Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Emmy 2019: Game of Thrones vence como Melhor Série de Drama pela 4ª vez
    Por Ygor Palopoli — 23 de set. de 2019 às 00:10
    facebook Tweet

    Final feliz?

    Game of Thrones pode ter sido oficialmente concluída há alguns meses, mas o final feliz que a equipe e o elenco esperavam veio chegar só agora. Depois de um término relativamente controverso, a série levou para casa um dos prêmios mais importantes desta 71ª edição do Emmy: o de Melhor Série de Drama, pela quarta (e última) vez. 

    Dominando completamente a categoria em 2015, 2016 e 2018, a série não ganhou tanta confiança por parte dos fãs desta vez, mas a produção de David Benioff e D.B. Weiss terminou sua trajetória de sucesso batendo os principais concorrentes da categoria, como Better Call SaulPose e Killing Eve, por exemplo. Vale lembrar que durante Creative Arts Emmy, que premia os aspectos técnicos, o seriado levou mais 10 troféus neste ano.

    HBO
    Peter Dinklage também representou Game of Thrones ao levar para casa o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama.

    Além de levar os prêmios de Melhor Elenco em Série de Drama, Melhor Figurino, Melhor Montagem e Melhor Maquiagem — entre outras categorias técnicas —, a série também levou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama pelo trabalho de Peter Dinklage como o icônico Tyrion Lannister. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Andries Viljoen
      E que matéria engraçada. É evidente que GoT perdeu tremendamente a qualidade com o passar do tempo. Só um maratonista que assiste aleatoriamente, um fã iludido ou um comprado pela HBO para não admitir isso. Terminaram com um final porco, ao passo que, desde algumas temporadas anteriores, já estavam estragando o roteiro e o desenvolvimento dos personagens. Mais interessante é pensar que, nas primeiras temporadas, em que não havia tanto dinheiro para efeitos especiais, Game of Thrones era melhor e cumpria muito bem sua proposta. Com o passar do tempo, melhoraram os efeitos especiais e pecaram em todo o resto.Há de se lembrar também a falta que os livros fizeram. D&D nunca teriam a criatividade de George Martin.
    Mostrar comentários
    Back to Top