Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Steven Spielberg e Hillary Clinton vão produzir série sobre as Sufragistas
    Por Rafaela Ferreira — 3 de ago. de 2018 às 12:30
    facebook Tweet

    A produção será baseada no livro "The Woman's Hour: The Great Fight to Win the Vote", de Elaine Weiss.

    Após perder a corrida pela presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton parece ter encontrado uma nova vocação, a de produtora executiva. A ex-primeira-dama vai trabalhar com a Amblin Television, de Steven Spielberg, na adaptação do livro de Elaine Weiss, "The Woman's Hour: The Great Fight to Win the Vote", para as telinhas.

    Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Clinton fala sobre a importância do projeto: “No coração da democracia está a urna, e o inesquecível livro de Elaine Weiss conta a história das líderes femininas que - em face da imensa oposição econômica, racial e política - lutaram e conquistaram o direito das mulheres americanas de votar. Tanto poderia ter dado errado, mas essas mulheres não aceitariam um não como resposta: seu triunfo é nosso legado a ser guardado e imitado".

    O livro narra o clímax de uma das maiores batalhas políticas da história americana: a ratificação da emenda constitucional que concedia às mulheres o direito de voto. O projeto, ainda sem emisossa definida, marca a primeira incursão de Clinton na produção de uma série de televisão roteirizada. Também foi anunciado recentemente que ela vai aparecer como convidada na estreia da quinta temporada de Madam Secretary, drama político da CBS que acompanha a vida pessoal e profissional de uma Secretária de Estado que comanda a diplomacia internacional, enfrenta disputas políticas em seu escritório e equilibra uma vida familiar complexa.

    Outra produção que recentemente também abordou a temática foi o longa As Sufragistas, lançado em 2015 e estrelado por Meryl StreepHelena Bonham Carter e Carey Mulligan. Baseado em fatos reais, o filme dirigido por Sarah Gavron (Um Lugar Chamado Brick Lane) e escrito por Abi Morgan (Shame, A Dama de Ferro), apresentou a luta de um grupo de britânicas pelo direito ao voto.

    A série de Spielberg, ainda sem título e data de estreia definidos, terá Clinton como produtora executiva ao lado dos copresidentes da Weiss e Amblin Television, Darryl Frank e Justin Falvey.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Jonathan k_78
      Talvez eu assista esse tema sempre é muito relevante.
    • Arthur Oliveira Souza
      Acho triste e hipócrita ver mulher conservadora e defensora de ´´valores`` retógrados, sendo que a luta de batalha pelos direitos das mulheres foi um movimento liberal e progressista e se não fosse por ideias progressistas, elas nem teriam direito ao voto hoje.
    • Vidamell Vida R.
      Bravo!!! Bravo!!! Assistirei quando lançar.
    • Danilo
      Gostaria que mostrassem também como o estado do Texas se tornou um dos primeiros a ter o voto feminino!!! Seria muito legar apresentar onde e como as coisas começaram.
    Mostrar comentários
    Back to Top