Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Sob Pressão: Julio Andrade e Marjorie Estiano comentam episódio em plano-sequência
    Por Katiúscia Vianna — 27 de jun. de 2019 às 13:06
    facebook Tweet

    Abre o olho, Grey's Anatomy!

    Elogiada pela crítica, Sob Pressão surpreendeu novamente o público com um episódio duplo, cuja metade final foi gravada em plano-sequência. Na história, Evandro (Júlio Andrade) e Carolina (Marjorie Estiano) são feitos reféns pelo miliciano miliciano Aristeu (Cesar Ferrario), que obrigou a dupla a operá-lo, para extrair uma bala de seu corpo. Até que a polícia descobre o paradeiro do criminoso, o que culmina num intenso tiroteio dentro do hospital.

    Curiosamente, tal episódio promoveu a estreia de Andrade na direção, contando com o apoio de Andrucha Waddington para fazer seu trabalho diante e atrás das câmeras, ao mesmo tempo. "Não tem nenhum corte, somente os dos breaks. Eram seis, sete, oito horas de ensaios. Tinha o Julinho dirigindo de dentro da cena, e eu no vídeo. A gente fez um bate-bola muito interessante", comentou o cineasta para o GShow.

    Para executar tal tarefa, a narrativa foi dividida em três partes pelos intervalos comerciais, fazendo apenas dois cortes de câmera. A maior das sequências chegou a ter 16 minutos de duração. Vale lembrar que Julio Andrade já tinha comentado sobre tal desafio técnico em entrevista para o AdoroCinema: [Me dirigir] foi muito louco. A direção é um campo muito novo para mim e muito a ser explorado ainda e que me faz muito feliz, me faz querer aprender, evoluir."

    O que causou burburinho nas redes sociais foi a cena final de Carolina, desesperada para ouvir o coração do seu bebê num sonar obstétrico portátil, já que a grávida foi vítima de um ferimento na barriga, enquanto tentava ajudar um paciente. "Ela nunca sonhou ter filhos, mas já estava completamente envolvida com a maternidade. Ao não ouvir os batimentos, é muita coisa para assimilar em tão pouco tempo. Acho que, nesse momento, tudo se passa pela cabeça", revelou Marjorie.

    Técnica bem difícil, outras séries se arriscaram em episódios compostos por plano-sequência recentemente, como A Maldição da Residência Hill e Mr. Robot. Por sua vez, Demolidor ficou conhecido por fazer longas cenas de ação sem cortes — chegando a criar uma briga com Charlie Cox de 11 minutos seguidos, durante a 3ª temporada. Só que nem pôde concorrer ao Emmy como melhor coordenação de dublês, pois a Academia só permite a inscrição de candidatos com até 3 minutos. 

    A temporada final de Sob Pressão é exibida às quintas-feiras pela Rede Globo. A série também está disponível no catálogo do GloboPlay.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Fabiana
      A unica coisa que presta na globo e essa série.
    • Roberta
      Ok, tendi. 😉Em dom, 30 de jun de 2019 16:28, Disqus <[email protected]> escreveu:
    • Ricardo Fortes
      Roberta, só pra deixar claro, esse não é meu pensamento, só estou citando os antiglobistas que acham que a emissora é responsável por tudo de ruim que acontece no mundo.
    • Roberta
      Concordo Igor, seriado muito bom mesmo... ADORO! <3
    • Roberta
      Aí q vc se engana meu qrido.O seriado é como se fosse um Grey's Anatomy, só q o Sob Pressão é o Grey's Anatomy dos pobres, com poucos recursos eles conseguem fazer muitas coisas e ajudar muita gente.Eu n sou fã da Globo, até pq eu nem assisto, globo aqui pra mim só no dia e na hs desse seriado.Vc deveria prestar mais atenção antes de falar besteiras.
    • Igor Tarcizio
      Série que merecia muito mais reconhecimento do público brasileiro. Venho acompanhando e realmente não deixa nada a desejar no quesito técnico e de roteiro.
    Mostrar comentários
    Back to Top