Hawke (a Robin de Stranger Things) como Jo, além da lendária Angela Lansbury no papel da tia March. 

    Gilmore Girls (Netflix)

    Agora, se procura uma série para aquecer seu coração tumultuado pelas dificuldades do dia a dia, que tal (re)ver a jornada de Lorelai (Lauren Graham) e Rory (Alexis Bledel)? Além da louca família Gilmore, a cereja do bolo é ver essa maravilhosa relação de mãe e filha no meio de uma comunidade louca, porém bem unida, da cidade de Stars Hollow, cercada de personagens coadjuvantes e cativantes. E se a gente sofreu com o "vai ou não vai" do romance de Anne (McNulty) e Gilbert (Lucas Jade Zumann); um sentimento parecido surge na torcida por Lorelai e Luke (Scott Patterson). Leia a crítica do revival Um Ano Para Recordar

    Dickinson (Apple TV+)

    Por sua vez, Dickinson se destaca por também trazer uma protagonista feminina forte e inteligente vivendo numa sociedade de época — com uma visão mais moderna do período em que se passa. Claro, a série de Hailee Steinfeld já é mais ousada, com direito a alguns palavrões, tratando o mundo dos adolescentes protagonistas de forma contemporânea. Porém, ainda carrega o charme de uma aventura histórica, fazendo jus a uma das maiores poetisas de todos os tempos, conectando cada episódio com alguma de suas obras. Leia a crítica da primeira temporada.

    Atypical (Netflix)

    Misturando humor com reflexão, Atypical também acompanha a jornada de um garoto autista que pretende expandir seus horizontes e lutar contra os preconceitos que a sociedade impõe em seu caminho. Tudo isso cercado por personagens imperfeitos e apaixonantes que criam um universo singular nas telinhas. Essa é a série ideal para uma maratona em um daqueles dias que você só quer ver algo que te faça se sentir bem, mas que também não tenha medo de abordar questões mais profundas sobre o ser humano. Assim como Anne. Leia a crítica da terceira temporada.

    Hoje É Dia de Maria (Globoplay)

    A visão fantasiosa e apaixonada de Anne sobre o mundo lembra muito o mundo fantástico criado pelo clássico Hoje É Dia de Maria. Sim, também temos espaço para talentos nacionais nessa lista. Principalmente, quando se trata de uma série que usa o olhar de uma criança — que vai perdendo sua inocência no meio do caminho — e usando metáforas singelas para abordar temas densos sobre como a realidade pode ser cruel. Tudo isso com um trabalho visual impecável, fazendo a minissérie ter lugar especial na história da TV brasileira.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top