Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    As personagens empoderadas das séries de TV
    Por Barbara Demerov — 25 de jun. de 2020 às 11:44
    facebook Tweet

    Protagonistas, amigas, profissionais, mães... Elas são muitas em uma só.

    Felizmente, as séries de TV estão desenvolvendo cada vez mais personagens femininas no papel de protagonistas, e não só isso: são personagens com diversas camadas, que se destacam porque enfrentam as mais inesperadas adversidades e seguem em frente graças à sua força e determinação.

    A maioria delas são mães que lutam pelo que acreditam. Seguras de si, elas quebram paradigmas ao mesmo tempo que exercem múltiplos papéis em cada produção. Veja abaixo nossa lista repleta de mulheres admiráveis e que não são trabalhadas de forma fantasiosa ou romantizada:

    Sofia (Natália Lage) - Hard

    A protagonista é uma dedicada dona de casa cuja vida dá uma guinada após morte repentina do marido. Inteligente e elegante, ela estudou Direito mas nunca exerceu a profissão, pois se dedicou inteiramente ao casamento e à família. Ela achava que tinha uma vida perfeita, até descobrir que herdou a produtora de filmes pornográficos SofiX. O choque é grande, mas, diante das novas circunstâncias, Sofia revê seus valores e luta contra seus próprios preconceitos.

    Elena (Reese Witherspoon) e Mia (Kerry Washington) - Little Fires Everywhere

    Uma das melhores características da série é o fato dela desenvolver duas mães tão diferentes e ao mesmo tempo tão dedicadas para com seus filhos. Tanto Elena quanto Mia querem o melhor para eles, sem deixar de lado suas vidas pessoais (como o trabalho artístico de Mia ou o desejo de Elena em ser jornalista). Ambas dividem o protagonismo e entregam atuações poderosas.

    Angela Abar (Regina King) – Watchmen

    Ela vive o drama da vida dupla. Uma mulher “de família”, que todos os dias cuida dos três filhos e do seu negócio de doces, enquanto secretamente faz justiça nas ruas de Tulsa como a heroína Sister Night. Na série, acompanhamos como Angela Abar deve equilibrar não apenas os vários aspectos da sua vida, mas também ocultar sua identidade de vigilante para que a família nunca seja prejudicada.

    Rebecca (Mandy Moore) - This Is Us

    Certamente uma das mães mais queridas da televisão! Rebecca e Jack formam um belo par romântico, mas é importante notar que sua importância na história da série dramática foi crescendo aos poucos. Atualmente, a personagem é tão relevante para o enredo quanto a figura paterna de Jack, pois o roteiro mostra o quanto Rebecca se sacrificou com relação ao sonho de se tornar cantora para seguir um caminho que também lhe deu bastante realização: criar uma família. 

    Catelyn Stark (Michelle Fairley) - Game of Thrones

    Catelyn deu tudo para salvar seus filhos e Winterfell. Armada de uma coragem inabalável após a morte de Ned Stark (Sean Bean), ela enfrentou grandes batalhas para defender a honra da sua família, provando aos inimigos e a si mesma do que era capaz. E foi assim até o fim.

    Midge (Rachel Brosnahan) - The Marvelous Mrs. Maisel

    Como não se apaixonar por Mrs. Maisel? Além de muito talentosa, a protagonista da série do Prime Video é extremamente determinada a perseguir seus sonhos - mesmo que isso implique em prejudicar seu relacionamento com a própria família e encarar de frente o machismo dos anos 60. Midge dá o seu máximo para seguir a carreira de comediante de stand up enquanto procura dar a melhor vida possível aos seus dois filhos, provando a todos que é mais do que capaz de equilibrar dois "mundos" diferentes.

    Renata Klein (Laura Dern) - Big Little Lies

    Ao falarmos de mulheres empoderadas e mães que quebram paradigmas não podemos deixar de mencionar as protagonistas de Big Little Lies. Renata Klein é uma advogada bem-sucedida que tenta conciliar a vida no trabalho com os problemas familiares. Batalhou muito para conquistar seus sonhos, mas tudo começa a ruir devido a decisões erradas que o marido tomou pelas suas costas. Diante desta situação, e após descobrir a infidelidade dele, Renata tem que reavaliar o que é realmente importante para poder seguir em frente.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top