Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Sob Pressão: Além de Coronavírus, personagem importante morrerá na 4ª temporada
    Por Katiúscia Vianna — 12 de mai. de 2020 às 15:43
    Atualizado 12 de mai. de 2020 às 20:58
    facebook Tweet

    Série protagonizada por Júlio Andrade e Marjorie Estiano seguirá abordando casos reais em sua trama.

    Após muitos pedidos do público e elogios da críticaSob Pressão vai ganhar uma quarta (e talvez uma quinta?) temporada na Rede Globo. Ainda vai demorar um pouco para voltar às telinhas, mas alguns detalhes já foram revelados. Como, por exemplo, a série vai retratar a pandemia do Coronavírus em sua narrativa. Agora, outra informação chocante surgiu: alguém irá morrer nos próximos episódios.

    O anúncio aconteceu durante entrevista do roteirista Lucas Paraizo ao portal Variety, quando questionado se a nova temporada irá mostrar como Evandro (Julio Andrade) e Carolina (Marjorie Estiano) não conseguem lidar com o colapso do sistema médico.

    "A história fala sobre enfrentar tragédia em sua vida pessoal. Eu não quero dar nenhum spoiler, mas um dos nossos médicos irá morrer. Não decidimos quem ainda. Precisamos mostrar como a tragédia atinge os doutores, pois isso está acontecendo muito no Brasil. Estamos precisando de mais profissionais na linha de frente. Precisamos falar sobre a necessidade de educar mais médicos, criar melhores escolas de medicina."

    Coronavírus terá papel importante em Sob Pressão

    Impactando o mundo em 2020, a pandemia do Coronavírus também fará parte da narrativa de Sob Pressão. Por enquanto, Paraizo está na fase de pesquisa para escrever os roteiros, mas já afirmou qual aspecto o interessa nessa situação: "Estamos repensando nossos valores, então eu diria esperança. Não como uma fuga da realidade, mas esperança no sentido de um cuidando do outro, a esperança dentro de nós. Quero mostrar para o público que a solução para a crise humana começa com você. As pessoas não perceberam. Estão esperando governos e organizações fazerem algo, mas a questão é o que eu posso mudar."

    "Quanto a pesquisa, temos um consultante num hospital e ele nos conta que está acontecendo. É difícil, pois a realidade impregna muita força e dá um novo sentido para o que estou escrevendo", ele completa, falando que histórias reais serão adaptadas para a TV. Ele dá exemplo com um caso da terceira temporada, onde uma mãe aceita fazer transplante dos órgãos do filho morto em um acidente, após ter morte cerebral. Após a exibição de tal capítulo, o número de voluntários no sistema de doação aumentou de 300 para 8.000 pessoas por dia.

    Sob Pressão ainda não tem previsão de retorno. Confira nossa matéria com médicos da ficção que iam ajudar no combate ao COVID-19.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top