Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    La Casa de Papel: Os momentos mais emocionantes de Helsinque
    Por Amanda Brandão — 12 de abr. de 2020 às 12:39
    facebook Tweet

    E não é que ele fez a gente chorar?

    La Casa de Papel é composta por personagens autênticos. Calado e com cara de mau da primeira e segunda temporada, Helsinque, vivido por Darko Peric, aos poucos foi mostrando a sua verdadeira personalidade e proporcionou aos fãs os momentos mais emocionantes da série.

    A quinta temporada pode proporcionar ainda mais momentos do personagem, seja com Palermo (Rodrigo de la Serna), seja enfrentando o maior vilão, Gandía (José Manuel Poga). Enquanto os novos episódios não são confirmados pela Netflix, o AdoroCinema separou os momentos mais emocionantes de Helsinque em La Casa de Papel. Confira a seguir.

    A morte de Oslo

    Helsinque entrou no assalto na primeira temporada acompanhado de seu irmão, Oslo (Roberto Garcia). Os dois eram responsáveis pela força bruta do plano e pela vigilância dos reféns. O que acontece é que, durante uma tentativa de fuga deles, eles atingem Oslo na cabeça com uma barra de ferro, que fica desacordado e é encontrado por Helsinque. E então a emoção começa. Os assaltantes querem entregá-lo para a polícia para que fosse atendido por médicos, mas para que ele não sofra mais, seu próprio irmão decide afixiá-lo em uma cena muito tocante.

    A amizade com Nairóbi

    Após o sucesso do plano do assalto na Casa da Moeda da Espanha, Nairóbi (Alba Flores) e Helsinque passaram dois anos juntos, conhecendo um ao outro. Apesar dela ter se apaixonado por ele, o assaltante revelou para ela, em uma cena emocionante, sua homossexualidade. Na terceira temporada, durante o episódio 5, os dois tiveram uma conversa aberta sobre a relação de Helsinque com Palermo (Rodrigo de la Serna) e sua amiga mostrou para o público o verdadeiro coração mole do gigante barbudo.

    A morte de Nairóbi

    Ser amigo da Nairóbi nesta série não é uma tarefa fácil. Helsinque vivenciou a emocionante cena ao lado de Nairóbi ao fim da terceira temporada, após sua amiga ser atingida por uma bala da polícia, e ele não teve nem forças para ajudar o bando a enfrentá-los com mísseis. Mas, o pior ainda estava por vir. O momento que Helsinque mais nos fez chorar foi, sem dúvidas, na cena de morte de Nairóbi na 4ª temporada, com os olhos marejados carregando o seu corpo.

    A reaproximação com Palermo

    Palermo conseguiu irritar a todos desde a sua aparição na série mas, principalmente, aos fãs do Helsinque pela sua frieza com o personagem. Após terem uma relação na terceira temporada, Palermo "deu um pé" em Helsinque e, durante o assalto, teimava em provocá-lo. Sem esconder sua paixão pelo novo integrante, Helsinque permaneceu calado e até com raiva dele. Até que, nos últimos minutos da 4ª temporada, eles finalmente se encontraram e, em uma conversa franca, Palermo pediu desculpas e prometeu: "Eu estou do seu lado e não vou te deixar cair". Foi lindo este reencontro!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top