Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Netflix celebra o mês do orgulho LGBTQ+ com lista especial de filmes e séries
    Por Redação — 10 de jun. de 2020 às 15:14
    facebook Tweet

    Além da lista, a plataforma divulgou uma pesquisa com os personagens queer das séries que ajudam a gerar mais empatia no público.

    Junho é comemorado o Mês do Orgulho LGBTQ+ e a Netflix criou o canal especial Netflix.com/Orgulho para reunir uma lista de filmes, séries e documentários que celebram e ajudam a conhecer melhor a história da comunidade queer. 

    Além da programação especial para entender melhor o movimento, o streaming e a GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation) divulgaram uma pesquisa em parceria constatando que as séries favoritas do público também ajudam a criar empatia entre os espectadores que não se identificam como LGBTQ+. 

    Séries como Elite, Sex Education e Orange is the New Black - que contam com personagens LGBTQ+ - foram citadas por pelo menos 80% dos entrevistados como as responsáveis por ajudar a melhorarem o relacionamento com a própria vida. 

    De acordo com a diretora de mídia latinx e representação em língua espanhola do GLAAD, Monica Trasandes, a representação nas telas importa mais do que nunca. "A Netflix e os criadores de todo o mundo têm a oportunidade de aumentar a aceitação da comunidade LGBTQ+ por meio do entretenimento. Séries como Sex Education e Elite não são apenas grandes histórias, elas permitem que mais pessoas vejam suas vidas na tela – aumentando a empatia e a compreensão", explica.

    Personagens queer nas séries da Netflix ajudam a criar empatia

    Mesmo que a representação das telas da comunidade LGBTQ+ hoje seja maior do que há dois anos, ainda existem muitas áreas e relacionamentos do mundo queer que precisam ser aprimorados, como as narrativas com pais e famílias LGBTQ+, maior diversidade racial e situações que abordem a imagem corporal.

    O fato de, atualmente, existirem mais personagens LGBTQ+ nas produções além da categoria de drama, cada um com suas particularidades e histórias diferentes, também ajudou a comunidade se sentir mais representada e a criar empatia entre os não membros. Não por acaso, entre os personagens citados estão alguns muito amados e populares na cultura pop e teen em geral: Casey Gardner (Atypical), Eric Effiong (Sex Education), Lito Rodriguez (Sense8), Omar Shanaa (Elite), Piper Chapman (Orange is the New Black), Robin Buckley (Stranger Things), RuPaul (RuPaul’s Drag Race), Theo Putnam (O Mundo Sombrio de Sabrina). 

    Mês do Orgulho LGBT: 6 séries para entender melhor a cultura gay

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Diário Gay do Diego
      Netflix lacra demais 💖💖
    Mostrar comentários
    Back to Top