Meu AdoroCinema
    Elseworlds: Crítica do crossover de Arrow, The Flash e Supergirl
    Por Katiúscia Vianna — 17/12/2018 às 01:00
    facebook Tweet

    A 'Sexta-Feira Muito Louca do Arrowverse' diverte o fã, mas tem alguns problemas desnecessários.

    Certas coisas viram tradições anuais. O show do Roberto Carlos no Natal. Receber a visita daquela tia que quer saber dos namoradinho(a)(x)s. Agradecer quando o 13º salário cai para poder pagar os boletos. E o crossover do 'Arrowverse'!

    Critique o quanto quiser, mas a reunião de grandes heróis nas telinhas é sempre muito aguardada pelos fãs, mesmo sendo menor que blockbusters do MCU ou DC Universe. A premissa de 'Elseworlds' é simples. Porém, complicada. Barry (Grant Gustin) acorda na vida de Oliver (Stephen Amell) e vice-versa. Como ninguém acredita neles, a dupla viaja até a Terra de Kara (Melissa Benoist), onde conhecem o primo dela, Superman/Clark Kent (Tyler Hoechlin). A partir daí, realidades são reescritas e tretas começam.

    Pela primeira vez sem o pessoal de Legends of Tomorrow, a opção de trocar as datas de exibições de The FlashSupergirl na televisão norte-americana é essencial para contar bem tal história, adotando os estilos de cada série. Não trazem grandes mudanças para suas histórias individuais, mas funcionam como evento televisivo. O começo é divertido, com uma lição e confronto final. Ou seja, The Flash. Depois, a história fica mais realista e sombria para aprofundar a situação. Arrow. Por fim, batalhas épicas mostrando como união faz a força. Supergirl. Desse trio, é novamente o capítulo focado na turma do Arqueiro Verde que desfalca a história, porém não atrapalha tanto o ritmo, como aconteceu em 'Crise na Terra-X'.

    O centro da narrativa é justamente o 'bromance' entre Barry e Oliver, um grande acerto. Afinal, esse foi o pontapé do 'Arrowverse' e ambos despertam o melhor um do outro. A química entre os atores é ótima, incluindo a parceria com Melissa Benoist, quando Kara tenta ser a voz da razão dessa confusão (e das brigas entre os dois). Ver Allen se divertindo que nem uma criança com tal situação (principalmente ao se vingar com o nostálgico truque das flechas) ou tendo ciúmes de Iris (Candice Patton);  só demonstra como Grant Gustin tem um grande timing cômico, o que voltou a ser explorado nessa temporada de The Flash, felizmente. Continuem assim, por favor!

    Mas a grande surpresa é ver como Oliver é o personagem mais desenvolvido por 'Elseworlds', mesmo ficando ridículo com uniforme de Flash. Afinal, Amell tem muito com o que trabalhar nesses episódios: abraçar o lado mais feliz de Barry, reparar os erros com Felicity (Emily Bett Rickards), improvisar diante do perigo, além de confrontar Monitor (LaMonica Garrett) para comparar sua posição como vigilante com o heroísmo de Flash e Supergirl. O crescimento do personagem desde a primeira temporada de Arrow é impressionante, mas não o transforma em alguém perfeito. 

    A Kara de Melissa Benoist segue simpática, mas acaba sendo ofuscada, ao contrário de oportunidades anteriores, pois, quando não está com a dupla 'Flarrow', seu arco ainda envolve Clark Lent e Lois Lane (Elizabeth Tulloch). Se o herói já era aprovado pelo público, suas interações com a corajosa jornalista são belos destaques. A atriz assumiu agora o papel, mas já parece que estamos acompanhando esse romance por anos. A química entre eles é tangível e faz jus às outras épicas versões do casal. Por falar em referências, fica aqui o grande agradecimento ao produtor da CW que decidiu colocar a música de abertura de Smallville ao levar a trama para a Terra-38. Foi a cereja do bolo.

    Por sua vez, o vilão Deegan (Jeremy Davies) não é tão desenvolvido, mas serve como o antagonista louco que abusa do poder em suas mãos. Ele surge como uma desculpa descarada para levar a história para Gotham City? Claro. Se é compreensível quando ele se transforma numa versão do Superman de uniforme negro para fazer o que quiser? Faria o mesmo. Já a inserção do Arkham Asylum é interessante, mas desperdiçada com uma luta sem sentido de Barry e Oliver contra Malcolm Merlyn (John Barrowman) e Flash Reverso (Tom Cavanagh). Ainda bem que Batwoman (Ruby Rose) põe logo um fim nisso.

    Falando nisso, chegou a hora de analisar a nova heroína do pedaço. Como o episódio ambientado em Gotham City é o mais fraco, a moça saiu prejudicada e não faz uma estreia tão surpreendente quanto Lois Lane. Mas Ruby Rose é aceitável no papel, apesar de sua versão "civil" como Kate Kane só servir, realmente, para tentar apresentar o mundo de seu possível spin-off, o que não faz com muita criatividade. Já quando assume o uniforme, dá para ver que a atriz abraçou o papel e tem boas sequências de luta. Por fim, é a interação dela com Supergirl que acaba trazendo os melhores momentos de Ruby no 'Arrowverse'.

    Pensando nos personagens coadjuvantes, dá para começar a falar sobre os dois grandes problemas de 'Elseworlds'. Se foi incrível ver Caitlin/Nevasca (Danielle Panabaker) e Diggle (David Ramsey) ganhando mais cenas como Cisco (Carlos Valdes) e Alex (Chyler Leigh), já passou da hora de ter mais consideração com as protagonistas femininas. Iris e Felicity simplesmente apareceram para reclamar da situação com seus respectivos amados. E estamos falando das mulheres que se viraram sozinhas em 'Crise na Terra-X'. Sem falar que, só nesse ano, uma pulou de um prédio e a outra está atirando nos inimigos sem medo. A ligação de Barry e Iris até surge como essencial para promover a viagem para Terra-38, consolidando-os nesse universo, mas depois a jornalista fica com medo do velocista ir para o lado sombrio como Arqueiro Verde. De onde veio isso? Interesses amorosos podem fazer muito mais que só apoiar, duvidar e trocar declarações. 

    O segundo é 'fan service' demais. Sim, fazer referências é empolgante, mas precisam ter motivo. Ou então serem engraçadas e importantes o suficientes por sí só (vide o exemplo Smallville citado acima). Alguns easter-eggs utilizados nesse crossover somente foram jogados, sem acrescentar nada para a história. Batwoman só surge para tentar ganhar a própria série. Falaram tanto sobre John Wesley Shipp reprisando o uniforme do Flash dos anos 90, mas ele só aparece em três cenas minúsculas, que não afetam a narrativa. O próprio Monitor ainda é uma figura completamente desconhecida pelo público. Mas, agora, a gente sabe o motivo da última questão: tudo isso foi só um prelúdio para 'Crise nas Infinitas Terras'.

    Por mais que o público esteja animado para ver uma das histórias mais clássicas da DC nas telinhas, fica uma sensação meio vazia ao fim do crossover. Ele é uma espécie de trailer para algo maior. É que nem ver Vingadores: Guerra Infinita, surtar com o final e, cinco minutos depois, pensar: "E agora?". Não entenda errado, 'Elseworlds' diverte, mas tinha potencial para ser muito mais. Afinal, unir Arqueiro Verde, Flash, Supergirl e Superman no mesmo quadro é o máximo de Liga da Justiça que a CW poderá oferecer!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Séries novas mais esperadas
    Watchmen
    1
    Watchmen
    Elenco: Regina King, Jean Smart, Don Johnson
    Aventura, Ficção científica
    Estreia
    20 de outubro de 2019 em HBO
    Todos os vídeos
    Irmandade
    2
    Irmandade
    Elenco: Naruna Costa, Seu Jorge, Hermila Guedes
    Drama, Suspense
    Estreia
    25 de outubro de 2019 em Netflix
    Todos os vídeos
    His Dark Materials
    3
    His Dark Materials
    Elenco: Dafne Keen, Amir Wilson, Lin-Manuel Miranda
    Drama, Fantasia
    Estreia
    4 de novembro de 2019 em
    Todos os vídeos
    Harley Quinn
    4
    Harley Quinn
    Elenco: Kaley Cuoco, Lake Bell, Alan Tudyk
    Animação
    Estreia
    29 de novembro de 2019 em
    Todos os vídeos
    Novas séries mais esperadas
    Últimas notícias de séries
    The Walking Dead pode ganhar novo spin-off sobre sobrevivente solitário
    NOTÍCIAS - Visto na web
    segunda-feira, 14 de outubro de 2019
    The Walking Dead pode ganhar novo spin-off sobre sobrevivente solitário
    This Is Us: Ator de Euphoria entra para o elenco da série
    NOTÍCIAS - Visto na web
    segunda-feira, 14 de outubro de 2019
    This Is Us: Ator de Euphoria entra para o elenco da série
    The Marvelous Mrs. Maisel: Trailer da 3ª temporada destaca participações de astros de This Is Us e Gilmore Girls
    NOTÍCIAS - Visto na web
    segunda-feira, 14 de outubro de 2019
    The Marvelous Mrs. Maisel: Trailer da 3ª temporada destaca participações de astros de This Is Us e Gilmore Girls
    Roberto Gómez Bolaños, criador de Chaves e Chapolin, vai ganhar série biográfica e "universo compartilhado" na TV
    NOTÍCIAS - Produção
    segunda-feira, 14 de outubro de 2019
    Roberto Gómez Bolaños, criador de Chaves e Chapolin, vai ganhar série biográfica e "universo compartilhado" na TV
    Crise nas Infinitas Terras: Lucifer de Tom Ellis pode aparecer no crossover do Arrowverse (Rumor)
    NOTÍCIAS - Visto na web
    segunda-feira, 14 de outubro de 2019
    Crise nas Infinitas Terras: Lucifer de Tom Ellis pode aparecer no crossover do Arrowverse (Rumor)
    Bugados: Sitcom infantil traz personagens dos games para aventuras da vida real (Visita a set)
    NOTÍCIAS - Entrevistas
    domingo, 13 de outubro de 2019
    Bugados: Sitcom infantil traz personagens dos games para aventuras da vida real (Visita a set)
    Notícias de séries
    Top séries
    Riverdale
    1
    Direção: Roberto Aguirre-Sacasa
    Elenco: K.J. Apa, Lili Reinhart, Camila Mendes
    Drama, Suspense
    Manifest
    2
    Direção: Jeff Rake
    Elenco: Melissa Roxburgh, Josh Dallas, Athena Karkanis
    Drama
    Vis a Vis
    3
    Direção: Daniel Écija, Álex Pina, Iván Escobar
    Elenco: Najwa Nimri, Maggie Civantos, Luis Callejo
    Drama, Suspense
    The Walking Dead
    4
    The Walking Dead
    Direção: Scott M. Gimple, Glen Mazzara, Robert Kirkman
    Elenco: Andrew Lincoln, Norman Reedus, Jon Bernthal
    Drama, Terror
    Séries mais consultadas
    Back to Top